Microsoft anuncia a sua versão do Remote Play para a Xbox. E é mais atractiva que a da Sony na PS4.

A Microsoft deu a conhecer a aplicação Xbox para o Windows 10. E mesmo que não seja tão completa, é mais atractiva que a da Sony na PS4.

MS_Remote

Para aqueles que não sabem, o Remote Play é a possibilidade de os jogos de um aparelho poderem ser jogados remotamente em outro aparelho.

A PS4 foi pioneira ao permitir que todos os seus jogos possam ser jogados remotamente na PS Vita, uma situação que se estendeu depois para as TVs Sony e para os telefones Sony Xperia.

Mas agora a Microsoft deu a conhecer que irá suportar algo idêntico na Xbox One. Para tal será necessário um aparelho (PC, Smartphone ou tablet) com o Windows 10 e a aplicação Xbox!



Agora perguntam vocês: Mas e quem é que tem um aparelho com o Windows 10?

Pois bem, aqui é que está a jogada de mestre! É que para além da acção promover os tablets e smartphones com este OS, como já noticiamos, a Microsoft fornecerá o Windows 10 de forma gratuita a quem possuir uma versão original do Windows 7 ou do Windows 8. E isso quer dizer que milhões de pessoas estarão imediatamente aptas a instalar a aplicação!

Ora isso quer igualmente dizer que o número de pessoas aptas a utilizar a função é bem maior do que no mesmo serviço da Sony. E mais ainda, um PC pode estar ligado a uma TV, o que permite basicamente transportar os jogos da consola de uma TV para outra TV da casa, sem ter de transportar fisicamente a Xbox.



No lado da Sony tal só é possível com a aquisição de uma Playstation TV, basicamente uma PS Vita inserida numa caixa sem ecrã e botões, e que custa 99 dólares/euros. De resto, todos os equipamentos que suportam a característica estão limitados a ecrãs de reduzidas dimensões.

Analisando as consolas na perspectiva das vantagens deste tipo de situação, o mercado Playstation é bem mais fechado e menos atractivo pois requer hardware muito específico para ser usado. A unica vantagem que fica do lado da Sony é o facto de o seu Remote Play é mais completo e pode ser usado sobre a internet, ao passo que o da Microsoft requer uma ligação entre a consola e um PC situado na mesma rede local.

Naturalmente que a Sony pode facilmente resolver o problema da quantidade de pessoas alcançadas. Mantendo o acesso pela internet restrito aos actuais aparelhos, o que continuaria a ser uma vantagem para eles, a Sony pode autorizar acessos pela rede local a qualquer sistema Windows por intermédio de um  software, igualando e até superando a oferta Microsoft se não restringir a aplicação a determinadas versões do Windows.

O certo é que no que toca a esta funcionalidade, a Microsoft deitou uma bomba em território da Sony ao apresentar um produto que, quando for lançado, vai bater a oferta existente. E a Sony terá de mexer o rabinho de não dormir à sombra da bananeira para que isso não aconteça.

Entretanto, quem ganha com isto é o consumidor! E ainda bem!

Vejam o sistema da Microsoft em acção:




Posts Relacionados