Microsoft vai abandonar o suporte ao Windows 8… para a semana

A Microsoft deixa duas hipóteses no ar. Windows 8.1 ou a atualização gratuita para o Windows 10.

Lançado em Outubro de 2012 com muita pompa e circunstância, e apelidado como o melhor OS de sempre da Microsoft, 3 anos depois o Windows 8 é apelidado por muitos como o segundo Vista pois revelou-se mais um flop na história da empresa (Windows Millenium, Vista e 8).

Agora a Microsoft possui e publicita o Windows 10… mas muitos utilizadores não querem mudar. Não só porque o veem como um Windows 8 melhorado, como as políticas de privacidade do mesmo colocam inúmeras questões com as quais muitos nem sequer pretendem lidar.

Mas a Microsoft não quer mais utilizadores com o Windows 8. E estes ou fazem o “upgrade” para o 10 ou fazem a atualização para o 8.1. Mas no windows 8 deixarão de ter suporte já para a semana.

Apesar de poder parecer estranho que o suporte ao Windows 8 acabe tão cedo, o certo é que o Windows 8.1 não é mais do que uma espécie de service pack, e como tal representa uma atualização que mais do que recomendada, deveria ser obrigatória. É algo que não é novidade, tendo acontecido já com todas as versões do windows, apesar de o suporte para quem não fez a atualização não ter acabado desta forma.

Seja como for, o Windows 8.1 é gratuito e não representa nenhuma alteração aos termos de serviço ou ao núcleo de funcionamento do Windows 8, pelo que pode ser realizado diretamente com um simples download.

E com o Windows 8.1 a Microsoft garante suporte até 10 de Janeiro de 2023, apesar de haver um corte no nível de suporte anunciado para 9 de Janeiro de 2018.

No entanto este corte súbito de suporte destina-se primariamente a tentar que sejam feitos os devidos upgrades para o Windows 10, o que tambem é gratuito e trará suporte até 14 de Outubro de 2025, com corte no nível de suporte anunciado para 13 de Outubro de 2020.

Um dos grandes motivos desta pressão prende-se em parte com a atual pouca adesão ao Windows 8, usado por apenas 2% dos utilizadores. Daí que é altura de atualizar… nem que seja para o 8.1!

12 de Janeiro de 2016 foi a data onde saiu a ultima atualização para essa versão do OS.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (4)

  1. Acharia injusto acabar o Suporte tão rápido se eles não dessem a atualização para o 8.1 gratuitamente. Como o fazem, acho até válido.
    A microsoft ainda terá que manter por bastante tempo o Windows 7 e o 8.1 por causa das empresas. Atualmente, o Windows 10 é inutilizável em um ambiente corporativo baseado em Windows Server 2012 e Linux. Ele só estará apto após o lançamento do Windows Server 2016, e a não ser que a microsoft ofereça o upgrade gratuito, a adesão será bem lenta. Então ela terá 2 opções, ou mantém o suporte aos sistemas antigos, ou lancem service packs para melhorar a compatibilidade do Windows 10 com os atuais sistemas operacionais de servidores.
    Já para usuários domésticos, acho o Windows 10 perfeito.

    • Sou sincero que preferia não ter o Windows 10 devido às questões de privacidade. Mas dado que o tenho, o que posso dizer é que até agora, não tendo tido razões para me queixar de nada relacionado com a privacidade, o que posso dizer é que o OS é muito, muito bom!
      Quanto ao Windows 8, não há que ver o 8.1 diferente de um service pack… agora a questão é que 3 anos… é muito pouco! Acho que deveria ser mantido o suporte por mais um pouco.
      Mas no entanto, sendo o 8.1 gratuito, essa questão torna-se irrelevante e não entendo porque há quem não actualize.

      • Mário, a própria Microsoft não considera o Windows 8.1 um novo sistema operacional, e sim um service pack:

        http://windows.microsoft.com/pt-br/windows/lifecycle

        É mais do que lógico então essa atitude, pois é o mesmo que fizeram ao Windows XP e ao Windows Vista. Sem os service pack, não havia mais suporte aos sistemas, alias o Windows Vista só se tornou um OS decente do SP2.
        Vendo o período de vida dos sistemas, acho a Microsoft bastante generosa, o Vista tem suporte até o ano que vem ainda, 10 anos de suporte para um sistema rejeitado até pelo mais fanático pela Microsoft, acho que está bom demais até.

        • Não disse o contrário Fernando. Aliás concordo contigo!
          A diferença é que no 8, o 8.1 não é basicamente um apanhado de todos os patches anteriores como são os SP, mas há alterações de design e de funcionamento importantes.
          Uma das coisas que muitas pessoas abominaram foi o metro, o facto de o OS arrancar por ele, a ausência de um botão de start, etc.
          O Windows 8.1 resolve isso, mas infelizmente à maneira da Microsoft (o start button acrescentado no 8.1, por exemplo, não é o clássico e há programas de customização que deixam de funcionar). Muitas pessoas, eu incluído, alteraram radicalmente o Windows 8 para o tornar semelhante ao Windows 7, e muito desse software (particularmente o gratuito) ou funções não funciona correctamente no 8.1 (no meu caso usava muito o widi para ligação sem fios a ecrãs grandes e ele deixou de funcionar correctamente com o 8.1).
          Daí que compreendo que quem não gostou do Windows 8 não queira muito mexer naquilo que tem.
          Mas de resto concordo contigo. Sendo o update gratuito, a Microsoft não tem que se prender a nada. E esses problemas são pontuais!

Os comentarios estao fechados.