Malware inteligente pode estar a caminho

Uma nova geração de malware bastante mais inteligente pode estar prestes a aparecer.

Malware

Um malware é um software indesejável, mas actualmente consegue ser detectado e removido. Mas isso é algo que infelizmente pode estar para mudar.

A realidade é que o malware actualmente entra de armas em punho. Ou seja, o seu código é destinado a ser aquilo que é, um malware! E se esse código for detectado os programas de segurança podem removê-lo.

Há contudo algum malware mais avançado. Que ataca vulnerabilidades que lhe permitem esconder-se ou tem alterações ligeiras que lhe permitem escapar às detecções.



E é por aí que uma nova geração de malware poderá estar a aparecer, de acordo com o Professor Giovanni Vigna da Universidade da Califórnia.

Segundo este professor, as ferramentas existem e é uma questão de se as usar. E com elas o vírus virá disfarçado de algo benigno e que funciona como esperado.

Como exemplo, imaginemos um processador de texto ou um media player. É um software normal, mas nesta caso o código no vírus está dormente no seu interior. E após algum tempo, é activado!

Mas o pior é que esse software só activará o malware após examinar o sistema e confirmar que o malware pode ser liberto em segurança. Identificará que a máquina não é virtual, que não há software que detecte o malware, e só depois o liberta.

Tal situação dificultará e bastante a detecção das entidades infectantes, e poderá ser um problema adicional para o futuro da segurança informática.



Posts Relacionados