Microsoft quer alterar basicamente todo o sistema de funcionamento das consolas

Se para melhor ou para pior só o futuro dirá, mas se velho ditado diz “em equipa que ganha não se mexe”, infelizmente a Microsoft não está a ganhar, e como tal quer mexer!

A Microsoft realizou recentemente a sua reunião anual com os accionistas da empresa, e nela, Satya Nadella, CEO da Microsoft partilhou alguns dados e ideias sobre a marca Xbox e o seu futuro.

Segundo o revelado pelo website Xbox Enthusiast, estima-se que a Microsoft terá vendido 600 mil unidades da XBox One X este ano, mas segundo este mesmo website a Microsoft tem consciência que consola está a ser altamente criticada pelos próprios fans por não possuir software dedicado suficiente para justificar o upgrade.

Daí que o futuro da consola foi um dos pontos de discussão nessa reunião.

Desta reunião vamos citar a frase de Nadella que mais relevo teve e que demonstra claramente os planos futuros da Microsoft.



Estamos-nos a mobilizar para perseguir uma oportunidade de expansão no mercado de mais 100 mil milhões de dólares que é o dos videojogos. Isto significa alargar a nossa aproximação do que pensamos dos videojogos ponta a ponta. A começar com a forma como os jogos são criados e distribuídos e como eles são jogados e visualizados.

Há aqui muito o que analisar nesta frase. Mas acima de tudo o termo ponta a ponta torna-se relevante pois ele significa virar completamente o conceito atual de tudo o que existe. Basicamente Nadella torna claro do que fala quando refere a criação, distribuição, e forma de jogar e de visualizar.

Nadella fala ainda de um mercado de mais de 100 mil milhões de dólares, e tendo-se consciência que a fatia da Microsoft é bastante reduzida dentro desse mercado global, falar do mesmo implica claramente a ideia de que a Xbox tentará penetrar noutros mercados atualmente não atingidos. Mais especificamente… em todos! Ou seja, a Xbox poderá vir a ser um serviço não dependente do hardware, o que explica as alterações na forma de jogar e visualizar, pois caso sejam atingidos mercados móveis, tal é uma consequência imediata. E sabemos que isto existe pois Phil Spencer já revelou a criação deste tipo de serviço não dependente da plataforma e que espera estar em funcionamento daqui a 3 anos. Mas as hololens e o VR tambem podem ser enquadrados aqui!



Na parte da visualização o Xbox Enthusiast faz algumas considerações que não nos parecem ser totalmente adequadas ao que Nadella está a falar, mas caso queiram saber quais são, podem ler o artigo original no link acima.

A questão da alteração da forma como os jogos são criados poderá implicar que a Microsoft pode estar a ponderar aquilo que se viu em Cuphead e PUBG. Aqui não acreditamos que a compra dos estúdios em causa esteja na mesa, mas o trabalhar de forma mais próxima com estúdios second party adquirindo jogos exclusivos poderá ser uma forma que a Microsoft está a ponderar para criar o seu mercado próprio. Basicamente estas empresas, sem serem adquiridas, estão a ser suportadas com capital da Microsoft.

A questão da distribuição já todos sabemos no que dá e do que se trata… A Microsoft pretende os jogos como serviço e quer ir por aí. É uma forma de alcançar maior mercado caso consiga ter controlo sobre uma plataforma de distribuição. O Game Pass é já um “pass” (trocadilho) nesse sentido!

 

 



Posts Relacionados

  Subscribe  
newest oldest
Notify of
Carlos Zidane
Visitante

Alguém tem que chegar na Microsoft e dizer:
– Lembra o Xbox 360?
– Sim.
– Então, é aquilo que a gente quer!
Se é que vocês entendem o que quero dizer.

JR
Visitante

Ou seja, uma consola que “sofra” de pirataria?

Igor
Visitante

E a Sony faz tudo certo e respeita seus fãs.

Que vergonha Microsoft!

https://youtu.be/hIscTlEHRVE

bruno
Visitante

Igor…

Com esse tipo de fontes (que não duvido, na tua perspetiva é uma fonte séria e isenta) começo a perceber o porquê, de para além de não contribuíres com nada para a conversa, só conseguires ironias e respostas tortas (isto quando não te ficas apenas por insultos infantis) nos teus comentários.

Desperdicei 20 min do meu tempo a ver essa palhaçada. E palhaçada já é um eufemismo bem ligeiro ao que eu devia chamar a isso.

Nota-se a integridade do tipo que publicou isso quando, ao acusar a Sony de ter vendido um sonho de uma PS3 com 25 Tflops (diz ele), usa uma imagem de um artigo onde está escrito (é só parar o video a 4:40 que se lê perfeitamente) que esse valor se referia a um cluster de vários processadores cell. Ou seja, não tinha nada a haver com a PS3, exceto no processador. Por outras palavras, esse senhor fala por falar, mentindo descaradamente e conscientemente.

E podia citar muitos mais (Por exemplo, MotorStorm Apocalipse – o jogo que ele afirma que tanto jogou – não era o jogo cujos vídeos ele postou, no comparativo, esse é o MotoStorm o primeiro – o Apocalypse foi o terceiro).

Mas, o que não consigo deixar de reparar é na distinta lata de acusar a Sony de fazer conferências sem novidades e trailers sem data, como se fosse algo mau, ou até mesmo de ter demorado 9 anos a entregar The Last Guardian, ou o facto de anunciar trailers com 2 a 3 anos de antecedência quando se ignora propositadamente Crackdown 3 (anunciado em 2014 num trailer CGI), os cancelamentos de Scalebound, Fable, o fecho da Lionhead e até as últimas conferências da MS onde, fora Forza, não se viu mais nada à altura do que a Sony apresentou, como exclusivo.

Enfim, mas que mais se poderia esperar de ti, Igor?

Davi
Visitante

Bom dia poderiam passar suas gamertag?
Porque eu so vejo criticar xbox quem nao joga.
Cada um tem sua opiniao jogando ou Nao claro, ninguem preciasa jogar para escrever o que pensa eu respeito isso.
Entaoa respeitar eu respeito mas quando a pessoa esconde a gamertag eh porque nao joga nem os exclusivos que o Xbox tem, nao conhece a live etc, entao pra mim qualquer opiniao ou analise dessa pessoa eh totalmente irrelevante , sem importancia e sem impacto nenhum pois quem nao joga, nao tem moral para criticar, eu resprito mas penso assim…
Por isso estou procurando alguem que realmente joga xbox e anda a criticar, se voces forem um desses ou se conhecerem alguem ppr favor me avisa queria encontrar apenas um mas ate agora nao encontrei.
Obrigado

bruno
Visitante

Depende da crítica.

Se alguém criticar para dizer que um título é injogável, que é aborrecido, a gameplay é chata, que é repetitivo ou pelo contrário, que é um daqueles títulos que se encosta e não joga mais, então, sim, é necessário fundamentar muito bem a crítica, e sim, provar que realmente jogou.

Mas em parte, porque pode muito bem contar com as palavras de quem realmente jogou o jogo, como por exemplo, reviews oficiais e com base nisso, pode tecer uma crítica, mesmo sem ter jogado o jogo, desde que devidamente fundamentada na opinião de quem realmente o jogou. É necessário justificar da forma que dizes, sobretudo se a opinião da pessoa for contrária ao grosso das críticas (algo que se vê, por exemplo, no metacritic), e somente quando as críticas vão mais além do: a mim não me interessa”.

Agora, e no âmbito deste artigo, não entendo o porquê de alguém ter que possuir uma gametag, ou Xbox para poder falar de políticas, da ausência de exclusivos (para isso basta ver as conferências e olhar para o mercado) ou até da atitude da empresa face ao mercado.

Qualquer consumidor, antes de comprar a consola e querendo fazer uma compra consciente, pesando prós e contras, faz uma análise dessas e critica estes pontos no que tem que criticar, formando a sua opinião e a sua avaliação. ´É um direito que assite o consumidor, criticar e julgar um produto nestes aspetos, mesmo sem o ter.

Carlos Zidane
Visitante

Uma coisa que me aconteceu foi que me criticaram e muito (no Facebook) quando reclamei do Xbox One, e o tive até Janeiro desse ano, (comprei o PS4 em Janeiro também) então reclamava de algumas coisas que não concordava e advinha:
Mesmo jogando o One me chamavam de “Sonysta” “Sonystinha” “Poney” quando não concordava com eles… hahahaha.
Olha o nível dos caras…
Fanboys não querem ouvir nada que não seja favorável pra eles, pois a “diversão” é ver o circo pegar fogo.

José Galvão
Visitante

Mário quando dizes infelizmente a Microsoft não está a ganhar, eu digo felizmente a Microsoft não está a ganhar.

Quanto à “visão” da Microsoft para o seu modelo de negócio no que toca a videojogos, mais uma vez a Microsoft a achar que não é ela que se tem que adaptar ao mercado, o mercado é que tem que se adaptar à Microsoft, e vão falhar miseravelmente.

bruno
Visitante

Neste caso, sou forçado a concordar.

Entre a ONE X, EA Access, GamePass e a aposta somente nas mesmas Ips sem permitir qualquer tipo de inovação aos estúdios internos, não há qualquer vantagem para o mercado no geral em ter estas estratégias da MS a dar frutos.

Igor
Visitante

Todo final de ano é a mesma coisa, sempre aparecem videntes.

Livio
Visitante

“Quando o modelo slim(Xbox One) for lançado a MS vira o jogo”

“Quando o monstro for lançado venderá mais que o PS4”

Alguns exemplos de visões de videntes! Sonhos fabricados pelas “filiais” gratuitas da MS.

Agora tem uma realidade que não vejo ser comentada, muitos dizem que a Sony compra a mídia, mas não falam que a Xbox Brasil tá distribuindo XOX para alguns canais de games, inclusive os pequenos, mas esqueceu de dar uma unidade para 2 canais conhecidos daquela comunidade.

Em um até entendo que não ganhou porque ultimamente vem criticando a MS e mesmo assim não deixa de ser fã da marca. Criticou os últimos Games with Gold, Lucky Tales, PUBG, e até Cuphead(nesse achei injusta a crítica). Já o outro canal também conhecido só serve mesmo para criar guerrinhas na rede(não é o XMG).

Livio
Visitante

Ahhh mais um sonho feito das filiais gratuitas da MS para este ano que não concretizou, mas não duvido que no futuro concretize….

Crash Bandicoot N.Sane trilogy para Xbox One no natal de 2017.

Até está passando despercebido esse sonho.

Reforçando não duvido que possa sair em 2018, quem saiba no holiday.

bruno
Visitante

Tens toda a razão. Estes videntes tecnológicos de meia tigela, que pensam que adivinham o que o mercado quer e qual a direcção do mercado mesmo quando os sinais são todos os contrários.

Estes videntes (MS), estão completamente às aranhas e à anos que se sabe disso.

Davi
Visitante

Talvez tenha me expressado errado, não sei!
Vou tentar resumir para ficar claro, não quero ouvir o que um fã tem para dizer, quero ouvir de quem joga, se jogou mostra comprova, se não jogou sua opinião pra mim zero a esquerda não vale de nada.
Sua opinião não quero dizer a sua em especifico e sim de qualquer pessoa que não jogou, se torna irrelevante.
E sempre são os fanboy de Playstation reclamando, sempre os mesmos, estou pedindo a Gamertag de alguém que realmente joga Xbox e está infeliz, não tem nenhum, só reclamam sem jogar?
Mas que raios, parece até piada as pessoas reclamarem se não jogam nem o que tem, não quero forçar o assunto para não ser chato ou inconveniente com as pessoas.
E mais uma vez por favor peço desesperadamente para mostrar alguém reclamando de quem joga Xbox, apenas uma pessoa já ficaria contente porque faz tempo que eu procuro e não consigo achar, sempre os mesmos fanboys de Playstation que não jogam Nadinha de Xbox e quer ter alguma moral para falar o que está bom o que está ruim..
Podem falar vocês tem livre arbítrio e devem ser respeito.
Mas pra mim só vai ser relevante quando chegar alguém que joga Xbox e reclamar, mas não tem, eu ainda não encontrei estou tentando achar, os que eu acho estão feliz, os infelizes e os insatisfeitos são os que não jogam, estou esperando alguém provar o contrario.

bruno
Visitante

Sim, expressaste-te mal.

Quer dizer, não foi mal, tentaste contornar a coisa e como não deu, agora vens ao que queres – desacreditar e gerar confusão.

Inicialmente, disseste que respeitavas a opinião dos outros, mesmo daqueles que não jogavam e começaste a dizer que ninguém tem direito a falar mal de jogos se não os tiver jogado. Por isso, ainda perdi o meu tempo a tentar perceber o porquê de quereres gamertag num assunto que nada tem a haver com jogos em si, mas com políticas e mercado.

Agora demonstras as tuas intenções: basicamente, insistes em que só se pode criticar a Xbox (políticas e atitudes face ao mercado), quem possui gamertag Xbox. Mas lá porque tu o dizes, não quer dizer que assim seja. E não é assim.

Para mal dos teus pecados, este site tem vindo a acertar em tudo o que previu: o fracasso inicial da Xbox, o problema da ONE em performance face à PS4 e os problemas que a divisão enfrenta atualmente onde o investimento em exclusivos pelo que temos visto se cinge ao mínimo necessário.

Achas que as coisas não são como o site tem noticiado? Problema teu. E problema da Xbox. O facto de tu gostares não a está a impedir de continuar atrás em vendas face à PS4 (nem a ONE X, o monstro, foi capaz de virar o mercado nos EUA), os exclusivos rareiam (mais uma vez se gostas é contigo, mas não é por tu gostares que se vai fingir que a situação é outra), e a aposta da marca é em formas de monipolizar completamente todo o mercado e o fluxo de dinheiro na comercialização dos jogos, com prejuízo dos jogadores (bye bye usados).

No meio de tudo sabes o que ainda não vi? Tu a provares porque não concordas.

Queres saber a opinião de pessoas que têm gamertag? Lê os artigos do Mário, porque ele tem Gamertag, lê os comentários do José Galvão que também tem gamertag, entre outros.

Davi
Visitante

E sim Bruno, respeito a opinião, respeitar não quer dizer concordar, e se você é mais um que fala e não joga, pra mim você é mais um com opinião irrelevante, é mais um que fica com listinha mostrando os jogos que lançam em 1080p no ps4 e 900p no xbox, é mais um que fica com listinha mostrando que vai jogar os exclusivos no PC, ou fica com listinha comparando quem lança mais jogos.
Então eu respeito que você faça isso, mas pra mim é irrelevante, se um dia uma pessoa que joga de fato e quiser reclamar ok, mas enquanto não jogar pra mim se torna zero a essquerda.

bruno
Visitante

Essa maldita mania de tentar reinventar a roda para evitar reconhecer factos e tentar levar a vantagem numa troca de ideias… Lamento informar-te Davi, mas não és o primeiro. Não serás o último, certamente, mas tenho que reconhecer que imaginação para não admitirem o que sabem ser verdade não vos falta.

É impressionante a maneira como vocês reiventam conceitos, normas sociais, regras naturais de comunicação, etc.

Começemos com o conceito de respeitar uma opinião. O que é isso? É reconhecer que a opinião, apesar de não acreditamos nela como correspondente ao que pensarmos ser a verdade dos factos, é suficientemente válida para nos suscitar dúvidas sobre se será ou não correspondente.

No entanto Davi, tu estendes o conceito numa forma completamente inconcebível. Tu respeitas opiniões ao mesmo tempo que as achas irrelevantes. Basicamente, dizes que criaste uma nova matéria composta por àgua e fogo, que coexistem entre si juntinhos no mesmo espaço, o fogo a arder na àgua.

Não importa se eu sou do tipo que faço listinhas ou não. O que importa é que as listinhas existem. São factos. E não é por tu dizeres que elas são irrelevantes ou que eu não as posso enumerar, que elas vão deixar de existir ou de realmente ser irrelevantes. Não é por dizeres que as opiniões só são válidas se forem de acordo com o teu critério, que elas serão válidas ou não. Não és, nem nunca serás tu a decidir. A realidade decidirá isso por ti.

Da mesma forma que não será o facto de para ti não ter importância que as pessoas que comparem listinhas de quem lança mais jogos, que fará com que não seja importante, no fim.

Voçês continuam a querer a toda a força que as pessoas desconsideram coisas que influenciam o mercado e o valor de uma plataforma, apesar de realmente influenciarem o mercado e o valor da dita plataforma.

Voçês continuam a querer pintar que isto é implicação de fanboys, quando são cirtérios que justificam a compra por novos clientes.

Infelizmente para vocês, e ao contrário de vocês a MS não se pode dar ao luxo de ignorar isso. Porque ao contrário de vocês, é quem mais sofre na pele por isso.

Davi
Visitante

@Bruno!
Pelo discurso, você bom filosofo, pena que sua opinião pra mim não vale nada.
Volto com a primeira pergunta que eu fiz por favor eu imploro pela Graça do senhor Jesus Cristo, desculpa falar assim Mário, mas eu imploro que apareça alguém que joga de fato e está descontente, eu imploro apareça alguém que tenha uma opinião relevante, pois zero a esquerda que não jogam não tem moral para falar nada isso pra mim.

Enquanto a galera do Xbox jogando em peso Pugb se divertindo horas e mais horas os fanboy se matando porque um jogo com grafico de celular está fazendo sucesso.

Essa é a diferença quem tem Xbox joga, quem não tem fica bolando teorias da conspiração.
Quem joga adora esta super satisfeito…

Mais um apelo por favor apareça alguém que joga Xbox comprovando que joga e esta reclamando.
Sempre os mesmos fanboys de Playstation reclamando

Como o presidente da Sony da America Latina fala, não está contente a porta é logo ali…….

Xbox mil grau é uma piada sem limites, mas pedir a gamertag foi a maior sacada de todas, pega fanboy no pulo, porque não jogam #$#$ nenhuma.

bruno
Visitante

Sim… adora estar tão satisfeito que perde tempo a vir aqui, não é Davi? Pensei que ias ignorar os meus comentários…

Atenção que mais uma vez te estás a expressar mal, tens que ser mais claro:

“Volto com a primeira pergunta que eu fiz por favor imploro pela Graça do senhor Jesus Cristo, desculpa falar assim Mário, mas eu imploro apareça alguém que me diga o que quero ouvir, eu imploro que apareça alguém que tenha uma opinião que diga o que eu quero escutar, pois as restantes não me interessam.”

Agora já nos entendemos.

O meu conselho contudo, é que tentes arranjar um parceiro: ele diz o que tu queres ouvir, e tu dizes-lhe o que ele quer escutar. Por exemplo, apesar das nuvens pesadas no céu, ele garantir-te-á que não irá chover, de forma a não piorar o teu humor; igualmente, tu garantes-lhe que colocar a mão em ferro em brasa não trás qualquer risco para a saúde.

Dado que tens estado sem sorte (não sei porquê os do costume têm se abstido de vir em teu apoio) fica a sugestão:

Coloca um anuncio deste na secção própria do jornal:

“Utilizador Xbox, sozinho e sem ninguém que diga que também está contente, procura outro utilizador Xbox, sem maus vícios (criticar Microsoft), para mutuo entendimento e apoio. Ponto de encontro: http://www.pcmanias.com. Procure por utilizador com username Davi para troca de mensagens de apoio”

És capaz de ter mais sorte.

Sim, Davi, mais uma vez, ignoremos que um jogo pelo qual se cobra quase 30 dólares sair num estado execrável. Isso também nunca aconteceu, foi tudo uma cabala, uma grande teoria da conspiração.

Só um ponto, quem joga, não está aqui a fazer o que tu estás a fazer.

José Galvão
Membro

Zavi…

Aqui o Tio tem cerca de 24 consolas, isto sem contar com os Spectrum, Amiga e PC’s que já tive.
Da parte da SEGA tenho tudo a partir da Megadrive, inclusive a MegaCD, da parte da Nintendo tenho tudo a partir da N64, até a Panasonic Q, da Sony tenho tudo, da Microsoft tenho tudo menos a ”porno”

No que toca a conquistas, na PS tenho um total de 6012 trofeus que se repartem por cerca de 600 jogos, na Xbox tenho uma gamerscore de 31201g que se repartem por cerca de 265 jogos, e como cereja no topo do bolo, ainda hoje tenho o 2º melhor tempo a nível nacional do Project Gotham Racing 4.

Nada mau para um loko que não joga, que fala sem saber, que é hater, mas que na realidade te dá um valente de um bigode! 😉

Livio
Visitante

ôpa tb tenho a Panasonic Q, infelizmente ele está com problemas na leitura de jogos e o problema não é no leitor.

Davi
Visitante

Jose Galvão não perco meu tempo, ele deve estar fazendo artigos para falar mal do Phil Spencer, Jose Galvão anda ser comparado com famoso tio loko brasileiro.
Bruno vendas não importa pra mim, eu vou ter que comprar com meu dinheiro do mesmo jeito, então só é bom qual vende mais, você usa as mesmas teorias de uma pessoa que possui andoid querendo dizer que o mesmo é melhor do que IOS, mas ele vende mais, tem mais apps gratuitos, não é tão fechado e bla bla bla.
E sim o Xbox vai continuar atrás de vendas do PS4 qual novidade disso?
Vocês generalizam tudo, igual star wars batlefront 2, engraçado que mesmo ele sendo um fracasso foi o segundo jogo mais vendido em novembro, se ele foi fracasso imagina os outros.
Agora existe o ponto em falar que o jogo estava previsto para vender o dobro do que vendeu ai tudo bem, pode ser considerado um fracasso, mas ser o segundo jogo mais vendido de Novembro não quer dizer que não obteve lucro…
Hoje em dia são muitos mais pessoas comprando online compartilhando jogos, cada vez mais cresce isso.

E jogos exclusivos não é nada, se Star Wars 2 foi fracasso pra voces imagina os exclusivos que sofre p vender 2 milhoes em uma base de 70 milhoes.
Nintendo wii u foi fracasso p vocês mesmo com excelentes exclusivos….

Enfim qualquer coisa que não seja da Sony não vai prestar e todos precisam seguir o mesmo modelo da Sony.
Igual eu falei no começo você é igual as pessoas que tentam mostrar que o Andoid é melhor do que IOS porque ele vende mais.

bruno
Visitante

Não perdes o teu tempo? Não querias alguém com gamertag e que te dissesse que está descontente? Aí tens alguém com gamertag e que te diz que está descontente.

Ou expressaste-te mal outra vez? Ás tantas o teu objetivo é alguém com gamertag e que te diga que está contente?

Tudo bem que não importe para ti. Mas não é por não importar para ti, que as vendas deixam de ser o que são. Que não existem. E nem por isso deixarão de importar para a Microsoft e os seus accionistas. Ou até para quem faz jogos. E se gostas de uma consola relegada para segundo plano, estás em todo o teu direito. No entanto, quem vai comprar uma também está em todo o direito de ser alertado.

Queres a toda a força passar a ideia que isso não tem importância, porque tu não te importas. Mas são coisas diferentes. Uma é que tu não te importas, outra é que realmente não importe. Tens um pouco a mania de confundir as duas coisas.

Cod WWII vendeu 4 milhões. SW Battlefront II deve estar ainda abaixo do milhão de unidades. Teve quebras maciças face às anteriores entregas. Que a ti não te importe é uma coisa, mas à EA importa.

Queres ignorar isso? Ou também é uma teoria da conspiração que as acções da empresa tenham vindo por ali abaixo?

Igor
Visitante

PUBG 1 milhão em 48 horas.

Fracasso total!

José Galvão
Membro

Igor… eu chamo a isso 1 milhão de enganados, porque a ironia das ironias é que estás a dizer a verdade sem o saberes.

Apesar dos números, o PUBG fecha com ”chave de ouro” um ano absolutamente miserável para a Xbox, quero lá saber que o jogo vende x unidades em x horas, foi na sua maioria vendas a pessoas que não andam nos sites da especialidade para saberem do real estado do jogo porque só um bronco é que vai comprar um jogo que já sabe que está injogavel.

Driveclub no seu estado inicial era um menino comparado com o PUBG na Xbox, e bem enterraram o jogo.

Igor
Visitante

José,

Para a grande maioria o que importa e interessa é a diversão e não ficar perdendo tempo em sites de “especialistas gamers” que na maioria das vezes nem jogam.

Miserável só se for pra você ou para aqueles que só tem playstation e ficam jogando palavras ao vento como se isso tivesse alguma importância ou fosse mudar o pensamento de quem está se divertindo e muito com o Xbox.
PUBG, Cuphead, Forza 7, Super Lucky’s Tale, Halo Wars 2 os multi Wolfenstein, Assassins Creed, Call of Duty, Project Cars 2 entre outros e sem contar serviços como o Xbox Game Pass.
Parece que foi um ano miserável mesmo, pelo menos para os haters da plataforma.
Que venha 2018, por que se 2017 desse jeito foi miserável, imagina 2018 com um Halo 6 e um Forza Horizon 4. Só o Halo 6 já justificaria a compra de um Xbox One X.

bruno
Visitante

Não só para aqueles que acusas de serem haters.

Também foi um ano miserável para os milhares de clientes que a MS não conseguiu ganhar este Outono. Aqueles que supostamente iriam fazer do monstro, um monstro e que lhe passaram ao lado…

Curioso que digas que Halo 6 justificaria a compra do ONE X, provando que só um exclusivo desses ajudaria a vender a consola, ao mesmo tempo que afirmas que este ano correu muito bem apesar da consola mais potente do mercado ter falhado em fazer o que foi feita para fazer – ganhar mercado.

José Galvão
Membro

Igor, acho piada o teu parágrafo inicial uma vez que se há pessoa aqui que opina sem saber és tu, e não sei se já reparaste, sim és desses que acusas de perder tempo em sites de ”especialistas gamers”, irónico no mínimo…

Outra coisa que desconheces ou finges desconhecer, é que eu sou um cliente Xbox, não só tenho todas como tenho mais jogos e se calhar mais gamerscore do que tu.
O problema de pessoas como tu é que não se pode tocar na prima dona, tudo o que vem no sentido contrário é mentira e se for de alguém que tem o produto em questão ou é um traidor ou um hater, quando na realidade existe por ai muitas pessoas que não estão formatados de opinião e conseguem tirar a cabeça de dentro da árvore para ver a floresta.

Quanto ao PUBG, já percebi que o compraste para a tua Xbox qualquer coisa, se estás a divertir mesmo com carradas de bugs e framerates que chegam aos 4fps tudo bem, já eu tenho um nível de exigência mais refinado, estou mal habituado, joguei a versão alpha do Nioh na minha PS4 e fiquei com o standard elevado, logo não compro lixo…

E para tua informação, se quisesse comprar o PUBG já o tinha comprado, mas para aquela coisa que eu tenho que se chama PC…

bruno
Visitante

Tens olhos para veres os vídeos, certo? Sabes o que é mostrado nesses vídeos certo?

Chamaste fracasso a Driveclub e tentas pintar uma imagem diferente desse jogo?

Ou estás como o Davi a tentar convencer que o que foi visto não é o que foi visto?

eduard08
Visitante

Mario se nao houver problema gostaria de deixar aqui uma “prenda” para os leitores que queiram ou que jogam no pc

https://www.ubisoft.com/fr-fr/event/happy-playdays-2017/#freegame1

3 jogos que neste momento estao gratuitos e ate dia 23
os jogos sao: Watch_Dogs, World in Conflict e Assassin’s Creed IV: Black Flag,

João Magalhães
Visitante

E o Fernando não apareceu mais? Está perdendo a graça rs

By-mission
Visitante

Lembra daquele discurso de que exclusivos não vendem… Adivinhe lá porque ele sumiu…

“…Segundo avançado pelo GamesIndustry.biz, dados apresentados pela UKIE e a Gfk Chart-Track revelam que a PlayStation 4 representa 50.2% de todos os jogos físicos que foram vendidos no Reino Unido durante o actual ano.

Este é o primeiro ano em que mais de 50% dos jogos físicos vendidos no Reino Unido pertencem a uma só plataforma, um recorde que até agora pertencia à PlayStation original, que foi responsável por 47.9% dos jogos vendidos em 1998…”

Livio
Visitante

Deixa prá lá by-Mission, isso é dar murro em ponta de faca eles nunca aceitam.

Ontem já tinha canal fazendo controle de dano com desculpa de sempre, tem 70 milhões mas “unchato 4” só vendeu 10 milhões.

O engraçado que o cara usou umas 3 páginas comprovando o sucesso do PS4 e mesmo assim ele não aceita.

Só falta ele comprar o XOX que tanto hypou, porque parece que será o único a não receber um de graça da MS, ArnaldoDK já recebeu o dele(estava torcendo para ele receber)!

Mas aí é só responder: Se o que o Xbox oferece é tão bom assim, muito melhor que as demais plataformas porque ele continua mês a mês em último? Atrás até mesmo do que eles chamam de “aparelho de geração anterior”(Switch)