Microsoft encerra Mixer

5 5 votes
Avalie o nosso artigo

Os utilizadores ou mudam para o facebook gaming, ou terão de abandonar a plataforma.

Após a compra do Mixer, e de uma promoção enorme ao mesmo que envolveu a transferência do Twitch para o Mixer do famoso streamer Ninja, uma operação que, só por si, custou à Microsoft algo na ordem dos 20 a 30 milhões de dólares anuais, a Microsoft decidiu que afinal o Mixer não servia para as suas aspirações, e no dia 22 de Julho, este vai encerrar.

O motivo, o seu xCloud. A Microsoft entende que o Mixer não era uma ferramenta capaz o suficiente para promover o seu serviço, e dessa forma vai-se aliar ao Facebook gaming.

Os parceiros da Microsoft redeberão o estatuto de parceiros do FacebookGaming, caso assim o desejem, e os streamers monetizados serão elegíveis para o programa Level Up do Facebook. Todos aqueles com balanços altamente positivos receberão cartões presente da Xbox como credito.

No entanto, os dois maiores Streamers do Mixer, o Shroud e o Ninja não se mostram altamente convencidos com o sucedido e, segundo os rumores, planeiam abandonar a rede, ponderando voltar para o Twitch.



Esta é apenas mais uma das muitas decisões que tem acompanhado a Microsoft ao longo dos tempos. Uma mudança de rumo face ao que tem sido a sua orientação, sem preocupação de prejuízos ou de quem alcança ou quem prejudica. O objectivo… o aumento das suas receitas e dos seus lucros.



5 5 votes
Avalie o nosso artigo
24 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
By-mission
By-mission
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Aqui fica aceso o sinal vermelho!!!
Assim como fez com o Windows Phone e tantos outros produtos e serviços a Microsoft pode descontinuar sem aviso algum…
Antes que me acusem de fanboyce ou algo do tipo não digo a Xbox como um todo, mas num primeiro momento o GamePass..

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

e se a MS focar no netflix, abandonar o mercado de AAA(Blockbusters) deixando tudo para a Sony?
 
 
vai ser engraçado, a MS pensando que iria dar o pulo do gato e seus fãs hypando isso como se não houvesse amanha, e acabar deixando todo o mercado de blockbuster para a Sony e os fãs do xbox ficam com groundes e bleeding edge da vida…
 
Mas tb pelo que eu li, a MS esta dividindo todos os estudios que ela comprou em 2 ou 3 equipes para fazerem jogos baratos para o gamepass… talvez ela imagine que se flopar os jogos de baixo orçamento para inflar catálogo de serviço, ela possa simplesmente juntar as equipes de cada estudio e fazerem um AAA no lugar de 2 ou 3 jogos tipo grounded ou bleeding edge?
 
 
a Disney já está tomando muito prejuízo com o Disney+, como todo mundo imaginava e sem a receita de blockbusters AAA no cinema e dos seus parques temáticos, talvez dê ruim para o a Disney e o Disney+
 

bruno
bruno
Responder a  Deto
5 meses atrás

Sejamos sinceros que se as coisas ainda nao estao assim e porque as politicas que a MS tentou impor ao longo da geracao nao geraram para ja uma adopcao em massa.
 
Porque que a empresa quer isso,quer e so nao ve, quem nao presta atencao.
 
Foram dos primeiros a concordar com EAs e a advogar a morte dos singleplayer.
 
Foram dos que mais puxaram por multiplayer.
 
Cortaram em projectos internos, fecharam estudios e reduziram o suporte a apenas AAs e indies.
 
Escapam-se Gears 5 e os Forza, mas o primeiro claro, vem com o multiplayer incluido.
 

Deto
Deto
Responder a  By-mission
5 meses atrás

com esse incentivo ao gamepass, vendendo por 1 real, fico impressionando que tem fã do xbox que ainda sonha com a MS vendendo o SX por 400 USD.
 
o que vai acontecer com o gamepass é sumir as promoções e depois o preço aumentar.
 
ai a MS vai anunciar que a partir de tal data não vai mais botar jogos day one, o que talvez eu acredite que vá acontecer em 2022, junto com os “true” exclusivos de xbox SX.
 
 
Conta ai no máximo uns 5 anos de apoio sem lucro, depois a MS acaba com o negocio.
 
lembro do incrível “play anyware” que era o super feature que os fãs do xbox contavam como o suprassumo futurístico da humanidade UHUHAUHAHU
 
 
outro flop agora é o “smart delivery”, pq começaram a anunciar os jogos com patch para a proxima geração que não tem acordo de exclusividade com o xbox e ai não são obrigados a ocultar o recurso com o PS5, ai além de não usarem no nome marketeiro da MS ainda anunciam “com PS4/PS5 e xbox”
 
Depois os fãs do xbox reclamam de DLC do cod exclusiva do xbox, a MS até patch de jogos tenta vender como exclusivo do xbox.

Rui
Rui
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Eu não ligo a streamers, nem sei quem é o shroud e a concorrência é vital no mercado seja aonde for, independemente dos meus gostos isto é um fail total da Microsoft e uma aposta falhada. Se a mudança para o facebook gaming é uma boa ideia? Não sei, até ontem nunca tinha ouvido falar em tal plataforma.

Sephirot
Sephirot
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Eu gosto muito da Microsoft, e trabalho como técnico especialista em serviços Microsoft, ou seja, a empresa é diretamente responsavel pelo meu sustento, então nem preciso dizer que é uma empresa que gosto muito, mas essa politica de encerrar de maneira brusca serviços que não dão lucro rapido é ridiculo, muito complicado, os Windows Phones eram telefones muito bons, que sofreram com a falta de suporte e foram encerados, a Microsoft pouco fez para emplacar os dispostivos, depois foi o Windows Gaming for live nos PCs, esse me afetou diretamente, eu tinha jogos que dependiam do Windows Gaming for live para salvar os progressos, e esse serviço foi encerrado sem se preocupar com os usuarios que usavam esse serviço, então é com grande pesar que digo, é uma empresa que infelizmente não passa confiança, ora, por que jogadores de PC gostam tanto da Steam ? Por que é uma loja confiavel, nunca sabemos o dia de amanha, mas posso dizer com certeza que daqui a 10 anos a Steam estará lá, firme e forte, não posso dizer o mesmo da Xbox Store no PC, como eu vou comprar jogos em uma plataforma que eu não confio ? E digo isso com grande pesar.

Deto
Deto
Responder a  Sephirot
5 meses atrás

a MS fez foi é sabotar o WP.
 
ela era dona do hardware e do software, igual a Apple, mas conseguiu fragmentar o mercado igual o google que não é dono do hardware.

Trevisan
Trevisan
5 meses atrás

Preocupante mesmo é uma empresa como essa gastar pilhas de dinheiro na plataforma e de forma brusca encerrar as atividades. Eu não sei como é o planejamento interno, mas parece que gostam de torrar dinheiro como se fosse nada. Bola total fora. Acompanhava o serviço desde quando ainda era BEAM. Um adendo: Se eu fosse investidor da empresa com certeza já teria pedido a forca para várias pessoa lá dentro.

Deto
Deto
Responder a  Trevisan
5 meses atrás

eles torraram 7Bi com a nokia, acho que 2 ou 3 anos depois fecharam
 
MS comprou a aQuantive por 6.3Bi e 5 anos depois fechou pq faliram.
 
 

Deto
Deto
5 meses atrás

O plano deve ter sido usar o Mixer para impulsionar o Xcloud.
 
foram pra o facebook gaming, então eu suponho que o facebook não tem planos de vender jogo por streaming, ou se vender vai ser contratando o Azure.
 
mais um flop na area de streaming e serviços da MS relacionados ao Xbox.
 
outro que está flopando agora é o “smart delivery”, que já acabou… pq é so um nome para fã bobalhão de PR hypar na internet…. Pq assim que começaram a anunciar em outros jogos, que não os poucos que tem acordo de marketing com a MS, saia junto “com PS5 também” e ninguém usava a palavra de PR da MS.
 
 
 

Carlos Zidane
Carlos Zidane
5 meses atrás

Acredito que o Xbox está indo pelo mesmo caminho
O que seria positivo se fosse pra mãos de alguma empresa com talento pra coisa
Se eles tivessem colocado uma mentalidade “Xbox 360” no Series X, acho que poderia dar certo, agora esse negócio de gamepass, xcloud… Sei não hein

Rodrigo Barbosa
Rodrigo Barbosa
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Eu nunca usei, já mexi algumas vezes, mas acho uma pena. Com o Mixer tinha a facilidade de abrir a transmissão com um toque de botão (apesar de que apenas cabe ao pessoal do Xbox em parceria com os desenvolvedores dos aplicativos que rodam direto no console fazerem a integração com Twitch, Youtube e afins) e tinha aquele “controle remoto”, que permitia você passar o player 2 para um convidado assistindo a transmissão sem nem a pessoa precisar acompanhar a live de um Xbox.
 
Muitos aqui estão falando da Microsoft como se fosse uma empresa mesquinha, ordinária, maligna, diabólica, mas os mesmos tem a dificuldade para perceber que infelizmente se trata apenas de uma decisão de negócios, fruto desse sistema que nós vivemos. E como se todas as outras empresas não fizessem isso também.
 
A Mixer como produto não deu certo. Simples assim. A Microsoft está matando porque não deu o retorno necessário, então o gasto para continuar o mantendo não compensa, ainda mais um serviço desse gênero que não custa nada barato.
E a Amazon, Google e o Facebook comemoram, pois agora não possuem mais no páreo um concorrente de peso.
 
Mixer foi sim uma ótima proposta, só que mal executada. O principal que era o simples bom funcionamento das streams, sem travar ou outros problemas básicos, não foi alcançado. E o mercado que tem vários concorrentes de peso não perdoa esses erros. A Twitch está anos luz à frente em todos os quesitos.
 
O encerramento do Mixer não foi algo totalmente inesperado. Os fundadores já tinham saído, e o prenúncio do fim foi que eles foram o único serviço da categoria que não cresceu nesses tempos de isolamento social, como se pode perceber abaixo:
 
comment image
 
 
Embora tenha conquistado alguns admiradores inicialmente, o Mixer ainda tentou alavancar o número de espectadores ao contratar alguns dos nomes mais famosos do Twitch, como os streamers Ninja e Shroud. Contudo, a verdade é que o serviço nunca conseguiu decolar.
 
Se antes os jogadores de Xbox tinham o Mixer como principal opção de transmissão das suas partidas, com esta decisão passará a ser o Facebook Gaming a plataforma oficial de streaming, como já foi comentado na matéria que o Mário escreveu. O site e os aplicativos do serviço serão redirecionados para a rede social, fazendo assim com que a transição seja a menos dolorosa possível. Mas os streamers podem escolher qualquer outra rede.
 
Então por um lado, acho que a medida pode sim dar bons resultados, principalmente pelo Mixer nunca ter conseguido se popularizar, esta poderá ser uma boa oportunidade para os próprios streamers, que poderiam ao menos na teoria servir em uma outra plataforma como mais audiência e publicidade.
 
Muitos aqui estão falando de outras decisões como essa que a Microsoft já tomou, como por exemplo os Lumias, o Windows Phone, e o Game for Windows Live. Fica até parecendo que a Microsoft é a unica grande empresa maligna e mesquinha que existe no sistema capitalista, a única que toma esse tipo de decisão, quando os negócios não alcançam a rentabilidade esperada. Todas fazem isso.
 
Isso é apenas a minha opinião. O Mário de maneira nobre abre esse espaço para quem quiser expressar algum comentário para promover o debate, a análise de algum assunto.
 
 
 

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rodrigo Barbosa
5 meses atrás

Cara, não decolou pq a Microsoft acha que só grana a coisa vai. É assim com tudo que ela administra. O windows phone era melhor que o Android e falou pq eles não tinham gestão e não davam o apoio necessário. O Android foi oferecido para eles antes de tudo, sabia? Não pegaram e ainda falaram que tinham um sistema melhor. Hahaagag

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
5 meses atrás

aproveitando para lembrar que o IOS acabou de anunciar copia dos lives titles do windows phone.
 
pq ele não decolou? pq a MS não tem visão, sai a moda loca enfiando dinheiro nas coisas e vendendo a preço de custo e quem comprar se dane.
 
“todos os windows phones vão ser atualizados para WP 10”, metade dos aparelhos não foram e quem comprou WP8.1 pensando “tá garantido o upgrade para wp 10” se ferrou; nem vou falar nada sobre ter descontinuado tudo.
 
“xbox one é uma coisa so com o kinect”, quem comprou se lascou.
 
sabe pq eu citei os dois? pq claramente foram mentiras para vender e enganar as pessoas.
 
ambas ela mentiu para vender lumias e xbox com kinect.

Rui
Rui
Responder a  Rodrigo Barbosa
5 meses atrás

100% de acordo, a diabolizaçao da Microsoft é uma constante, sao empresas procuram o maior lucro o mais rápido possível ponto.
Deixo aqui uma pequena história do serviço ao consumidor da Microsoft vivida por mim, a x360 a minha avariou no período dos 3 anos do rrod, tudo ok e resolveram o problema mas o meu sobrinho teve o rrod após 4 anos da compra da consola ou seja fora da garantia de 3 anos para o rrod ele ligou para o suporte da xbox e eles fizeram a reparação sem qualquer custo e não o precisavam de fazer. A mim incomoda me estar sempre a sentir o negativismo à mesma, mas enfim é a vida.

Deto
Deto
Responder a  Rui
5 meses atrás

“todos os lumias vão ser atualizados para windows phone 10”
 
metade dos aparelhos não foram.
 
“xbox one é um só com kinect”
 
e me diz ai, vc comprou o xbox one com kinect?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui
5 meses atrás

Meu caro, não sei em qual país vc está,as esse negócio de garantia a mais não existe. Existe é o vício oculto, onde o produto tem problemas reconhecidamente e a empresa tem obrigação de fazer o reparo. É como um recall para veículos.

bruno
bruno
Responder a  Rodrigo Barbosa
5 meses atrás

Rodrigo nao se trata de ser mesquinha ou nao. Trata-se de uma realidade simples: a MS gasta bilioes em produtos e quando as coisas nao dao certo inicialmente ou demoram a arrancar, desiste.
 
Isto tem sido uma constante na empresa em varios sectores, desde smartphones a software (messenger, alguem?). Sabias que o primeiro smartphone foi feito pela MS – e que se espetou precisamente porque a empresa tem o mau habito de impor condicoes que as pessoas nao querem?
 
O WP e um dos casos qu efectivamente demonstra o que se passa na empresa: criou o SO, introduziu uma pratica necessaria no mercado que foram os requesitos de hwardware e depois… o SO nao ganhou apps e a empresa, que estoura milhoes em iniciativas novas por algum motivo nao conseguiu pagar internamente para suprir a falta de apps (quando tens empresas como a Sony a investirem elas mesmas em apps proprias) e depois abandonou tudo. Pelo meio deu um golpe na Nokia ao colocar la dentro uma toupeira, destruiu a empresa, que so ha coisa de 3 anos se comecou a reerguer e a voltar ao mercado. Explicas-me a logica de investir no inicio e cortar passados 4 ou 5 anos? Para depois continuar com iniciativas como o surface.
 
O que isto revela e preocupacao dos utilizadores. Se a empresa e assim para tudo.. como fica a consola? Porque quer se queira quer nao a verdade e que este tipo de atitude e visivel tb nas politicas face a consola (ou achas que o cancelamento de projectos e fecho de estudios veio do ar).
 
Repara: a PS3 foi um desastre tao grande para a Sony, que a empresa tb teve uma necessidade enorme de cortar custos… e no entanto? Teve um excelente suporte com titulos que, em alguns casos, nem se pagaram a si proprios. Compara a atitude da Sony com essa plataforma, com o que a MS fez na X ONE.
 
 

Deto
Deto
Responder a  Rodrigo Barbosa
5 meses atrás

Muito pelo contrário, as pessoas pegam muito leve com a MS.
 
até alguns anos atras ela ficava fazendo propaganda mentindo sobre a concorrência.
 
esperava alguém criar alguma coisa, para pegar a grana fácil dos monopolios, copiar e vender abaixo do preço de custo para monopolizar o mercado.
 
eu indiquei um windows phone para meu pai, ele teve que jogar fora o celular sendo que ainda podia usar, pq nem whatsapp funcionava mais. Olha a cara que eu fiquei com isso?
 
quem comprou o xbox one com kinect faz o que com o peso de papel hoje?
 
demonizar a MS, coitada, nunca ferra com o consumidor.
 
agora tá um monte de pobre diabo que fazia streaming no mixer, ferrado.

Edson
Edson
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Será que eles fechariam a divisão xbox?

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Edson
5 meses atrás

Pelo que dizem o Satya Nadella, pretendia isso…
Por isso é que fecharam estúdios, e estavam a preparar para encerar/vender a marca Xbox.
Pelos vistos o Phill convenceu o Nadella a continuar com o projeto e investir mais na marca. Com o objetivo de tornar a Xbox lucrativa

error: Conteúdo protegido