Microsoft pediu à Samsung e Huawey que instalassem igualmente o Windows Phone nos seus Android.

Para promover o seu Windows 8 para tablets, a Microsoft pediu à Samsung e Huawey que criassem dispositivos com duplo sistema operativo e possibilidade de escolha no arranque.

TAB-dual boot

A Microsoft está a fazer todos os possíveis para promover o seu sistema operativo, nem que isso signifique introduzir o mesmo como segunda escolha em aparelhos mais vendidos.

Naturalmente tal permitirá à empresa dar uma ilusão de crescimento do seu sistema operativo, que certamente não deixará de publicitar, quando na realidade ele não é uma primeira escolha, mas apenas uma opção forçada.

Nesse sentido a HTC e a Samsung foram as empresas contactadas e refere-se desde finais de 2013 que a Samsung até já possui em estudo uma versão do Galaxy Tab 2014 Edition com dual boot e opção Windows e Android, mas até ao momento desconhecemos que esse produto tenha sido lançado. Seja como for, a nossa fonte refere que este tablet será real e que já várias pessoas trabalharam com ele e que o conceito funciona bastante bem.



Há no entanto algo que temos de questionar. E onde fica o utilizador nesta situação? Vamos explicar:

Actualmente há cada vez mais um abuso na venda de produtos cujas características anunciadas não correspondem à verdade. A Microsoft fê-lo no seu Surface onde a versão de 32 GB apenas possuía 16 GB livres, e a Samsung fê-lo com o seu Galaxy S5, onde a versão 16 GB traz apenas 7.5 GB Livres que para uma utilização garantidamente eficiente do smartphone se reduzem a 2.5 Gb.

Daí que juntando os dois sistemas, o que pode um utilizador esperar a nível de espaço? Porque pagar por um espaço de armazenamento que não se tem, particularmente para se ter algo que não se pediu, não é, no mínimo, correcto.



Posts Relacionados