Maior problema da Nintendo é a… Apple!

E não é pela competição no mercado dos dispositivos móveis… é pela competição no fabrico do hardware, com ambas as empresas a lutarem pelas mesmas fábricas.

É curioso que a atual grande batalha da Nintendo não seja contra outros fabricantes de consolas. É contra a Apple. E o motivo é que esta empresa está a absorver muitos dos componentes que a Nintendo precisa para a sua consola Switch.

A Nintendo solicitou a produção de cerca de 18 milhões de consolas Switch até Março de 2018, o que parece ser um valor um pouco optimista. Seja como for a capacidade da industria em fornecer grandes quantidades de componentes é problemática devido à grande quantidade de smartphones e tablets no mercado. E dado que a Switch, ao ser basicamente um tablet, ela partilha muitos componentes com eles, como é o caso das memórias flash NAND, os ecrãs de cristais liquidos e outros componentes.

Particularmente no que toca às memórias NAND a procura é enormemente superior à oferta e isso deve-se manter por algum tempo, e nesse aspecto a Apple está a aplicar pressão junto dos fabricantes para que elas não faltem para o seu iPhone 7 e particularmente o seu próximo iPhone de 10º aniversário.
Ora perante a pressão deste gigante, a Nintendo pode ter problemas em encontrar fabricantes para as suas NAND. A Apple é um dos grandes compradores e não pode ser ignorada, os Data Centers compram peças que dão mais lucros e como tal também tem preferências, e os fabricantes de smartphones criam encomendas superiores às da Nintendo, e isto coloca a empresa no fundo da lista.
A única possibilidade da Nintendo seria pagar mais pelos componentes, mas isso subiria o custo da consola que a a Nintendo quer vender com lucro.
Publicidade

Posts Relacionados