Jogos a chegar em 2018 que passaram despercebidos: Biomutant

Biomutant é um RPG de acção a ser publicado pela THQ Nordic, e que está a ser desenvolvido pelo estúdio sueco Experiment 101, que conta na sua equipa com membros da Avalanche Studios que colaboraram em Just Cause e Mad Max. É um épico de fantasia científica, em que, na pele de um gauxinim mutante perito em artes marciais e no manejo de uma espada, temos que salvar toda a vida de um desastre natural.

No mundo de Biomutant, toda a vida depende de uma árvore – a Árvore da Vida. Esta árvore tem cinco raízes distintas que alimentam todas as formas de vida. Quando óleo tóxico sobe das profundezas da Terra, é nosso dever entrar em acção e salvar as cinco raízes, e toda a vida, da extinção (pelo caminho, devemos também derrotar uma criatura enorme e monstruosa que está neste momento a roer a árvore pelas suas raízes). Existem, neste mundo, seis tribos distintas, que divergiram de uma população ancestral. Três delas querem salvar a árvore da vida e outras três não estão para aí viradas. Nós desempenhamos o papel de um guaxinim mutante e biónico perito em artes-marciais e armas de fogo que irá ter pela frente a missão de unir todas as tribos e eliminar esta escuridão que agora ameaça o nosso mundo. Nem que os tenhamos que convencer montando uma mão mecanizada. É esta a permissa louca que está na base de BioMutant.

Ao lado de Darksiders III (de que já falamos aqui anteriormente), este é o outro grande projeto a avançar pela mão da THQ Nordic (a antiga Nordic Games, que surgiu dos escombros da THQ) e que, supostamente, chegará este ano. Apesar de ainda serem raras as informações quanto à história e background, o jogo chama a atenção pelos seus visuais coloridos e ricos em detalhe. É o primeiro jogo do estúdio sueco Experiment 101, fundado por antigos membros da Avalanche Studios que colaboraram em Just Cause e Mad Max.

Descrito como uma fábula de kung-fu pelos diretores, em Biomutant podemos costumizar à vontade o nosso personagem com partes robóticas, mutações, armas (desde espadas samurai a metralhadoras), tal como num MMO. Além disso, ao longo da aventura será possível proceder à criação e costumização de novas armas. A experimentação será fundamental para se perceber quais as melhores combinações para enfrentar os inimigos, de modo a tornar a experiência o mais divertida e fluída possível. O jogo é em terceira pessoa, combinando o jogo de plataformas com um combate em que se mistura o corpo-a-corpo em artes marciais, luta de espadas e o disparo de armas.



A exploração é um grande componente de Biomutant. O mundo do jogo pode ser atravessado a pé, através de mechs, balões de ar, jet skis e até teremos disponível um Disco Voador. Haverá 3 mundos individuais, um submundo, e, por alguma razão, haverá também um sistema solar em miniatura à nossa disposição.

Eis o primeiro gameplay:

Biomutant será lançado para PC, PS4 e Xbox ONE ainda este ano (supostamente).



Posts Relacionados

Readers Comments (6)

  1. Que jogo legalzinho! Nem sabia que existia, pelo que eu vi no vídeo e pela sua descrição, parece bem divertido e com conteúdo razoável.
    Será que é o primo do Rocket de Guardiões da Galáxia?! 😁
    Vou aguardar, já tá na lista.
    Valeu Mário, nem tinha ouvido falar mas achei interessante.

  2. Outro jogo(que era pra ter sido lançado em 2017, mas acho q esse ano sai)que pode passar despercebido e que merece atenção eh o Call of Cthulhu the videogame,eu não sei vcs mas eu gosto bastante da lore e do universo criado por Lovecraft apesar do título ” the video game” ser uma maldição já que nenhum jogo com esse título foi bom vide Rambo the videogame

  3. Me interessei por esse jogo desde o trailer

Os comentarios estao fechados.