Microsoft tentou financiar Ryse 2, mas queria direitos sobre o IP da Crytek. Jogo acaba cancelado.

A Microsoft abordou a Crytek tentando financiar Ryse 2. Mas as exigências eram demasiadamente alta, a Microsoft queria todos os direitos sobre o IP. Como consequência a Crytek negou.

crytek

O website Kotaku reportou que Ryse 2 foi definitivamente cancelado. O motivo foi um conflito entre a Microsoft e a Crytek devido a quem ficaria com os direitos sobre o franchising.

Ryse 2 estava efectivamente a ser produzido, e a Microsoft queria a exclusividade. No entanto a proposta para o financiar passava por ficar com todos os direitos de propriedade intelectual do IP, algo que a Crytek não podia concordar.

O desenvolvimento de Ryse foi definido pela empresa como “desastroso” e a mesma não quer de forma alguma repetir a situação, mas nem por isso quer abrir mão dos direitos do IP.



Entretanto os problemas finaceiros da Crytek continuam com vários funcionários a abandonar a empresa por falta de pagamentos.

Recorde-se que Ryse começou a ser desenvolvido em 2010 para a Xbox 360 com o nome de código Kigdoms. Podem ver o seu trailer em baixo:


O jogo sofreu evoluções diversas, e em 2011 já se chamava Ryse. Era um jogo desenvolvido para combates com o Kinect.


Como se pode ver, o jogo parece ter-se alterado face ao conceito inicial, mas certamente é igualmente bastante diferente do que saiu efectivamente para a Xbox One com o nome Ryse: Son of Rome, o que demonstra alterações radicais na direcção do jogo ao longo do seu desenvolvimento. Notoriamente houve aqui muitas horas de trabalhos que foram deitadas fora.

O que acontecerá agora à Crytek? É incerto! Mas quem sabe a corda apertando mais não acabará por ceder?



Posts Relacionados