Latencia do ecrã do iPhone não tem paralelo no mercado

A tecnologia da Apple é cara. Mas quanto mais sabemos sobre ela mais nos apercebemos que o que é pago é efectivamente qualidade.

Benchmarks à muitos, mas o TouchMarks 1 é relativamente desconhecido. E isso porque não mede a performance do CPU que as pessoas consideram ser o mais importante, mas sim outras performances.

Este benchmark utiliza código open source e mecanismos software e hardware para medir a latência dos ecrãs, ou seja o tempo decorrido entre o toque no ecrã e a resposta do sistema.

E os resultados deste software são impressionantes, mostrando que o único concorrente aos mais recentes ecrãs da Apple é a Apple com os seus velhos ecrãs.

Touchlatency (1)

Recentemente tivemos a possibilidade de falar do processador do novo iPhone 5S, que mesmo mantendo-se dual Core bate a concorrência mesmo com processadores octa-core. E agora mostra-se que a latência dos seus ecrãs são esmagadoramente mais baixas com os melhores concorrentes da Apple a possuírem latências de mais do dobro. Se o problema é o software ou o hardware não é explicitado, mas quem diz que a Apple não inova certamente não está a ver bem a plenitude da cena.

 



Posts Relacionados