Microsoft vai mesmo a tribunal por defeito na drive DVD da 360

A Microsoft vai a tribunal por queixas de que a empresa nunca resolveu o problema da XBox 360 riscar os DVDs, apesar de estar consciente deles.

Uma das queixas apresentadas contra a Xbox 360 é que a consola risca os DVDs tornando-os inutilizáveis, um problema que a Microsoft sabia existir e reconhece existir, mas que nunca resolveu, lançando a consola com ele.

A empresa recebeu 55 mil queixas sobre o assunto nos três primeiros anos de vida da consola e perante as queixas do problema, o tribunal resolveu haver motivos para o processo avançar.

Eis a descrição justificativa do Tribunal.

A queixa refere que vibrações e pequenos movimentos na consola podem causar riscos no DVD criados pela drive optica. A Microsoft foi acusada de saber do problema ainda antes da mesma ser lançada em 2005. Um dos managers da empresa, Hiroo Umeno, referiu mesmo num documento de tribunal que a empresa tinha total conhecimento dos danos que poderiam ser causados quando a consola era reposicionada: “Isto é… informação que nós como equipa, a equipa da drive optica, sabiamos, Quando descobrimos o problema em Setembro e Outubro, quando tivemos os primeiros relatos de movimento do disco, soubemos o que causava o problema.

Como referido, haviam 55 mil queixas oficializadas ao fim de três anos, queixas essas que a Microsoft rejeitou alegando mau uso da consola, argumentando que apenas 0,4% dos possuidores de consolas reportaram problemas.

Sabendo do processo a Microsoft tentou alegar que cada queixoso deveria apresentar um processo em vez de existir um processo colectivo. O tribunal rejeitou a situação!

Publicidade

Posts Relacionados