Michael Patcher acredita que custo da exclusividade temporária de Tomb Raider foi 10 milhões de dólares

The Raise of the Tomb Raider será um exclusivo temporário Xbox. Michael Pachter estima o custo nos 10 milhões de dólares.

rise of the tomb raider

Nunca se soube exactamente quanto a Microsoft pagou pela exclusividade do novo Tomb Raider. E esse valor exacto permanece no segredo dos Deuses.

No entanto Michael Pachter, o chefe de pesquisa da empresa de análise financeira Wedbush, acredita que o valor terá rondado os 10 milhões.

Michael Pachter é conhecido pelos seus bitaites no que toca ao mundo dos videojogos, sendo que muitas das suas previsões não se confirmam de forma alguma. Mas no presente caso falamos de algo mais substancial, um pagamento por uma exclusividade. Não se trata de prever possíveis vendas ou sucessos, mas sim de falar de algo que é comum neste tipo de mercado, o pagamento por uma exclusividade, e cujos valores, Pachter, estará mais habilitado que o comum dos mortais para falar.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Assim Pachter estima que o valor pago pela Microsoft terá sido de 10 milhões de dólares.

Naturalmente este valor não terá nascido do nada. Pachter é um analista financeiro, e com acesso a informações sobre este tipo de negócios, mas no entanto não deixa de parecer um valor baixo.

Em 2007, de acordo com Lainie Goldstein, chefe financeiro da Take Two Interactive, responsável pela distribuição do jogo, a Microsoft comprou à Rockstar a exclusividade por um ano de dois episódios para GTA IV – Lost and Damned e Ballad Of Gay Tony, num pagamento que atingiu os 50 milhões. Ou seja 25 milhões por episódio!

E não estamos aqui a falar de jogos completos, mas sim de meros episódios.

Daí que sem ter dados para contrariar Pachter, 10 milhões por um jogo AAA como Tomb Raider. Ou é pouco… ou foi barato!

 

 

Publicidade

Posts Relacionados