Kinect está agora morto e enterrado

Desde a Xbox One S foi removida a porta Kinect, pelo que o seu uso requeria um adaptador que durante algum tempo até era fornecido de graça. Mas agora, se tens uma nova Xbox One X ou S e queres jogar os jogos Kinect da tua One original, esquece! O kinect morreu, está enterrado e o adaptador que permitia a ligação não se fabrica! E isto é uma atitude de falta de coerencia da Microsoft.

Esta noticia é uma que não podia deixar de ser dada, especialmente dado todo o que o Kinect trouxe consigo.

Em 2013 a Microsoft trazia a sua consola Xbox One para o mercado,  tendo sido vendida mais cara do que deveria porque trazia um Kinect obrigatório com ela!

Esta foi uma situação que criou revolta a quem comprou a consola, até porque o Kinect nunca foi visto com bons olhos e ninguem o queria verdadeiramente. Mas a Microsoft não desarmava, e basicamente dava a entender que “o Kinect era a Xbox e a Xbox era o Kinect”. Ou seja, ambos tinham sido concebidos em conjunto e ambos eram parte daquilo que era a consola.

Na realidade isso nunca foi como o apregoado! E devido às baixas vendas da consola pelo acréscimo do preço, a Microsoft retirou o Kinect. Mas não sem antes ter alegando que tal seria um trabalho dantesco pois ambos os produtos tinham sido concebidos no seu núcleo para funcionarem em conjunto. Curiosamente foi apenas umas semanas depois dessas declarações, que o Kinect foi removido dos pacotes, descendo assim o preço da consola.



Apesar de muito nos terem criticado por em 2013 querermos que o Kinect fosse removido uma vez que não lhe víamos valor acrescido, e acreditarmos que este estava a prejudicar as vendas pelo acréscimo de preço (o que se confirmou), a realidade é que pouco mais de quatro anos depois, não só o Kinect efectivamente deixou de ser vendido com a consola, como deixou de ser produzido, o suporte ao mesmo acabou, e agora de forma oficial, o adaptador que existia que o permitia ligar a consolas como a Xbox One X, deixou de ser fabricado e, pela falta de stocks, vendido.

Eis as declarações da Microsoft:

After careful consideration, we decided to stop manufacturing the Xbox Kinect Adapter to focus attention on launching new, higher fan-requested gaming accessories across Xbox One and Windows 10.

Mas uma coisa era querer-se que o Kinect fosse removido da consola, descendo o seu preço e permitindo que apenas quem realmente estivesse interessado nele o comprasse, outra é que ele fosse morto e enterrado! Aliás na altura éramos da opinião que ele devia ser facultativo, mas que devia igualmente ser o factor diferenciador da Xbox: Explorado ao máximo, sempre de forma opcional, mas trazendo novas e inovadoras formas de interacção que melhorassem ou trouxessem nova jogabilidade, e que fossem o factor de distinção da Xbox. Isso não aconteceu!

Recordemos que no início da geração a Microsoft OBRIGOU todos os que adoptaram a consola a comprarem o Kinect. A consola foi vendida como possuindo o Kinect como parte relevante!

Mas fosse ou não assim, mesmo com a quebra, ou mesmo morte do suporte, a realidade é que este é um periférico desta geração, e com jogos no mercado que o suportam.

Perante um produto que foi forçado com a consola e não comprado de forma opcional, a Microsoft tinha a obrigação de suportar o periférico até ao final da geração! Ele não só faz parte dela como foi inicialmente vendido como sendo parte integrante da consola!



Numa altura em que a Microsoft apregoa como porta estandarte que a retro compatibilidade da Xbox One X e Xbox One S com a Xbox One original é total e que todos os periféricos da One são suportados nas novas consolas, a realidade é que, perante o termino do fabrico deste adaptador, tudo que envolve o Kinect deixa de o ser.



Assim a compatibilidade entre a S, X e One. perante a impossibilidade de se poder adquirir o adaptador, deixa de existir, pelo menos para os seguintes jogos:

Air Guitar Warrior
Beatsplosion for Kinect
Blue Estate
Boom Ball for Kinect
Boom Ball 2 for Kinect
Dance Central Spotlight
Draw A Stickman: Epic
Fantasia: Music Evolved
Fighter Within Ubisoft
Fru
Fruit Ninja Kinect 2
Just Dance 2014
Just Dance 2015
Just Dance: Disney Party 2
Kinect Sports Rivals
Kung Fu for Kinect
Rabbids Invasion: The Interactive TV Show
Roblox Hong Kong
Shape Up
Squid Hero for Kinect
Zumba Fitness World Party

Basicamente isto é mais uma quebra de confiança no consumidor. Ninguem estava a pedir jogos novos para Kinect, mas o mínimo que se pedia é que o produto continuasse a funcionar em todas as consolas desta geração. Que se permitisse que, para quem se decidisse a fazer um upgrade para uma S ou uma X, o aparelho que custou 100 euros e que foi forçado a ser comprado (150 euros para quem o comprou opcionalmente), continuasse a justificar o investimento feito nele e nos jogos, mesmo que para isso tivesse de se adquirir o adaptador.

Mas as frases da Microsoft mostram tudo. O Kinect vendeu mais de 30 milhões de unidades na Xbox 360, e por isso a Microsoft viu nele uma mina para ganhar dinheiro. Agora já não é assim, e não interessa! Isto ignorando que na Xbox One ele terá vendido pelo menos uns 4 milhões, em conjunto com a consola original. E esses 4 milhões, que a 100 euros cada um, representaram um investimento de 400 milhões de dólares gastos pelos consumidores, que entraram nas contas da Microsoft que tanto suporte lhe prometeu, são agora um produto que, mesmo a geração ainda continuando, está morto e enterrado.

Recordemos o que disse Phil Spencer quando o Kinect foi removido da consola:

Tenho uma Xbox com Kinect, a tem comandos de voz e controlo por gestos. Devemos esperar ver novas características fora do jogo com o Kinect?

Spencer: Claro. Essa é a melhor experiência. O que vocês possuem é o que eu penso ser a expeiência Xbox completa. Investimos muito dinheiro no Kinect. Vou continuar a investir nele pois penso que é uma parte critica da nossa plataforma.

Isso tambem se estende aos jogos? Sei que para jogos de musica e fitness ele é preciso, mas e os jogos onde os comandos de voz e gestos são uma caracteristica de bonus.

Spencer: Sim. Absolutamente. Não quer dizer que que o vamos solidificar à caixa e dizer “Kinect! Kinect! Kinect!”. É mais uma parte de um todo de uma plataforma que alguém usa. É parte da experiência de jogo.

Fonte

Perante tudo isto, não podemos deixar de notar que antes da remoção do Kinect, este era propagandeado como sendo parte da experiência Xbox! Depois passou a ser propagandeado como sendo parte da experiência do jogo. E agora sabemos a realidade… que foi apenas uma má experiência na carteira de quem o comprou!