Mercado Americano: PS4 vence em Setembro. Outubro será o início da guerra total!

vs

A notícia da vitória da PS4 em território Americano no mês de Setembro não seria verdadeiramente algo de novo não fosse o facto de haver grandes expectativas para a recuperação da Xbox One dado o seu “line up” mais poderoso para o final do ano. Mas se a recuperação já se previa para iniciar em Setembro, o facto é que tal a acontecer, ficou adiado. E para Outubro ambas as empresas preparam-se para entrar de armas em riste.

Se a nível mundial as vendas da PS4 sempre foram intocáveis, o mercado norte americano é outra história, e nele previa-se, face ao grande investimento em exclusivos para o período de Natl, o início de uma recuperação das vendas da Xbox One a começar já no mês de Setembro dados os lançamentos a acontecer em Outubro e Novembro.

Mas no entanto os dados sobre vendas vieram a público e mais uma vez a PS4 bateu as concorrentes em vendas quer de hardware, quer de software, com a NPD, a empresa que contabiliza as vendas no mercado a indicar que a PS4 a conseguiu neste mês passar um total de vendas em toda a sua vida útil, de 9 milhões de unidades.

Eis o comunicado da Sony América relativo a Setembro:

Com o início do período de Natal gostávamos e a #1 em vendas de Software no mês de Setembro. A Playstation 4 foi a consola que mais vendei títulos como NBA 2K16, Madden NFL 16, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain e FIFA 16. Incluímos tambem o bundle de edição limitada de grande sucesso que inclui a consola e Destiny: The Taken King.

Foi igualmente um mês muito forte para a PlayStation Network com setembro a ser o mês de maiores receitas da história da Playstation Store. De exclusivos como o recem lançado Uncharted Collection a parcerias com Call of Duty: Black Ops III e Star Wars Battlefront estamos empenhados com a comunidade e de fazer da Playstation o melhor sitio para se jogar neste período.

Apesar das expectativas da Microsoft terem apontado para uma recuperação já neste mês, o que não aconteceu, isso não quer dizer que as hipóteses de uma recuperação da Xbox estejam goradas. Novembro e Dezembro são os meses de maiores vendas e esses ainda não ocorreram. No entanto com Halo 5: Guardians previsto para Outubro e Rise of the Tomb Raider previsto para inícios de Novembro, seria previsível que as compras começassem a ocorrer em Setembro.

Daí que Outubro será o mês do início da competição. Aqui Halo 5 já estará disponível, uma situação que a Sony pretende combater com uma baixa de preço de 50 dólares na consola para essa altura, passando-a para os 349 dólares e igualando o preço da Xbox One.

Mas a Microsoft não parece baixar a guarda, pretendendo igualmente fazer um corte na descida de preço. E diga-se que, por aquilo que já se sabe a Microsoft prepara-se para entrar verdadeiramente a matar em Novembro, assumindo prejuízos para a época (tal como no ano passado), de forma a subir a base de clientes.


Entre as promoções já conhecidas para a Black Friday temos a consola vendida a 299 dólares, o que representa um corte adicional no preço da consola em uns 50 dólares adicionais.

Mas a oferta não pára por aí, pois a descida de preços não é aplicada à consola base, mas sim a um bundle.

Sim, por 299 dólares levarão a Consola e Gears of War: Ultimate Edition, um jogo no valor de 40 dólares e que neste caso coloca o custo real da consola em 259 dólares.

Mas a Microsoft deseja mesmo ganhar Outubro, pelo que não pára por aqui.

Por 299 dólares levarão o Bundle com Gears of Wars e terão ainda de oferta o jogo Fallout 4, que possui um valor comercial de 60 dólares! E isto quer dizer que basicamente pagarão pela consola apenas 199 dólares.

Mas a coisa não se fica por aqui. A Microsoft vai mais longe! E no bundle oferece um segundo controlador! Cujo custo é de 50 dólares. E que basicamente nos indica que a consola nos ficará pelos 149 dólares.

E há ainda a oferta do Headset de 10 euros que normalmente não é fornecido nas consolas de 500 GB. Ou seja, um total de 170 euros de oferta/quebra de receita face ao valor de mercado.

Xbox_Give_Away

Mas a Sony poderá contra atacar com a idêntica inclusão de bundles na sua consola, pelos 350 dólares, e que… quem sabe… poderá ser até menos. E isto porque na Europa já apareceram retalhistas com as consolas a 321 euros.

Apesar de a oferta da Sony não ser tão grande a nível do conteúdo do Bundle, a realidade é que a Sony não está interessada em entrar na guerra da Microsoft e ter prejuízos. Mas o certo é que com tudo isto, este Natal será certamente uma boa altura para a compra de consolas.

Nota: as descidas de preço da Sony são a nível mundial. Neste momento só há conhecimento do bundle ao preço acima referido para o mercado Norte Americano.

Publicidade

Posts Relacionados