Microsoft tenta fazer com que os utilizadores de XP façam upgrade para o Windows 8

A Microsoft vem ressaltar as desvantagens de se continuar com um Windows desactualizado e propõem soluções… onde todas passam pelo Windows 8.

Microsoft logo

A Microsoft vem relembrar. Faltam pouco mais de 50 dias de vida para o XP. Dia 8 de Abril o Windows XP está oficialmente morte e acaba todo o tipo de suporte ao mesmo.

Isso não quer dizer que os cerca de 37% de utilizadores PC que usam esse sistema operativo deixem de o poder usar. Na realidade o OS continuará operacional, apenas que as actualizações, correcções de erros, correcções de segurança e outras formas de apoio e suporte, terminarão nessa data.

Ora a morte do XP não é novidade. O que é novidade é os esforços insistentes que a Microsoft está a exercer sobre os utilizadores para que a mudança ocorra para o Windows 8, um OS que não agrada de forma alguma à maior parte das empresas.



E os avisos, comunicações e mesmo insistência que a empresa está a fazer junto das empresas devidamente registadas, é grande, avisando das possíveis terríveis consequências de segurança derivadas da falta de suporte.

A ultima acção no sentido de tentar forçar uma passagem dos utilizadores XP para o Windows 8 é dedicada a utilizadores, e indirectamente a todo o público alvo, e foi feita num post seu blog solicitando aos leitores/utilizadores com mais experiência que ajudem os seus amigos a fazer a passagem. E nesse texto lemos o seguinte escrito por Brandon LeBlanc, senior marketing communications manager da Microsoft :



Como leitor deste blog é pouco provável que estejas a usar o XP no teu computador. No entanto podes conhecer alguém que esteja a usa-lo e que até tenhas dado assistência técnica. Para ajudar, criamos uma página especial no Windows.com que explica o que significa “fim do suporte” para as pessoas que ainda com o Windows XP e as suas opções para se manterem protegidos após 8 de Abril.

Ora o mais engraçado é as opções de protecção recomendadas pela Microsoft, e que os utilizadores do XP devem tomar antes da data de fim do suporte, são:

– Comprar e instalar o Windows 8
– Actualizar o hardware do computador para suportar o Windows 8
– Comprar um novo PC com o Windows 8 pré-instalado.

Notam aqui algum padrão?

Os utilizadores do Windows XP são mais de 37% do mercado Windows, e a quebra de suporte terá consequências para ambos os lados. Os utilizadores deixarão de ter actualizações e suporte, ficando com os sistemas possivelmente vulneráveis. Mas a passagem para um OS que não se revela minimamente adequado à produtividade é um dos principais motivos do atraso na passagem. E mais ainda, obrigar 37% do mercado PC a trocar de computadores para máquinas capazes de suportar adequadamente o Windows 8 é algo que certamente não está nos planos de muitos, isto apesar de os requisitos teóricos mínimos são pequenos (CPU 1GHz, 1GB (32-bit) ou 2GB (64-bit) de RAM, 16GB (32-bit) ou 20GB (64-bit) HDD e uma placa gráfica DX9 ou superiora com driver WDDM).

Assim a Microsoft aproveita e “ataca” em dois sentidos. Primeiro na promoção do Windows 8 que pressiona para que seja a opção, e segundo ressalvando-se do seu próprio receio que este mercado se mantenha mesmo sem suporte, ou opte alternativamente pelo muito mais produtivo e directo de utilizar, Windows 7, seja ele original, ou pirata. E esta última opção, particularmente nos particulares, é o grande receio da Microsoft.

 



Posts Relacionados