Microsoft e Sony anunciam parceria estratégica

As empresas vão colaborar em novas soluções de experiência de jogos baseadas na Cloud e soluções de inteligência artificial.

Nota: Esta foi uma notícia de última hora pelo que me vou limitar basicamente a citar o comunicado de empresa conjunto das duas empresas.

A Sony e a Microsoft anunciaram que as duas empresas são-se associar para a criação de inovações que permitam aumentar a experiência do consumidor nas suas plataformas e em soluções de inteligência artificial.

De acordo com o memorando de entendimento assinado pelas duas empresas, as duas empresas irão desenvolver em conjunto futuras soluções na Cloud a serem implementadas na Azure da Microsoft, e que irão suportar os respectivos serviços de jogos e de streaming. Em adição a isso, as duas empresas irão explorar o uso das soluções de datacenters da Azure da Microsoft para os serviços de jogos e conteúdo por streaming da Sony. Ao trabalhares em conjunto, as empresas planeiam entregar mais entretenimento avançado aos seus clientes a nível mundial. Os esforços incluem a construção de de melhores plataformas de desenvolvimento para a comunidade de criadores de conteúdo.

Também como parte do memorando de entendimento, A Sony e a Microsoft irão explorar colaboração em áreas de semicondutores e IA.  Para semicondutores, tal inclui um potencial desenvolvimento conjunto de novas soluções no campo dos sensores de imagem inteligentes. Ao integrar os sensores de tecnologia de topo da Sony com a tecnologia de inteligência artificial da Azure de uma forma híbrida em toda a cloud, além de soluções que aproveitam os semicondutores da Sony e a tecnologia de nuvem da Microsoft, as empresas pretendem oferecer recursos aprimorados para clientes corporativos. Em termos de inteligência artificial, as partes explorarão a incorporação da plataforma e das ferramentas avançadas de inteligência artificial da Microsoft nos produtos de consumo da Sony, para fornecer experiências de inteligência artificial altamente intuitivas e fáceis de usar.



A Sony é uma empresa de entretenimento criativo com uma base sólida de tecnologia. Colaboramos de perto com uma infinidade de criadores de conteúdo que captam a imaginação das pessoas ao redor do mundo e, por meio de nossa tecnologia de ponta, fornecemos as ferramentas para levar seus sonhos e sua visão à realidade.

A PlayStation® surgiu através da integração de criatividade e tecnologia. Nossa missão é evoluir continuamente essa plataforma como uma que continua a oferecer as melhores e mais imersivas experiências de entretenimento, junto com um ambiente de nuvem que garante a melhor experiência possível, a qualquer hora, em qualquer lugar. Por muitos anos, a Microsoft tem sido um parceiro comercial importante para nós, embora, é claro, as duas empresas também estejam competindo em algumas áreas. Acredito que o desenvolvimento conjunto de futuras soluções em nuvem contribuirá muito para o avanço do conteúdo interativo. Além disso, espero nas áreas de semicondutores e IA que alavancar a tecnologia de ponta de cada empresa de forma mutuamente complementar levará à criação de novo valor para a sociedade.

Kenichiro Yoshida, presidente e CEO da Sony

A Sony sempre foi líder em entretenimento e tecnologia, e a colaboração que anunciamos hoje se baseia nessa história de inovação.

Nossa parceria traz o poder do Azure e do AI do Azure para a Sony para oferecer novas experiências de entretenimento e jogos para os clientes

Satya Nadella, CEO da Microsoft.

 

Conclusões

Resumindo, de forma muito sumária, pois confesso que não tive grade tempo para assimilar ideias, o que esta notícia dá a entender é que Microsoft/Sony criaram uma parceria que permite à segunda usar a Azure para todos os seus serviços web/cloud, ganhando assim uma infraestrutura de rede com a mesma qualidade e distribuição mundial que a usada pela Xbox, para a sua Playstation. Do lado da Microsoft esta ganha um parceiro líder em tecnologia de imagem que lhe permite desenvolver tecnologicamente a IA da sua Azure que usará posteriormente para a venda de serviços.

Sendo esta uma parceria estratégica, isso significa que ambos investirão dinheiro, recursos, conhecimentos e patentes num projecto cujo resultado final será posse dos dois. Exemplos de produtos que derivaram de parcerias idênticas são o Bluray, ecrãs LCD ou mesmo o Cell. Este tipo de parcerias é algo que é conhecido que a Sony tem em quantidade com competidores directos como a Panasonic, Sharp, Samsung ou Toshiba. A Microsoft possui igualmente imensas parcerias deste género, mas menos conhecidas pois tratam-se de parcerias que ajudam a desenvolver os seus produtos e serviços, sendo menos destinados à criação de tecnologias para as massas.

No global, o concenso geral é que o acordo é  excelente para ambas as empresas no seu global, mas que no capítulo das divisões de videojogos, o acordo é maioritáriamente benéfico para a Sony que passa a contar com uma infra-estrutura de rede igual à da Microsoft e que antes não possuia, eliminando assim a vantagem na qualidade da infra-estrutura que a Xbox possuia sobre a Playstation.

Já do lado da Microsoft, esta garante o sej futuro no mercado de streaming de videojogos, independentemente do sucesso da sua Xbox face à Playstation.

Como ganhos mútuos, a colaboração passa pelo desenvolvimento conjunto de tecnologias de jogo na Cloud e tecnologias de IA e de semicondutores obtidas em parceria.

Outras vantagens futuras da colaboração no que toca ao desenvolvimento de plataformas streaming serão mútuas das duas empresas. Certamente uma medida conjunta de ambas no sentido de combater o Stadia da Google!

Aproveito e refiro aqui um rumor muito curioso vindo de uma das fontes atualmente consideradas como das mais fiáveis do Resetera, o hmqgg, sobre esta parceria, e que refere que as negociações de ambas as empresas são parcialmente anteriores a 2018. Segundo o rumor, o XCloud que a Microsoft está a desenvolver não está a ser criado para ser usado apenas pela Microsoft, mas sim como um serviço que outros podem usar para os seus jogos, mudando-lhe o nome.

O rumor refere ainda que apesar de o hardware da Xcloud ser baseado na Xbox, caso se dejese, ele é aberto a outros hardwares para serviços de terceiros.

Esta situação parece explicar como a Sony colocará o PSNow na Azure, uma vez que esta abertura lhes permitirá fazer o que sempre fizeram, mas agora alojados dentro dos Datacenters da Azure.

Eis o teor do rumor:

  1. xCloud is a “white-label” service.
  2. Not only Sony, many JP devs/pubs, and ofc including western ones, consider using xCloud or rebrand it as own service.
  3. Some of those business talks even begun before 2018.
  4. To meet the requirements, we’ll see the size of xCloud deployment in JP would be even close to the whole EU (maybe larger).
  5. xCloud is “mainly” based on Xbox hardwares, but those GPU instances in Azure datacenters won’t stand by and do nothing, and Azure is open to partners. So xCloud is not only “XboxCloud”.

 



newest oldest
Notify of
bruno
Visitante
bruno

Curioso. A mim apanhou-me completamente de surpresa.

Isso significa entao que o xCloud nao e necessariamente um concorrente ao PS Now, mas uma infraestrutura para albergar servicos do estilo (PS Now, GamePass – assumindo que a MS inclui la o streaming, e possivelmente outros do genero de terceiros). Tal como aquela plataforma de desenvolvimento de jogos que muita gente assumuiu que seria para levar jogos a todas as plataformas e nao passam de um conjunto de ferramentas especificamente pensadas para o desenvolvimento de software.

Muito curioso mesmo.

Nao deixa contudo de ser decepcionante. Quando a Sony adquiriu o Gaikai, pensei que iria comecar a investir em criar uma estrutura de servidores mundial. E acho que isso chegou a ser noticiado com o desenvolvimento de rackets com Cell no inicio da atual geracao. Assumi apenas que esse investimento tivesse continuado com a parceria com a AMD. E nao, ao contrario do que muitos acreditam isso nao e impossivel. Caramba, mesmo aqui em portugal ha empresas mais pequenas que a Sony a conseguirem criar uma boa infraestrutura de servidores – vide o caso da PT.

Qualquer parceria com a MS nao deixa de ser um pouco perigoso. Relembro apenas o que ocorreu com a Nokia.

De todo o rumor o que nao entendi e a parte de semiconductores… isto refere-se a que exactamente?