Microsoft quer IA a vigiar cheaters na sua Live…

O U.S. Patent and Trademark Office publicou uma patente da Microsoft que descreve uma metodologia de detecção de batotas usando inteligência artificial. A ideia é trazer a detecção de batotas para fora do jogo, sendo implementada directamente na plataformas, dado que plataformas como o Xbox Live e a Playstation Network não detectam irregularidades.

Infelizmente as consolas já não são aquilo que eram. O Cross Play com o PC é, acima de tudo, um problema com as cheats que existem descontroladas do lado do PC, mas a realidade é que mesmo o universo fechado das consolas já não é imune às cheats.

Situações como a criação de lag artificial sempre foram usadas nas consolas, mas agora aparelhos cujos nomes não vamos citar por não serem bons para o gaming, e existentes para Xbox ou PS4, permitem a criação de scripts que ajustam de forma exagerada a assistência de mira ao ponto de as mesmas se aproximarem de aimbots. Estes scripts podem ainda melhorar a rapidez de disparo, optimizando-a ao máximo.

Há igualmente adaptadores USB que permitem o uso de teclado e rato em jogos que não os suportam, permitindo assim o ganho de optimização no disparo.

Naturalmente que nas consolas não temos aimbots ou wallhacks como no PC. Correr código não autorizado não é possível nas consolas, e muito menos em paralelo como código autorizado, interferindo com o mesmo. Mas temos alterações suficientes para que a batota possa existir!



Metendo o PC ao barulho é que o caldo fica entornado, uma vez que nada impede os possuidores de PC de usarem código paralelo que faça todo e qualquer tipo de aldrabice.

Basicamente o que podemos dizer é que os cheats consola não justificam realmente qualquer medida. São poucos os utilizadores que os usam, e os ganhos são apenas melhorias de performance. Já os que vem do PC… são um problema!

Nesse sentido, com o Cross Play instalado, torna-se necessário existir protecções. É triste que os jogadores de consolas sejam quem tem de sofrer com isso, e sinceramente entre ter um jogo com cheaters onde se instala protecções que podem ou não ser eficientes, que podem ou não ter falsos positivos, ou pura e simplesmente remover os cheaters do jogo, deixando-os a jogar entre si, prefiro a segunda hipotese. E tal passa pelo corte do Cross Play nesses jogos!

Mas a Microsoft actualmente não pondera essa opção. O Cross Play é relevante para a promoção do Windows 10 como plataforma de videojogos, e nesse sentido quer instalar uma IA nos servidores que detecte os cheaters, tendo para tal submetido uma patente nesse sentido no U.S. Patent and Trademark Office.

É uma solução… poderá não ser a mais perfeita pois sistemas anti cheat existem à anos, e os cheaters sempre passaram por cima deles, sendo que as medidas protectoras só tem levado a cheats cada vez mais complexas de serem detectadas, mas é uma solução.

É triste é que se esteja a falar disto quando o tema é consolas.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Edson Nill
Visitante
Edson Nill

Putz… Até consoles ameaçados com trapaças???! Complicou a situação!