Kim Dotcom diz que o seu serviço de armazenamento na Cloud, o Mega, não é seguro.

Kim Dotcom resolveu criar o seu serviço MEGA para oferecer algo seguro aos seus clientes. Mas agora ele acredita que o serviço deixou de ser seguro.

A vida de Kim Dotcom mudou muito nos últimos anos. Possuidor do MegaUpload, viu a sua casa ser alvo de um RAID da polícia em 2012, onde foi preso e lutou contra as autoridades com acusações de pirataria.

Vendo-se livre das acusações, e querendo oferecer aos seus clientes um serviço seguro onde o próprio Mega não tivesse forma de saber o que estava no conteúdo de cada conta, criou o MEGA, um serviço de armazenamento na Cloud.

Mas agora, Kim acha que o serviço deixou de ser seguro e explica porque motivo o mesmo deve deixar de ser usado.

De acordo com Kim Dotcom várias situações conspiraram para lhe retirar o controlo do MEGA. Por questões legais relacionadas com o Mega Upload ele acabou mesmo por passar todas as acções do serviço para a sua esposa, sendo que esta está agora em vias de se separar dele.

Dotcom refere que agora o Mega foi adquirido por um investidor Chinês naquilo que considerou como uma aquisição hostil. Mas mais do que isso, o Governo da Nova Zelândia considerou a aquisição ilegal ficando no controlo das acções e como tal no controlo do Mega. Daí que com o Governo a poder usar o serviço como quiser, Dotcom acha que o mesmo deixou de ser seguro para os seus clientes.

O MEGA veio a público negar tudo, ficando no ar a dúvida. Mas o certo é que Dotcom planeia um novo serviço concorrente já para o ano que vem.

 

 

Publicidade

Posts Relacionados