Jogadores de PC não precisam de pagar Live

É oficial. Os jogadores de PC podem usufruir de todos os serviços online Live, sem o pagar. Só não há jogos gratuitos para ninguém!

Com o Cross Buy surgiu a dúvida: Se os jogos exigem o pagamento de Live Gold para jogar como é que os utilizadores PC vão poder jogar os mesmos?

Bem, se em tempos a Microsoft criou o Games for Windows Live e o tentou vender aos jogadores PC com algumas funcionalidades partilhadas com a Xbox como a Gamertag, o Gamerscore e os achievements, a realidade é que a empresa deu-se mal. O motivo foi simples! Os utilizadores de PC recusavam-se a pagar por uma oferta tão reduzida, e quanto ao jogo online isso era algo que sempre tiveram e tinham em alternativas, completamente de graça.

O resultado foi que o serviço… falhou!

Daí que poderia surgir a dúvida se esta iniciativa do Cross Play não seria uma forma de se tentar cobrar novamente aos jogadores de PC. Mas não! A Microsoft, por intermédio de Aaron Greenberg, veio confirmar que não irá cobrar nada pela iniciativa, e isso implica que os jogadores PC podem-se juntar aos da Xbox sem qualquer pagamento adicional, que se no entanto continuará como obrigatório aos possuidores da consola.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (58)

  1. Mais uma injustiça aos possuidores de consola,pagar pelo serviço online, jogos mais caros, piores performances, as vantagens cada vez são menores em ter consola.

    • Já estava a espera kkkkkkkk.
      Eu sempre fui um dos que sempre reclamei que a única justificativa de PSN+ ser pago foi a Microsoft.. Sim meus amigos se estes tipos queriam acabar com a Sony era só deixar o on-line a borla, e hoje estaríamos todos a jogar Halo…

      A sério nunca paguei na PS3 e foram uns bons anos sem gastar com isso. Agora que meteram fogo a floresta onde irei buscar lenha??? Kkkkkkkkk

      Ainda me lembro de muitos utilizadores que defendiam essa cobrança, ” SIM PAGAMOS A LIVE POR QUE É UM SERVIÇO DE QUALIDADE, JUSTIFICADA A ANUIDADE” ashuashuashu

      Agora está aí, temos todos contados o multiplayer, todos pagamos os jogos mais caros..

      Mas estão certos, e como já está bem a vista, a melhor coisa é ir para o PC, e então…
      O Hardware pode ser caro mas ao menos não tem que pagar jogos a 330,00 Temers, Live ou PSN, EA ACESS, Ubisoft ACESS,TREYARCH ACESS……

      Esqueci, “tudo nos consoles é justificado” ou melhor só quem usa o consoles que engulam tudo o que eles disserem, porque no PC eles nem vão tentar.

      • @ BY Mission
        Não quero gerar confusão, apenas penso diferente.
        Quando MS fez a apresentação desastrosa do Xbox One, anunciando DRM, ter que ficar com console online uma vez por dia, Kinect obrigatório e tantas burradas…
        A Sony foi lá e disse que seu console era para gamers foi feito com amor para os Jogadores etc etc…
        As pessoas idolatram a Sony não sei se é seu caso mas muitos fizeram isso, a Sony passou a ser uma mãe Sony.

        Quando ela muda sua politica onde ficou 8 anos oferecendo um serviço grátis, e do nada apenas oferece a opção paga, a culpa é da concorrente?
        Então quando ela faz uma coisa boa, se destaca por ser boazinha, quando faz algo ruim a culpa é da concorrente e não dela mesmo.
        E me desculpa isso não é para você Mission mas eu não vejo diferença na atitude de Sony em oferecer algo grátis e depois obrigar a pagar, é a mesma coisa do que MS está fazendo em dar algo grátis e em outra plataforma fazer pagar, a do PS3 ainda continua de graça.
        E sinceramente quem fala em boicotar, porque não serviu de exemplo e boicotou a PSN já que de graça passou a ser paga…

        • A Sony não passou a por a PSN paga por mera escolha. Ela fez isso porque efetivamente o serviço oferecido pelo Live era superior! Certamente não tiveste as duas consolas, a 360 e a PS3, pois apesar de a PSN nessa altura até funcionar, as diferenças de qualidade nessa altura eram notórias. E manter qualidade numa rede gratuita ou numa paga, são coisas bem diferentes.

          • Concordo, manter coisas com excelência de forma gratuita acho meio impossível por isso eu não reclamo em pagar a live, pago por um serviço de qualidade.

      • Meu caro amigo, eu sempre defendi o LIVE pago e ainda defendo, até digo mais quando a MS faz promos e o LIVE fica gratuíto para todos eu nesses períodos recuso-me a jogar ONLINE é só talibans e macacos raivosos, eu pago com muito gosto e espero continuar por muitos anos

        • @Vitor Calado

          Não me digas que não foste à escola?
          Sim porque na escola também existem talibans e macacos raivosos, é algo gratuito e como tal atrai todo o tipo de pessoas, e o que é que tu fazes?
          Escolhes o teu próprio grupo de amigos, ou podes ainda ir para um estabelecimento de ensino a pagar e evitar certo tipo de pessoas, mas adivinha, nessa escola a pagar também há talibans e macacos raivosos porque esse tipo de pessoas também pode pagar.

          Essa noção de que para se ter um ambiente mais saudável é preciso pagar, é completamente ridícula, dos anos de experiência que tenho tanto com o Live e PSN, a conclusão a que chego é que de acordo com a minha vivência pessoal, achei o ambiente online do Live mais tóxico que a PSN, pelo menos na geração passada, a razão para isto é porque o serviço é a pagar.
          O Live é sem dúvida alguma o ambiente mais competitivo no mundo das consolas, a partir do momento em que num ambiente já de si competitivo como é o online gamming, se introduz uma tarifa, isso só vai potenciar e muito essa competitividade que por sua vez gera um ambiente mais conflituoso, mais agressivo, mais opressivo, em suma, mais tóxico.

          Não é por nada que considero o Live a comunidade mais tóxica de toda a industria, pois é a que mais historial tem de um ambiente competitivo pago, que em última instância tem estado a afectar toda a industria.
          É um modelo não só de chulice, como promove toxicidade, e no caso da PSN para lá caminhamos, não é por acaso que fui mais ofendido em 3 anos de PS4 que em 7 anos de PS3, e porquê?
          Porque agora é paga.

          Edit: ainda não respondeste à pergunta que te fiz mais abaixo sobre se és o mesmo Vitor que frequentava a Eurogamer.pt

    • E ainda vai ter gente a defender a Microsoft que ver.
      Um outro detalhe interessante também é que o ano passado ou este ano o preço da live aumentou de 99,00 reais para 179,00, um puta aumento e ai me vem a Microsoft e diz que agora a galera do PC não precisa pagar pelo online, por isso tenho em mente que quem paga no console, paga pelos dois.
      Mas de todo ruim disso tudo tem uma coisa que pode ser positiva, vai que os usuários do console começem a boicotar a live e não pagar mais, a Microsoft se viria obrigada a tirar a cobrança e assumir um modelo igual ao que a Sony fazia no PS3 Online Free e Assinatura com Jogos “grátis” e se isso viesse a acontecer forçaria a Sony a rever sua atuação também neste sentido, seria melhor pra todos.

  2. Tem graça que o meu Live GOLD acabou ontem, e não faço intenções de o renovar, a única forma de o renovar é se aparecer um jogo bom e que valha a pena para justificar a renovação e mesmo assim seria por pouco tempo.

    Sempre achei isto do GOLD uma autêntica chulice, e o que me faz confusão é que as pessoas pagam de bom agrado, convictos de que por pagarem o serviço é bom.
    Com esta mentalidade, é normal que esta ideia tenha sido alimentada ao longo de já 3 gerações, e posso dizer inclusive que é por causa da Microsoft e de quem apoia isto, que eu e muitos milhões, pagamos pelo online na PS4, e não me admiro nada que a Nintendo vá pela mesma via.

    Vai ser interessante constatar a reacção de quem paga o Live na XO em relação a isto, mas já estou mesmo a ver que não vão faltar pessoas a verem as vantagens de se pagar na XO versus o PC onde não se paga, onde se tem servidores dedicados e onde os jogos são consideravelmente mais baratos.

    É caso para dizer, uns são filhos, outros são filhos da mãe, para não dizer outra cois*…

    • Não mas a Live e infinitamente superior a PSN+.. Até o preço quase o dobro da PSN+….

      Esqueci no PC é de graça..

    • @José Galvão
      No artigo que você fez falando sobre DLC, explicando como hoje tudo piorou foi perfeito.

      Mas olha só como eu e muitos pensam sobre isso, quem tem console claro que vê vantagem do PC em pagar mais baratos em jogos, as promoções da Steam são insanas, como também é óbvio que vejo vantagem em ter PC e não pagar a live.
      Fizeram uma pesquisa não lembro onde, que somente 30% acho que é isso,das pessoas que jogam em PC jogam em qualidade boa.
      A maioria dos PC das pessoas é ate pior do que Xbox One.
      Não existe vantagem em pagar a live no console e ser de graça no PC, mas eu não tenho PC a grande maioria também não tem, então vai continuar sendo a mesma coisa.
      Eu pago a live porque acho excelente serviço, o Mario mesmo disse que é impossível manter uma qualidade elevada sendo gratuito, existe pessoas que pagam 10 mega para ver vídeos no youtube, outras pagam 80 mega, sendo muito mais caro, somente para ver vídeos no youtube mais rápido, cada um sabe o que é bom para si, eu prefiro pagar netflix, outros preferem baixar sem pagar nada…
      Os consoles pagando assinando a live, devem pagar até os que jogam no Windows 10 de forma gratuita, o Xbox One apresentou prejuízo para Microsoft eles tiraram dinheiro de outro lugar para cobrir isso, Microsoft é uma empresa perde ali e ganha aqui.

      • Podes dar muitos exemplos, mas a verdade é só uma, existe uma enorme dualidade de critérios na Microsoft no que ao GOLD diz respeito.

        Existem pessoas que têm um PC inferior a uma XO, mas também existe muita gente que tem um PC superior, mas nem é por ai, a grande questão é que no PC pagar pelo online não é tolerado e ponto final parágrafo.
        Na XO é, aliás, até é elogiado.

        Isso de ser impossível ter um online de qualidade sem pagar é um perfeito disparate, eles já ganham imenso dinheiro com os jogos e todo o DLC associado, perceberam bem cedo que as pessoas estavam dispostas a pagar, já desde a primeira Xbox que o serviço existe, e como era uma coisa relativamente nova nas consolas, resolveram cobrar, quando a 360 surgiu o modelo manteve-se até ao momento em que a Sony criou o Plus, isso veio mudar tudo, pois deu ao serviço algo pelo qual justificava o preço.

        Quanto ao Netflix, eu vejo o serviço um pouco como uma consola do futuro, totalmente online e acima de tudo, com os seus exclusivos, a grande diferênça é que não cria barreiras a ninguém como o Live fazia como por exemplo, ter que ser GOLD para navegar no browser de uma consola?
        Nem consigo classificar isso.

        Que tu aceites tudo bem, mas que é uma chulice, é, pensa no seguinte, nas consolas pagas para jogar online onde o sistema de match making se baseia numa das consolas ser o host, no PC não pagas como ainda tens servidores dedicados, dá que pensar…

        • Bom sinceramente agora eu vejo que está pendendo apenas para um lado, posso estar errado…
          Dizes que a live é uma chulice, já vi você dizendo que o EA Access também algo ruim..
          Mas PSN Plus é algo que mudou tudo e justifica o preço Netflix também é boa..
          Eu vejo a Live, PSN Plus, Netflix, EA Access, são todos produtos de subscrição, todos esses caminham para o mesmo lado, apenas vejo você achar bom o serviço qual gosta e chulice, qual não gosta!

          • A Microsoft tornou algo grátis em algo a pagar, a Sony criou um serviço com valor, para os seus subscritores, pode-se dizer que a Microsoft influenciou a Sony pela negativa mostrando a esta que podia perfeitamente cobrar pelo online, por outro lado a Sony influenciou a Microsoft pela positiva dado que o Live não te dava qualquer valor, mas com o modelo da Sony tornou-se minimamente justificável, e isto não é estar pendendo para um lado, é ser realista.

            A PSN é uma chulice?
            A partir do momento em que se tornou igual ao Live, sim, é uma chulice.
            O EA Access a mim não me diz nada, considero-o algo perigoso, porque se tiver imenso sucesso, imagino Ubisoft, Bethesda, Capcom, etc.. Access, já me basta o Live a PSN.

            Só não percebo o que é que o Netflix tem a ver com isto, tomara o Live e a PSN juntas te darem o valor que o obtens no serviço, no Netflix não precisas de dar 400€ por hardware nem andares a a gastar 70€ por jogo mais a chulice associada, é 10€ e conteúdo, nada mais, muito conteúdo!

        • eu no PC jogava LOL, tenho 5 contas activas lá, deixei de jogar pq á pessoal que têm mais de 100 contas, se tens o azar de bater de frente com um camarada desses, pode estar todo o mês a banir o gajo que ele sempre aparece com outro nickname…se vcs gostam de bagunça sejam felizes, eu pago o LIVE para ter a certeza que não apanho trolls com 100 contas diferentes, a não ser que seja milionário

  3. A Microsoft está querendo unificar tudo porém está esquecendo de quem comprou ou compra o console, uma grande injustiça, temos é que boicotar a Gold mesmo, só que vejo todos falando em boicotar a Microsoft porém não vejo ninguém falando em boicotar a PSN, que está oferecendo jogos bem aquém do esperado e um serviço que pelo menos pra mim, não é nada satisfatório.

  4. Eu não me enquadro no perfil de achar que é ruim oferecer um serviço grátis, muito menos de me sentir injustiçado!!
    Criticar a MS porque colocou o serviço de graça para jogadores de PC, até quando é grátis tem quem reclama!!
    Quase 50 milhões de assinantes da live deve ser porque é um bom serviço!!
    Ganho 4 jogos por mês, faço partilha pagando a metade dos jogos, promoções excelentes igual esta tendo http://www.xboxpower.com.br/2016/07/04/ultimate-game-sales-2016/
    Não reclamado de pagar por um excelente serviço, muito menos boicotar.
    Quem se sente injustiçado, pode ir para o PC e ter tudo de graça não é fantástico, ter tudo de graça sem gastar nadinha!
    Qual a vantagem de se ter um Xbox One se pode ter PC com gráficos melhores e ter a live grátis, poxa, se pensasse assim , compraria logo um PC!
    Eu pago o excelente serviço da live, é um excelente custo beneficio, para o que eu procuro!

    • Eu nem vou por aí… mas vou por outro lado!
      Em 2013 comprar uma Consola XBox era sinónimo de pelo menos 3 coisas:
      – Jogos exclusivos
      – Serviços exclusivos
      – optimizações exclusivas

      – Agora os jogos exclusivos desapareceram e foram para o PC. É a plataforma Xbox!
      – Os serviços exclusivos tambem deixaram de o ser. Parte deles podem agora ser obtidos no PC de Graça. Antes pagar o Live incluía jogos e serviços. Agora pelo mesmíssimo preço, face ao PC tal só inclui os jogos. Basicamente podemos dizer que o custo do live face ao benefício exclusivo, subiu!
      – Neste momento ainda tem existido optimização exclusiva para a One, mas o UWP não prevê que ela se mantenha. Basta consultar a documentação da mesma para se perceber que a ideia da mesma é uma uniformização de programação que permite que o mesmo código possa ser usado em todos os sistemas Windows 10.

      Como dizes, quem tem o serviço não tem o que se queixar. Mantem tudo o que tinha! A questão é que isso só é verdade se não olhar para o lado, pois se o fizer percebe que está a ser levado.

      Se tens um serviço TV 200 canais+Internet+Telefone fixo que custa 60 euros e a alternativa gratuita são apenas os canais livres transmitidos pela TDT, podes pensar que os 60 euros justificam.

      Mas mesmo que os 60 euros continuem a pagar o mesmo, se vires que a oferta gratuita já te oferece a mesma TV 200 canais e a internet e só não oferece o telefone, o certo é que não podes deixar de concluir que estás a ser aldrabado e a pagar 60 euros por apenas um telefone a mais do que quem não paga nada.

      No live a coisa é a mesma. Antes os 60 euros pagavam serviços de software e rede, bem como jogos. Agora os mesmos 60 euros só pagam os jogos!

      Certamente, de repente os jogos ficaram bem mais caros. E nem por isso podes ficar com eles se deixares de pagar o serviço.

      Aliás pelas perdas de características únicas verificadas, toda a consola perdeu valor face ao que possuía como exclusivo quando foi lançada!

      • Entendo seu ponto de vista e até concordo!
        Mas para quem não tem PC Gamer não muda nada, os jogos da Microsoft vai continuar sendo exclusivo para sua plataforma, a live vai continuar sendo excelente para a plataforma console.
        A unificação das plataformas vai ser bom para todos pois todos que possui plataforma Microsoft vai poder interagir.
        Quem possui um PC Gamer, realmente não tem mais vantagem nenhum em ter console, sendo que vai poder jogar todos os exclusivos, no seu Windows 10, vai poder usar a live de forma gratuita, nesse caso a vantagem de ter um Xbox One é zero.
        Por isso a Microsoft deixou bem claro, que você pode ir para qualquer plataforma dela, a escolha é de cada um.
        Para quem vai ficar no console, vai continuar sendo como antes, não mudou nada, vai ser a mesma excelência de sempre da live.
        Quem preferir o Windows 10, vai poder utilizar a live de forma gratuita, pagar mais barato nos jogos, é uma vantagem e tanto para quem gosta de PC.
        E para quem ficar no console precisa pagar, na outra resposta você mesmo disse que para manter a qualidade precisa cobrar, então não existe nada de errado, pagar bom um bom serviço.
        Se eu tivesse um PC gamer certamente não teria plataforma console.

        • A questão aqui e agora é se o investimento no PC não vale a pena. Se aderiste à one no seu lançamento pagaste 500 euros. Com o live até 2017 pagaste 240 euros. Com uma Scorpio mete mais 600 euros ou mais.
          Estamos a falar de 1340 euros, que permitiria em 2013 adquirir um PC já superior à Scorpio.

          • Interessante, isso sem contar a difere no preço dos jogos.
            Eu como usuário de consoles concordo que quem joga no console não mudou nada mas eu fico triste de ver a Microsoft aumentar o valor da subscrição e não cobrar pelo online no PC, pra mim fica parecendo que os consolistas pagam o online dos pcistas, gostaria que ela liberasse igualmente na One o online e cobrasse pelo Gold com as ofertas de jogos e descontos adicionais. Mas também entendo quem está satisfeito com tudo isso afinal somos todos diferentes uns dos outros e pensamos também de forma diferente.

  5. Eu gostaria de esclarecer uma coisa, eu tenho 55 anos, já sou avô de 2 netos e mais 1 a caminho, não estou para aturar putos ranhosos a ofenderem-me a mim e á minha família, para vcs que são novos acredito que não pagar seria uma mais valia, mas para mim está bom assim, e espero que continue, pois se for tudo de borla deixo de jogar online…é que não há paciência para tanta falta de educação

  6. Não ligo de pagar 100 por ano e ganhar 48 jogos por ano fora os descontos… joguem no PC cheio de boots onde é impossível jogar online…sem trapaça.

    • Ou na Xbox, dado que agora as duas redes estão ligadas… E onde vais comer com os cheaters do PC!
      Não te esqueças dessa realidade!
      Mas o Live a PSN interessam particularmente a quem tem mais do que uma consola. Vale a pena e já escrevi sobre isso!
      Agora, não posso deixar de notar que nas comparações entre consolas só se quer falar dos AAA. Mas agora que se está a falar nas ofertas de jogos já são todos jogos, mesmo com a maioria a serem indies!

    • Mas a Live custa 179,00, vc ta falando da PSN?

      • Comprei 12 meses de LIVE GOLD tem uma semana pelo site da Microsoft por 109 reais.
        Toda hora tem promoção e vc pode acumular meses, então já que a minha conta acabaria em novembro peguei logo a promoção.

        Basta ficar de olho que toda hora tem promoção.

          • Pelo preço promocional, 30 Euros. O preço comum praticado hoje é equivalente à 49 euros.
            O aumento de preços tem a ver com o fato das contas brasileiras serem direcionadas para o data center do Azure que existe no Brasil e a viabilidade dele ter ficado alta devido a nossa crise financeira. Quem tem conta americana ou de outra país e não troca a região continua acedendo aos preços no valor que lá são cobrados, mas não compensa, fica elas por elas ou até mais caro no caso da conta européia devido a desvalorização da nossa moeda.
            Pra Sony é mais fácil manter o preço baixo, a PSN é definitavemente uma estrutura mais barata de manter e ela não tem que arcar com data centers no Brasil, porém ela é bem fraquinha para os brasileiros, cheia de manutenções de rotina e até os jogos tem tido preços mais altos na plus do que na live, bem como a Sony também não costuma trazer promoções como essa atual de verão da MS que está com varios jogos AAA lançados recentemente como Quantum Break, Doom, Dark Souls 3 e outros AAA não tão recentes como Halo 5 com descontos de até 70%.
            Por aqui, a maior oferta da PSN hoje é o God of War 3 remaster.
            Brasileiros indignados com esse post, podem entrar na PSN hoje pra ver…

          • Fernando vc tem Plus? Pois eu tenho Plus e Gold e não vejo este cenário dito por vc, ou vc está falando pelo que lê ou é maldoso o.seu comentário, quanto as promoções deste mês realmente a live está um pouco melhor, porém tenho de dizer que 40-60% de desconto em preços como 199.00 (exclusivos) e 249 e acima pra jogos thirds não seguinifica bons preços, sobre a promoção da PSN como vc não tem play não está sabendo que toda semana os jogos mudam, então semana passada tinha um monte de jogos thirds com preçoa atrativos, essa semana tem god remastered e teraway por 29,00 semana que vem tem novos títulos com desconto e encima de tudo isso discordo fortemente de vc, pesquise mais e mostre o cenário como ele é pois do contrário está falando bobagem.
            Quanto a estrutura acredito mesmo que a da Mic seja melhor.

          • Netto, vc vive no mundo encantado da Sony, não tem nem por que discutir com vc. Pra vc jogar em servidores compartilhados ou com latencia elevada é algo completamente normal assim como nunca haver promoçõesde games exclusivos AAA é normal afinal a Sony não é obrigada a dar nada a ninguém.

          • Doom – De 230,00 por 161,00
            The Division – De 199,00 por 133,00
            Fallou t 4 – De 230,00 por 115,00
            Mirror’s Edge Catalyst – De 230,00 por 126,50
            Dark Souls 3 – De 249,00 por 186,75
            Quantum Break – De 199,00 por 149,25
            Halo 5 99,00
            Far Cry Primal 119,00
            Deus Ex HR 15,00
            Red Dead Redemption 22,25

            Ta um pouco melhor só?

            Economizar 50 ou 70 reais em um jogo é pouco pra você? O que prefere, pagar 450 reais em tres jogos ou dois por 400?

          • Por cá, as coisas são um pouco diferentes:

            – 30% de desconto no U4;
            – 35% de desconto no Doom;
            – Até 60% de desconto em grandes franquias japonesas como MSG, RE, DMC, etc…

            Há algum tempo atrás tinhamos até 70% de desconto nos vários títulos EA, como Battlefield.

            Não sei como está aí, mas por cá está assim.

          • Eu prefiro comprar 4 jogos por 96 reais que é o que eu fiz a poucos dias na Play Store e se vc acha esses preços bons imagina eu que comprei street 5 por 85,00, Rise of the Tomb Raider por 87,00 e Halo 5 por 70,00 na saraiva, isso sim é promoção, só idiotas mesmo que nessa pendenga no qual nos encontramos compra jogos por mais que 170,00 que dirá 200 e mais uns trocados, quanto a eu viver na promoções de jogos AAA comprei na Psn brasileira The Witcher 3 por 89,00 Dying Light + The Folowing por 98,00 Project Cars por 69,00 Driveclub 69,00 Fallout 4 por 89,00 Infamous Second Sua por 69,00 Mad Max por 105 na pré compra Soma por 49,00 The Evil Within por 49,00 enfim todos esses jogos acima comprei em promoções da PSN, preços muito bons em Fernando, pra vc ver como não sou idiota de comprar jogos a preços elevados como alguns que vc citou ali encima, mas como tenho as plataformas pra poder passar a realidade das coisas eu tenho que me pronunciar pois vc sim vive numa terra encantada onde só o que a Microsoft faz é o que presta, ainda ali encima vc defendeu o aumento da live e ainda argumentou afim de defender sua querida e amada empresa do seu coração kkk.
            Deixa de ser ipocrita e falar somente do que vc tem conhecimento pois vc fica aqui tentando passar algumas coisas que não condizem com a verdade.
            PS: uma dica, como vc não tem PS4 pesquise mais as coisas e boste menos blz.

          • nETTO. Olha o uso das palavras, sff

        • O preço que vc comprou é promocional e não pode ser considerado, neste momento liguei meu One pra ver se ainda tava neste preço, mas está 179,00 novamente, mas não vou lhe contradizer por isto.

          PS: Mário acho que foi só no Huezil que mudou o preço mesmo.
          PS2: O mais curioso é que eu pesquisei aqui no site da Microsoft pela assinatura de 12 meses e o resultado da pesquisa foi Live por 3 meses por 70,00.

  7. A MS quer fisgar o público pc, com isto, não quer cometer o mesmo erro que cometera anos atrás com a sua loja virtual, fora o fato do pc ter redes onde há muitas trapaças e nenhuma fiscalização, e para finalizar, o público do xbox é oriundo dos pcs, onde possuem um enorme apreço por games multis, e onde a MS domina com grandes apelos como Halo, Gears, Forza, fora o fato de ter uma rede robusta em sua estrutura de servidores. Atrairá o público pc para esta rede, não cobrará mensalidades aos pcistas pelo simples fato de terem concorrência, e ofertas free, algo que não ocorre no sistema fechado como um console. Como atrair e não deixar irritados os consolistas de plantão? Aumentando a quantidade e qualidade das ofertas de games free quando assinante, somado à bem vinda retrocompatibilidade. Sinceramente… Não vejo problema nenhum nisso!

    • Excepto o facto de que o acesso ao multijogador continua a ser pago, para quem compra consola. E há quem não esteja interessado no jogo…

      O melhor seria tornar o multijogador grátis para os dois, dado que se já compras o jogo com o modo multijogador, é um direito teu. E ter a assinatura para quem estar interessado nos jogos… Pelo menos seria mais respeito com o consumidor, em vez de lhe cobrar por algo que não cobra a outros e impingir-lhe algo que ele não pediu…

      Ah, mas espera, isso já exisitiu, na PS3, e pelos vistos, como muitos continuam a afirmar, a qualidade paga-se.

      Mas curiosamente, só paga quem tem consola, porque quem tem PC, tem qualidade grátis e está noutro nível.

  8. Bom dia povo,

    Deixo aqui mais um 180 da Microsoft e direto da Eurogamer ainda por cima:
    http://www.eurogamer.pt/articles/2016-07-07-nem-todos-os-jogos-da-microsoft-para-a-xbox-one-terao-versao-pc

    PS1: Depois de tantos disse-me-disse da Microsoft, acredito mesmo que os caras estão meio perdidos sobre o que devem fazer, pois as noticias dos 180 nos ultimos meses foram aos montes e tem sido assim desde o anuncio do One.
    PS2: Pelo menos este 180 parece algo bom pros consolistas como eu.

    • Interessante, mas podemos supor que as vendas do jogo já eram baixissimas, então…. 6000% pode não ser assim um número de impressionar não é mesmo, por exemplo vamos dizer que vendia em media 500 cópias, agora passou a vender 30.000 um bom aumento é verdade, mas nada impressionante, só o valor % que impressiona.

      • Sim, números são frios, mas gosto da idéia da retrocompatibilidade, penso que foi uma boa jogada da MS.

        • Sem duvida, a retro no One pra quem não apreveitou o 360 como eu é excelente, já ganhei vários jogos e ainda vou ganhar muito mais. Agora comprar jogos antigos eu não compro pois tenho aqui um PS3 jack que me alimenta de jogos antigos.

        • Indiscutivelmente. Em toda a história da Xbox ONE há 3 passos que a MS deu bem dados: reverter as políticas iniciais, a retrocompatibilidade e a Xbox ONE S que só peca por chegar apenas agora (embora talvez não houvesse outra hipótese.)

    • Eu vindo da Microsoft tenho dificuldades em acreditar seja no que for. Infelizmente a empresa está sempre a dizer coisas e a recuar, e depois diz outra vez e recua. Ninguém se entende lá dentro!
      Custa muito dizer isto, mas os casos destes são já tantos que já lhes perdi a conta.

      • Eles querem abraçar o mundo isso sim.
        Querem o gamer dos consoles, mas também querem os gamer do pc. E com isso vai acabar não agradando a todos.
        Eu acredito que nao dê pra fazer os 2.
        Mas vamos ver

      • É, é o que já venho a dizer à bastante tempo… A Microsoft tem falhado desde o momento em que se meteu nisto e continua.

        Atua por reacção, sempre por reacção, sem uma estratégia bem definida. Sempre que dá um passo, volta atrás ou porque está a escutar o mercado, e o que ouve não lhe dá uma direcção, ou por conflito de interesses internos e assim continua a coisa.

        É completamente incapaz de entender o que as pessoas querem e de ir em frente com isso. Está divida entre dois mundos que tenta conciliar à 16 anos, e não consegue. O cómico, é que já há quem, em muito menos tempo, tenha dado passos maiores que ela.

        Reparem, há dias saiu uma notícia na eurogamer sobre a decisão da Microsoft em entrar no mercado das consolas. Pelo que a notícia dizia, a decisão da Microsoft em avançar com a Xbox, não foi nenhuma visão que tiveram para a consola. Foi a pergunta:”E a Sony?”

        E isso esteve patente em algumas coisas, como HD-DVD, que pelo que soubemos surgiu apenas para rivalizar e combater o Blu-Ray, e não pelo criar do produto, um erro que alguns trabalhadores da Microsoft já admitiram, como algo que apenas os distraiu do essencial.

        Tem sido o mesmo com as suas tecnologias: olhem o caso do kinect? O que foi feito dele? A Sony desenvolveu e apresentou o Eye Toy para a PS2, levou-o para a psp, continuou na PS3 onde o combinou com o move, aproveitou essa tecnologia para o DS4 atualmente e irá incorporar isso no VR, onde será essencial. Tem reinventado as suas tecnologias, e desenvolvido novos usos.

        O Kinect está a ganhar pó. Nem periféricos, nem comados nem nada mais que o aproveite. Tudo o que nasceu com ele morreu e assim continua. Não houve tentativas de o reinventar, de tentar novas experiências, nada. Sei que os jogos por movimentos falharam, mas podiam ter uma novas vida de tentassem expandir a experiência.Como a Sony reaproveitou os comandos Move para o VR. Não houve nada nesse sentido. Nada.

        A MS limita-se a repetir as fórmulas que encontra noutros locais mas parece não entender o mercado. Nenhum dos mercados.

        Essa história é mais um volt-face sem sentido, em que dá mais uns passos atrás e continua no meio da ponte sem saber para onde ir. Dividida.

        • Apesar da Micro merecer as criticas hoje em dia, dizer que ela fracassou desde que entrou nesse ramo é exagero, não podemos esquecer as coisas boas que ela trouxe à industria, principalmente aos brasileiros, mesmo pq hoje a Sony só olha pra nós graças à Microsoft, não podemos esquecer que foi ela que popularizou a jogatina online, jogos dublados em pt-br que temos aos montes hj, também é graças a ela, não é pq hj ela está perdida que podemos dizer que ela falhou desde que entrou no ramo.

          • Fernando M., estas críticas não são só de hoje.. extendem-se a todo o historial desde 2001.

            Achas que a Microsoft entrou para ficar em segundo lugar? Claro que não! Ela entrou para conquistar o gaming. Era esse o objetivo. O sucesso da PS2, acordou-a para o potencial do mercado e para o potencial no futuro do próprio Windows.

            Conseguiu? Não. Veio o Steam e fez e com muito sucesso o que a Microsoft falhou em fazer desde o inicio. Tronar o Windows uma plataforma de jogos. Isso que ela agora tenta fazer.

            Agora apenas estamos a ter mais uma vez o reflexo daquilo que a Microsoft sempre fez e tem feito: volt-faces face ao original. Mas isso até seria compreensível, como no caso do DRM. O pior é o resto. O pior é como neste caso, em que tem uma estratégia, e não se mantém nem vai em frente. Olha o caso das funcionalidades TV da Xbox ONE!

            A Sony quando entrou e criou a PS1, viu potencial numa tecnologia (CD)e tinha uma visão de um sistema. E desde então tem sido assim, desde os processadores, ao suporte, às funcionalidades, vê-se claramente nas escolhas feitas, uma visão, uma estratégia, um produto com o qual nos conseguimos relacionar, e que chegamos ao fim e vemos para que servia.

            Eu não consigo chegar ao fim e dizer o mesmo de qualquer consola X-box. A original foi o que foi, a 360 corrigiu muitos erros da anterior, mas mesmo no design, verificamos que, ao contrário da PS3, não foi pensada. Copiou a arquitetura dos PCs, mas dado que a Sony foi pelo Power PC, decidiu ir também atrás. Porque não um Intel como tinha escolhido na geração anterior, ou então AMD?

            O HD-DVD, a inclusão tardia do HDMI, etc. Tudo decisões que foram tomadas para combater a rival, por mera reacção!

            Eu não nego as coisas boas que a Microsoft trouxe. Todos benefeciámos com isso. O pior é esta inacção, esta incerteza que é patente e que nos revelam que a Microsoft cria consolas, só por criar, sem qualquer objetivo, sem qualquer propósito!

            Tem feito muito mais a Valve pelo PC Gaming que a Microsoft. E a Microsoft tinha muitos mais meios de atingir o que a Valve conseguiu e muito mais cedo!

          • Eu não diria nunca que falhou. A Microsoft apenas tem uma visão diferente. Dizer que é melhor ou pior é algo que não se pode fazer. Agora facilmente podemos é perceber que é… diferente.
            A grande crítica que faço à Microsoft não é no sentido da sua direção, é no facto de para se dirigir para lá não ir em linha recta, com curvas e mais curvas e mesmo com partes do percurso a serem feitas para trás.

          • Pois o problema é esse: qual é a visão da Microsoft?

            Unir Xbox e PC num só? Valorizar o PC gaming? Criar a melhor consola de sempre?

            É que são coisas diferentes e incompatíveis. Ou aposta no PC, e torna-o mais acessível, ou na consola. Não pode fazer os dois. Se os exclusivos vão para o PC, perde a consola. Se se fecha na consola, perde o PC.

            E anda nisto, para trás e para a frente, sem se definir.

            Está nisto há mais de uma década e ainda não sabe o que fazer. Em contra partida a Valve e a AMD decidiram dar um enorme passo em frente e fazer aquilo que se esperava que a Microsoft tivesse feito.

        • Olha, não vejo assim não Bruno…

          No desenvolvimento do primeiro X-box,a equipe tinha sim uma visão definida, mas ao apresentar ao Bill Gates ele odiou…Ficaram horas tentando convencê-lo da ideia do console… Quando falaram da Sony, aí ele se mostrou mais interessado, e deu sinal para o projeto…Curioso é que não reclamam quando o Playstation foi criado pra combater a Nintendo…

          O HD-DVD não é da Microsoft. Ela nunca investiu em mídia de backup… O HD-dvd é da Toshiba, criado como alternativa ao blu-ray… O que restou a Microsoft foi apoiar um lado ou outro, mas sem apoiar radicalmente, tanto que o HD-DVD para 360 foi lançado como add-on, algo completamente à parte.

          Sobre a experiência do Eye-toy, que segundo sua visão a Sony foi adaptando até chegar a VR, e que a Microsoft não fez nada parecido em aproveitar a experiência com o Kinect, eu acho que você esqueceu do Hololens…

          A Microsoft se limita a copiar, e a Sony tudo que faz é original, sem pensar na concorrência com a M$? Sei não… PSN foi uma resposta a Live.. Um Playstation fácil de desenvolver(PS4) foi uma resposta ao 360…Troféus em resposta aos achievements…Entre outras coisas…

          Sem dúvidas que a Microsoft parece bem perdida nessa geração, mas não acho certo colocar como se tudo que tivessem feito fosse errado ou copiado…

        • Marckos, a Sony entrou numa parceria com a Nintendo para o desenvolvimento de uma nova consola. Não é o mesmo que chegar e encomendar uns chips à samsung – estamos a falar da produção em conjunto de um produto. E quis entrar no negócio dado que a Nintendo já estava a utilizar tecnologias da Sony em grande escala, e já a tinha usado numa consola anterior.

          Depois foi a confusão que se sabe e a Sony não deixou morrer o projeto – foi em frente, teve visão de mercado, criou um sistema capaz, e entrou na história por revolucionar os videojogos ao democratizar a consola e torná-la em algo mais que um produto de nicho. Apostou em novas tecnologias (nomeadamente o 3D) e novos franchises, que ainda hoje estão na história.

          A decisão da Microsoft em avançar com o desenvolvimento da Xbox foi, como tu bem disseste, o sucesso da Sony. Não considero que fazer uma consola apenas para tentar entrar num mercado, motivado pelo sucesso dos outros seja uma boa política, embora seja muito comum. É preciso também ter visão e saber desenvolver bem o produto. Nem tudo o que a Microsoft fez foi mau, nem me estou a referir às consolas em si, mas à estratégia global da companhia e na forma como adoptou e incorporou a Xbox no panorama global do que faz. O que é a Xbox na família Microsoft? O que significa ter uma consola produzida pela Microsoft? Basicamente, é teres uma consola como se a Phillips decidisse e entrasse na brincadeira!

          A Microsoft desenvolveu em conjunto com a Disney o HDi, uma camada interatividade para o HD-DVD, uma versão do Adavanced Content que foi definida pelo Forum DVD que esteve por trás do formato. Basicamente, era um modelo para a execução do código que definia a reprodução dos filmes e a interatividade dos menus com o utilizador, definindo também como é que o conteúdo do HD-DVD era percebido pelo sistema.

          Chegou a haver uma altura em que a HP, já depois da Microsoft ter anunciado o apoio ao HD-DVD, chegou a negociar a implementação do HDi no Blu-Ray algo que foi recusado. Nada impediu a própria Microsoft de escolher suportar o formato do Blu-Ray, dado que a Sony era apenas uma entre 9 responsáveis pelo desenvolvimento do formato havendo outros parceiros na corrida. Mas escolheu não o suportar e em vez disso suportar o HD-DVD, e o seu HDi.

          Tinha definitivamente interesse na generalização do formato e no entanto, o mesmo foi apenas adicionado como extra à 360, e não como suporte (o que até poderia ter facilitado a vida a todos).

          O Hololens adopta o Kinect? Bem até pode ser que adopte alguma da tecnologia dado que usa câmeras, mas até agora o dispositivo tem estado desaparecido, e não podemos ter certeza.

          Mas não é a isso que me estou a referir. Estou-me a referir ao investimento no dispositivo e ao reaproveitamento da tecnologia. Enquanto a Sony desenvolve uma coisa e segue em frente reinventando, a Microsoft desenvolve e agora está como pisa papeis.

          Eu não estou a dizer que a Microsoft se limita a copiar, isso todas fazem. E assim é que se aprende e melhora daí a vantagem de haver concorrência. Não há nada de errado nisso. Mas há que saber pegar nisso, incorporar e inovar, ter uma visão de produto e tentar melhorá-la.

          O que digo é que a Microsoft se limita a reagir, sem atuar. Nasce a Xbox por causa da Sony, tira-se o DRM por causa da Sony, adiciona-se o HD-DVD pelo Blu-Ray, adiciona-se o HDMI mais tarde, partilham-se os exclusivos por causa da Valve, retiram-se os exclusivos, chega a box tv, vai a box tv… percebes onde quero chegar?

          Não há uma vontade de continuar e avançar em frente, de reinventar conceitos (a partilha dos jogos entre membros da família e amigos não era um ponto mau do DRM – porque nunca mais foi revisitado?). O que eu estou a tentar dizer é que não há trabalho sobre os projetos – tudo o que trás é apenas um modelo daquilo que já resultou noutro lado (sim, incluindo o online), e quando tenta algo que não resulta, deita fora.

          Por isso, é está há 10 anos para fazer o que a Valve fez em menos tempo.

Os comentarios estao fechados.