Mais uma vez, e pelo segundo mês consecutivo, a Xbox One vendeu mais que a PS4 no Reino Unido

Xbox_One_S

A situação não é surpreendente. As políticas da Sony de distribuição dos seus exclusivos pelo ano tem dado frutos, mas a concentração de títulos de qualidade da Microsoft no final de ano também tem dados os seus frutos.

A Microsoft anunciou que a Xbox One foi a consola mais vndida no Reino Unido em Outubro.

Esta situação não pode deixar de ser assinalada, pois se o mês passado foi algo inédito nesta geração com a Xbox One a vencer pela primeira vez na sua história neste mercado, este segundo mês consecutivo mostra um crescendo da consola digno de registo.

E se em Setembro a Xbox One apenas vendeu mais 1500 unidades que a PS4, em Outubro esse número subiu para 25 mil. Um valor que lhe deu 56% do mercado face a 42% obtidos pela PS4.

O aumento das vendas tem vindo a verificar-se desde o lançamento da Xbox One S que foi lançada com um Bundle do Fifa 17, o jogo mais popular neste mercado.

Com o lançamento de jogos de elevada qualidade como Forza Horizon 3 e Gears of War 4, bem como a parceria da Microsoft com a EA para Fifa 17 a One tem vindo a ser popular e com bastante procura.

As hipoteses da Sony voltar a inverter a situação só ocorrerão mais para o final do mês com o lançamento da PS4 Pro que se encontra a segurar as vendas da consola (A sony revelou já o mês passado que está agradavelmente surpreendida pelas pré-reservas da Pro no Reino Unido). E esta consola surge acompanhada de dois jogos onde a Sony possui parcerias, Watch Dogs 2 e Call of Duty: Infinite Warfare.

Vamos ver perante esta realidade como se comporta este mercado, mas o certo é que a nível de jogos 100% exclusivos para este Natal, a oferta da Sony fica a dever muito à qualidade e excelência de Gears of War 4 e Forza Horizon 3, pois mesmo que The Last Guardian seja um bom jogo, a nível técnico e gráfico não compete com os títulos Microsoft.

Na data da escrita deste artigo desconhece-se ainda dados para o mercado Norte Americano no mês de Outubro onde, pelos mesmos motivos, não nos admiraríamos se a vitória voltasse a ser da Microsoft.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (20)

  1. Até natural por dois fatores: Muitos estão esperando o lançamento do ps4 pro, por isso não compraram o ps4, e realmente os exclusivos recentes do one vendem consoles. Agora uma pergunta que não quer calar… O Scorpio será nova geração???

    • A nível de hardware tem tudo para ser… Só não será por políticas da Microsoft.
      E aqui desculpem-me, mas isso é algo que não me assegura nada e nem me tranquiliza dada a história de mudança de políticas recente da Microsoft que mudou mais vezes do que o vento.
      Por exemplo, a Microsoft inicialmente veio dizer que não haveria qualquer diferença entre as consolas a nível de exclusivos.
      Mas depois veio dizer que isso não seria bem assim, e que haveriam títulos VR exclusivos da Scorpio.
      Resumidamente, a consola ainda não saiu e as declarações da Microsoft já se alteraram. Daí que com um CPU e um GPU que se distinguem claramente da One, não estou a ver que a consola se limite a ser apenas uma Xbox mais rápida.

      Mas isto é apenas aquilo que vocês chamam de achismo. Só o futuro dirá o que aí vem. Agora não acredito que alguem que compre uma Scorpio com 6 Tflops e um CPU perfeitamente capaz, se contente em ter jogos Xbox a 4K não querendo jogos 1080p com níveis superiores.
      E isso é algo que os possuidores da Pro não deverão pedir, pois os limites da PS4 aplicam-se à Pro. Ou seja, a consola pode melhorar um pouco o grafismo, mas nada mais!

      • Luciano S. Carvalho 3 de Novembro de 2016 @ 11:28

        Concordo totalmente, eu pelo menos jamais compraria um novo console somente para ter mais pixels.

    • Acredito que Sim, hj phill disse que o mesmo não vai ficar limitado pelas limitações do One, então podemos esperar jogos muito melhores e até exclusivos.

  2. Sim! Tb concordo! E as últimas declarações de Phil Spencer veio colocar mais dúvidas no ar… Sinceramente, tá na cara que o Scorpio será nova geração não só pelo hardware( como afirmado por ti, Mário) , mas tb em conteúdo. Gostaria que essas empresas respeitassem mais seus consumidores, porém é algo cada dia menos comum!

  3. Concorrência é sempre muito bem vinda, espero que a Nintendo volte com tudo, é uma gigante adormecida que pode acordar não tenho duvidas!

    Dificilmente as empresas vai respeitar os consumidores, se os próprios consumidores não se respeitam, defendem uma marca x,y ou z, e nenhuma dessas oferecem nada de graça!

    Eu sou muito fã de jogos, mas esse meio é um dos lugares mais sujo que existe!

    Sony veio com salto alto no lançamento do PS3 e teve que correr atrás se não me engano ficou uns 2 anos vendendo PS3 no prejuízo, deixou o Xbox crescer por causa do salto alto e prepotência que teve.
    Depois correu atrás do prejuízo, e lançou excelente jogos, os últimos dois anos, foi um bombardeio de jogos exclusivos sensacionais…

    A Microsoft que no seu primeiro Xbox na minha opinião era carta fora do baralho, mas com o 360 cresceu e ficou pau a pau com o PS3, tinha tudo para continuar assim ou ser até melhor do que PS4, afinal a MS tem mais dinheiro pode arriscar mais…

    Porem lançaram Kinect que era obrigatório, querendo impor regras de ficar online, um desastre horroroso vergonhoso..
    Como o mercado reagiu negativamente começou a dar bola dentro, com jogos exclusivos de qualidade, retro compatibilidade.
    E claro perdeu bastante dinheiro também vendendo Xbox One sem ter lucros, apenas para não ficar empacado, porque se na própria casa deles EUA estavam sendo surrado, alguma coisa de errado tinha.
    Agora com Xbox S, exclusivos, e acima de tudo confiança, sim confiança no Xbox não na MS, devem estar tendo algum retorno financeiro.
    Mas por dentro o ego deles em saber que o PS4 está com quase dobro de vendas, deve ser difícil de engolir os números…

    Agora a Sony como esta na liderança suprema, mesmo o Xbox S, vendendo mais, e isso é muito bom, mas no geral o PS4 tem quase o dobro.
    Ai que complica, a Sony não é nem sombra do que foi no seus últimos dois anos de vida do PS3, tem exclusivos claro, mas não é nem sombra do que poderia ser, e a Plus então que desastre que é aquilo jogos ruins que muitas vezes não vale o espaço do HD.

    Lançar um console Slim piorado do que da versão normal, lançar a PS4 pro, que não tem nada de especial.
    Se anunciasse o PS5 para 2018 seria muito mais vantagem, mas é incrível, quem está na liderança sempre faz cagada, inclusive a Nintendo..

    E o pior de tudo existe Xbox mil grau, Psn só os top, youtubers que são pagos para falar bem, sites que da nota 4 em um jogo onde 90% deu nota 9,10.
    Pessoas que defendem uma marca como se fosse parte da família.

    Para finalizar, como já disse comprei um Xbox One, fui por meu fone Turtle beach, não estava conseguindo, fiquei sabendo que precisa de adaptador, um pedaço de plástico que custa 100 reais http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-765596406-headset-adapter-adaptador-fone-de-ouvido-xbox-one-importado-_JM, e agora fizeram um controle com entrada P2…
    Porque já não lançaram controle com P2, claro melhor lançar um pedaço de plástico separado por 100 reais para por mais dinheiro na sua fortuna.

    E ainda existe pessoas que defende empresas X ou Y.

  4. Merecido. Atualmente entendo ele oferecer uma proposta de valor muito interessante e chamativa, e mesmo com o ps4 pro no mercado, acredito ele continuar sendo competitivo em grandes mercados até a chegada do Scorpio.

    Aliás, estou bastante cético quanto ao ps4 pro, não espero grande adesão das massas como se tem alardeado em alguns lugares. A evolução proposta em relação ao ps4 standard é muito pouco palpável e comunicável para o jogador menos entusiasta, sem contar que o ps4 já conta com uma base razoavelmente grande de jogadores. Aposto mais no Switch como um produto de massas, seja no preço, seja na proposta adaptável à um perfil maior de consumidores.

    Com relação ao Scorpio, embora possa ser considerado um console 0.5 de “geração”, ele propõe um salto mais substantivo em relação ao Xbox One, com um status de produto realmente novo, e isso pode pesar em favor dele. Não vejo isso no ps4 pro, e entendo que a Sony deva tomar cuidado, pois basta lembrar que o wii foi um sucesso absurdo, mas que seu sucessor wii u foi a antítese disso. Claro que as questões eram outras, mas enxergo similaridades, como usar o mesmo nome e um certo comodismo e comunicação morna, confusa.

    Nem vou entrar em questões políticas das empresas, porque vejo cada presepada da Sony para com o jogador brasileiro, embora ainda veja coisas questionáveis da Microsoft também, mas em menor medida.

    • jairo vc é BR? Vi um outro Jairo comentando um outro site, acho que é gamehall.

      • sou Br sim. Lembra em qual notícia? Eu acesso quase todo dia, mas poucas vezes comentei lá, uma delas foi numa notícia do Sonic Mania hehe.

        Essa internet é pequena né hehe.

    • Jairo, concordo contigo! Só um adendo: Falando de especificações, me parece que o Scorpio não será upgrade, e sim, uma nova geração. Creio que não se chamará de one tb! Abraços…

    • Achas que pesa a favor? Como assim?
      Uma consola que tem potencial para quebrar os laços com a anterior, anunciada com 3 anos de vida e lançado com 4.
      Mas tu pensas em ti e no valor pelo dinheiro (que te custou a ganhar) do produto que compraste, ou nas finanças da Microsoft?
      Sinceramente não consigo perceber qualquer defesa à Pro, mas muito menos à Scorpio. Se num dos casos entendo que é uma aberração que não devia existir por trair quem adoptou inicialmente o produto e o tornou um sucesso, quebrando o conceito de hardware único, no outro caso vejo isso tudo e ainda mais. Um produto com potencial para abafar o anterior e anunciado sob a forma de produto paralelo. Género um presente envenenado!

      Eu olhe por onde olhar vejo nestas duas consolas algo que preferia que nunca existisse. E isso perdoem-me, mas por muito isento que tente ser aqui, aceitando a realidade do mercado tenho de dizer pois tenho consolas desde que me lembro, e sempre adorei o seu conceito. Nenhuma devia existir e nesta fase não pretendo apoiar absolutamente nenhuma.

      • Tudo o que você falou foi o que eu falava semanas atrás, onde na minha opinião o Scorpio será uma nova geração, porém alguns me disseram que não, só será um One p/ jogar 4K.

        Em uma discussão com outro leitor eu afirmava que seria mais fácil para a MS dizer que o Scorpio é uma versão melhorada do que dizer que é uma nova geração 4 anos após o One, que tem(teria) a promessa de durar 10 anos.

        Mas é como digo, “somente o tempo dirá”. No dia que aparecer um exclusivo para o scorpio logo terão uma desculpa. Aliás já arrumaram(os defensores do Scorpio) uma desculpa para os possíveis exclusivos VR. Para mim se ele consiste em ser um One então os VR também deveriam sair para o One, assim como os VRs saem p/ PS4 e Pro.

      • Mário, respondeu a mim? Se foi, quero deixar bem claro que não gosto de nenhuma das duas propostas, e sempre critiquei aqui! O que concordei com o Jairo foi a opinião dele sobre serem produtos diferentes, e de alguma forma o Scorpio aparentar ser mais atraente para o consumidor por ser algo novo, mas não atraente pra mim. Não esqueçamos que a MS já teve uma geração de 4 anos, xbox original de 2001 a 2005, ou seja, não seria novo da parte dela, mas menos injustificável hj do que na época, pois hj o one vende bem, no primeiro xbox, ele não vendia tão bem. Sei que a MS vai usar a desculpa esfarrapada do avanço tecnológico, mas ao meu ver,ou pelo menos pra mim, não cola!

  5. Pra resumir o que penso Mario: Se é pra lançar um novo console no mercado, proponha um salto que se faça justificar, se faça valer a compra. Penso desta forma desde que era criança jogando em consoles. Mesmo que esse tal console estivesse além do meu alcance financeiro, pois sabia que uma hora ou outra iria ter oportunidade de comprar.

    Mas quero ver na prática tudo isso. Eu nunca liguei pra essa coisa de geração, sempre procurei aproveitar o dia a dia do console e seus jogos, e é nesse dia a dia que eu fui construindo minha biblioteca e experiência de usuário com cada console. Não preciso pegar tudo no lançamento e nem acompanhar tudo o que o mercado oferece de imediato, mas no caso de eu ter vontade de adquirir outro aparelho, que este ofereça uma diferença tangível, e não falo só na questão gráfica, mas em recursos gerais do aparelho.

    Eu tenho 1 ano e 4 meses com o Xbox One, e planejo ficar mais 2 anos, então até lá posso curtir o Xbox One numa boa, tenho pelo menos 30 jogos ainda pra comprar, sem contar os outros que estão por chegar. Então nem preciso sofrer antecipadamente, em 2 anos muda muita coisa, inclusive concepção de produto.

    De todas as propostas de novos consoles, a que me agradou mais foi a Switch, pois ela amadurece conceitos que já foram vistos lá atrás, investindo numa jogatina adaptável. O Scorpio vem a seguir, por propor um salto maior, dando continuidade ao bom trabalho da M$ com o Xbox one, mas vou aguardar a e3 para formar uma opinião melhor acerca do console. Já o ps4 pro, esse eu realmente não tive o menor interesse. Mas é só minha visão pessoal das coisas, estou aberto ao diálogo e contraponto.

    • Eu na minha resposta ontem não fui claro. Era tarde e ia-me deitar.
      1- quando disse que não iria supurtar, falava de comprar ou recomendar. Não deixarei de falar delas e das suas realidades aqui, pois a decisão sobre cada produto é de cada um e sinto que a minha postura na página não pode ou deve influenciada pelo que pessoalmente acho.
      2- eu nada tenho contra as gerações. Há maiores e há menores. Uma Scorpio assumida como nova geração e eu iria a correr comprar, pois os specs justificam a consola.
      Agora eu não gosto é de hipocrisia e estou a ver a Scorpio a vir mais tarde a ser assumida como nova geração, até porque possui hardware muito mais capaz do que o da One e que pode efectivamente correr coisas que teriam de sofrer muito para se adaptar à One, mas a ser lançada como algo premium apenas por uma questão de imagem e de não se querer assumir a geração tão cedo, com o anuncio a ocorrer tinha a One apenas 3 anos.
      É por isso que acho que a Scorpio pode ser um presente envenenado. Porque ao contrário da Pro que é, pelo seu hardware, uma mera PS4 premium, a Scorpio, pelo mesmo motivo é uma nova geração, e o ser premium limita-se apenas a uma política verbal e não a limitações físicas. E políticas na boca da Microsoft basta olhar para os últimos 3 anos para percebermos o que valem.

  6. Ah sim, então seu questionamento central é quanto ao Scorpio ‘matar’ o Xbox one e ser uma nova geração antecipada. Aí eu concordo com seus pontos, tem esse risco, pela proposta de ir mais além daquilo que o ps4 pro vem mostrando. É o efeito colateral de se oferecer um salto maior.

    A Microsoft parece oferecer produtos pra várias pontas de mercado, enquanto a Sony com o ps4 pro, dada o preço de 399$ (muito próximo do ps4 comum) e especificações, pode suprimir o mercado do ps4 comum e slim mais rapidamente do que se pensa. Talvez seja esse o objetivo da Sony.

    Só acho que pra quem já tem o ps4 comum, o apelo do pro é muito fraco. Pra quem ainda não tem um console playstation, talvez seja mais interessante já pegar logo o PRO. O Scorpio, pelo salto proposto, já se mostra mais atraente para os donos de Xone, justamente por ir além.

    A Microsoft já tem precedentes de oferecer um novo hardware 4 anos após o anterior (xbox – xbox 360), mas a Sony não, e o fez 3 anos após o antecessor.

    • Sim, o meu receio quanto ao matar a One é o ser muito mais avançado.
      Eu nunca usei esse termo com a Pro pois ela não é verdadeiramente mais do que uma PS4 mais potente. Mas a Scorpio tem hardware para poder ser muito mais do que isso.
      Por exemplo o jogo do Chris Roberts, o Star Citizen, ele nunca sairá para as consolas por estas não terem hardware para ele. Mas é um dos melhores jogos que há para PC e um dos mais completos que há no mercado, e que com a Scorpio pode vir. Nem que seja a 1080p.
      E como esse haverão outros. Muitos outros, pois o hardware evoluiu e os jogos com ele! Jogos que não podem vir porque a One não aguenta, mas que a Scorpio… aguenta!
      E a Microsoft vai-se privar deles? Não estou a ver!

    • O problema, não defendendo a Sony, é que colocam o novo hardware Sony(Ps4 Pro) como sendo uma nova geração e na verdade não é.

      Por isso acho errado dizerem que a Sony colocou um novo hardware 3 anos após o antecessor sendo que o Pro é um PS4, o Pro ainda terá os gargalos do PS4 fat, a diferença de hardware não o justifica como uma nova geração, é só ler a contradição dos comentários anteriores onde afirmam que o Pro não é interessante para quem já tem o PS4, mas o Scorpio é interessantes para os possuidores do One.

      Diferentemente do Scorpio que não terá os gargalos do One, não terá a problemática esram, utilizará componentes com arquitetura interna diferente(não confundir com a arquitetura X86). Será um baita console sem dúvida, mas também fico com pé atrás devido não ter nada de concreto, colocam frases que geram diferentes interpretações (aparelho premium, não condicionado ao One). Como sempre citei, é mais fácil dizer que é um One com hardware melhorado(e depois mudar essa imagem) do que dizer que é um console de nova geração(já que o hardware justifica).

      É correto dizer que a Sony veio com um tapa e um chute nos donos do PS4 Fat(nem adiciono os dos slim pq esse modelo foi anunciado junto com o Pro), mas justificar o lançamento de novo hardware MS 4 anos com base no lançamento do Pro para mim é um pensamento muito errado.

      A Sony com o Pro se meteu em um problema, terá que suportar o Ps4 Fat até o fim da geração, senão no seu futuro PS5 perderá vendas devido o erro de ter lançado um console com upgrade no hardware. O PS4 foi o 1° console que comprei dentro dos 6 primeiros meses de vida da geração. Se a Sony resolver matar o suporte do Fat antes do Pro, não terei confiança em comprar um futuro PS5 nos primeiros 2 anos de vida.

      Minha nova política em relação ao mundo dos games é deixar o tempo dizer, sinto que estou mais curioso em ver o suporte que a MS dará ao One após o lançamento do Scorpio, como serão as conversões de jogo? Como reagirão os donos do One que não comprarão, de imediato, o Scorpio? Pode ser que a resposta para isso seja dada na postura da Sony para agora dia 10 de novembro com o lançamento do Pro e daí veremos como ficarão os jogos para os 2 tipos de consoles.

Os comentarios estao fechados.