Kinect custa quase tanto a produzir como a Xbox One.

Um suposto funcionário da Microsoft ligado ao desenvolvimento da Xbox One, explicou o motivo pelo qual a Microsoft necessita que o Kinect seja um sucesso. O seu custo.

 Xbox1-m

Um post no Reddit foi iniciado por um indivíduo que se afirma como fazendo pate da equipa de desenvolvimento da Xbox One. Este senhor que provou aos moderadores do forum ser um membro legítimo dessa equipa, preferiu manter-se anónimo una vez que revelou informações importantes.

E nessas revelações incluía-se o facto da importância do sucesso do novo Kinect para a Microsoft e o motivo pelo qual o mesmo é obrigatório.

Assim a Microsoft quer impor o uso do mesmo a todos os criadores e forçar o seu uso em todos os jogos criados para a Xbox One. O seu modo de funcionamento será parte integral da experiência Xbox One e isso só será percetível após o lançamento da consola.



No entanto a principal razão pela qual o mesmo tem de ser bem sucedido é o seu custo. E de acordo com este senhor, o seu custo é quase tanto como o da consola é si. Daí que caso o mesmo não tenha uso teria sido uma enorme perda de dinheiro a inclusão do mesmo com a consola.

Esta situação explica os motivos pelos quais a Xbox One custa 499 euros e a PS4 399 euros. A Microsoft não quer absorver os prejuízos e irá colocar o custo no cliente. Pelo mesmo motivo, a não ser que haja alteração na política atual da Microsoft, dificilmente o preço da consola descerá rapidamente.

Na nossa opinião esta situação mostra aqui mais um erro de marketing da Microsoft. Tal como a Wii se mostrava inadequada para ser jogada em todo o tipo de jogos com os controladores de movimento, o Kinect não será a ferramenta ideal para tudo. Vejamos exemplos como Battlefield 4 ou mesmo o Ryse, no qual o Kinect não foi usado, como é que a Microsoft pretende implementar o Kinect nesses jogos?

Já o dissemos que o Kinect poderá ser a forma da Microsoft compensar as diferenças de performance da Xbox One face à PS4, mas para tal terá de investir em estilos de jogo diferentes, e tal como a Wii criar um mercado paralelo. Mas usar o Kinect em jogos tradicionais, parece algo pouco praticável.

E criar situações que são apenas sistemas de controlo alternativos parece meio caminho andado para na maior parte dos jogos o Kinect ficar apenas a ganhar pó.



Posts Relacionados