Microsoft planeia parar ou reduzir a produção da Xbox One.

Numa recente reunião de investidores a Microsoft deu a entender que a Xbox One não está a vender aos níveis esperados e que como tal planeia parar ou diminuir a sua produção de forma a gerir stocks.

Xbox_One_por_vender

Em uma reunião de investidores, o chefe financeiro da Microsoft, Amy Hood discutia os resultados da empresa no quarto período fiscal, e deixou claro que a Xbox One não estava a apresentar os resultados esperados.

Os dados de vendas de Março mostraram que com o lançamento de Titanfall a Microsoft fez um esforço muito grande para aumentar as vendas da sua consola, diminuindo preços e suportando prejuízos. Mas mesmo assim a sua consola não conseguiu atingir os valores de vendas da PS4.

Os últimos dados referem que  em 2014 a Microsoft terá colocado nos distribuidores mais 1.2 milhões de consolas Xbox One, mas as vendas actuais estão nos 4.4 milhões de unidades. Isso quer dizer que somando os dois valores actualmente há em stock cerca de 700 mil de consolas por vender. E esta é uma situação recorrente onde em Dezembro de 2013 a Microsoft anunciava ter nos revendedores 3,9 milhões de consolas, passando o ano com 900 mil consolas por vender, e apenas escoando esse stock em finais de Março de 2014.



Desta forma, e terminando-se o factor Titanfall, as vendas deverão decair para os valor mais normais, o que implica que a continuar-se este ritmo de produção a consola irá voltar a acumular-se nas prateleiras. Daí que Amy Hood tenha deixado bem claro que a Microsoft iria entrar em gestão de stocks, dando claramente a perceber uma redução ou mesmo paragem temporária de produção.

Curiosamente no que toca à Playstation 4 os dados são exactamente contrários. A PS4 não pára muito tempo nas prateleiras e a Sony vende todas as unidades que produz sendo que efectivamente a Sony até desejava aumentar a produção.



Mas a questão dos stocks não pára aqui. Aos valores despachados para os comerciantes há que somar os valores efectivamente produzidos. Aqui não podemos saber ao certo quantas consolas há em stock, mas podemos no entanto fazer umas contas.

Michael Patcher referiu em tempos que a Microsoft teria começado a produzir as suas consolas em Setembro, e a um rimo de cerca de 1 milhão de unidades mensais.

Por esta lógica, em Dezembro de 2013 a Microsoft teria produzido 4 milhões de consolas, o que bate certo com os valores anunciados como despachados para os revendedores de 3,9 milhões de unidades.

Mas por esta lógica teremos de pensar que actualmente a Microsoft possui vendidas, nos distribuidores e em armazém um total que andará perto de 8  milhões de consolas, e em tudo semelhante aos valores da PS4 que já vendeu ao público 7,2 milhões dessas consolas.

A grande arma actualmente da Microsoft é o lançamento da sua consola no que falta do mundo em Setembro de 2014, mas no entanto há que considerar que os países onde a consola irá ser lançada ficaram para segundo plano por um motivo forte. A Xbox 360 estava longe de ser a consola dominadora nesses mercados pelo que o espectável são volumes de vendas relativamente reduzidos face aos países onde actualmente a consola está à venda.

Daí que a jogada da Microsoft tenha de ser decisiva e englobando dois factores: Preço (descida ou remoção do Kinect) e exclusivos fortes.

Falta porém saber até que ponto essas jogadas poderão ser ou não eficazes pois a Microsoft já desceu o preço em alguns sítios para valores abaixo dos da PS4, e nem por isso a passou em vendas, e será preciso saber que a Sony também poderá responder da mesma forma, pelo que a redução de preços com a remoção simultânea do Kinect poderá ser uma realidade.

O facto é que Don Mattrick referiu em 2008: “A história ensinou-nos que a primeira consola a atingir os 10 milhões de unidades ganha a geração“, pelo  que se espera que a Microsoft não se dê por vencida. Acreditem que todos ficaríamos a perder com isso!

Daí que se a Cloud efectivamente é tudo aquilo que a empresa diz que é, há que passar das palavras à prática, e mostrar isso em algo palpável, fazendo valer esse seu trunfo.



Posts Relacionados