Mark Cerny confirma que nenhum dos jogos de lançamento da PS4 a explora na sua totalidade.

Numa entrevista à Playstation Magazine Mark Cerny conta que a Sony custou a ser convencida a usar a tecnologia x86. Mas conta igualmente que nenhum jogo de lançamento usa todas as características do hardware.

ps4

A arquitectura x86 é a mais usada em todo o mundo, mas não deixa de ser uma arquitectura complexa. No entanto a sua adopção tornaria a criação dos jogos bastante mais simples e haveria bastantes mais fornecedores para a tecnologia o que permitiria assim preços mais baixos e uma consola bastante mais barata que a PS3. Ao mesmo tempo permitia igualmente muito mais suporte e jogos.

Ouvindo os criadores a Sony acabou por optar por uma memória unificada.

No final Cerny insistiu que a PS4 é consola mais poderosa alguma vez criada mas deixou claro que nenhum dos jogos de lançamento se aproxima sequer de utilizar todas as capacidades e características do hardware. E tal como em todas as consolas, demorará tempo e experiência para que os programadores dominem toda a performance da consola.



Mas convencer a Sony não foi fácil, e Mark Cerny teve mesmo de fazer 15 apresentações sobre o seu conceito de consola para convencer os directores da Sony. Mas o resultado é o que se conhece!

Acreditando-se, pelo que é conhecido, que efectivamente a PS4 será a consola mais poderosa do mercado, a diferença para a Xbox One deverá ser uma realidade em toda a vida da consola.



Posts Relacionados