Microsoft a fazer experiências sobre modalidades que possam oferecer o windows 8.1 a custo zero

A Microsoft prepara uma versão do “Windows 8.1 com o Bing” para ser fornecida a baixo custo ou mesmo gratuitamente. A ideia é expandir a adopção do sistema operativo.

windows81

A Microsoft está a estudar a possibilidade de uma versão barata ou mesmo gratuita do Windows 8.1 e que poderia aumentar o número de utilizadores a usar o sistema operativo. Aparentemente o nome da oferta seré “Windows 8.1 com o Bing” e terá incluida aplicações e serviços chave da Microsoft.

Esta versão está concebida para ser uma actualização gratuita ou de baixo custo para os utilizadores do Windows 7.

A actual relutância na actualização do Windows 7 para o 8.1 devido a questões de produtividade está a ser um grande entrave à evolução das vendas do Windows 8. Assim a ideia é facilitar e incentivar a mudança para o novo sistema operativo.



Não se sabe ainda se este tipo de “promoção” irá avançar ou não, mas a experiência passa por verificar até que ponto a perda de lucros na venda do OS poderá ser recuperada com o uso dos serviços e aplicações contidas no pacote, como o Bing e serviços Cloud.

Analisando esta possível oferta, naturalmente que a mesma parece extremamente agradável ao consumidor que poderia assim fazer o ser upgrade a baixo ou mesmo nenhum custo. A questão é que não nos parece que esta situação seja minimamente vantajosa para a Microsoft.

Os motivos pelos quais esta situação nos parece que seria um flop são claros. A Microsoft já foi multada várias vezes pela UE e mesmo por outros países por forçar softwares aos seus clientes, e o Internet Explorer é talvez o melhor exemplo. Um sistema operativo tem de ser livre e não pode forçar opções, e isto independentemente do preço a que é vendido que é apenas uma opção do vendedor.

Parece-nos assim que muitas pessoas e empresas aproveitariam a oferta do windows gratuito ou de baixo custo, apenas para depois não utilizarem qualquer serviço pago (Cloud) ou de menor qualidade (Bing), uma vez que a Microsoft não poderia impor o seu software sob pena de pesadas multas.

Para além do mais, se a Microsoft quer mesmo que as empresas passem para o Windows 8.1 talvez fosse de se calar com as notícias de que o Windows 9 está a avançar a bom ritmo.

Mas isto somos nós a falar baseando-nos em experiências passadas, e o windows gratuito é bem vindo.

 



Posts Relacionados