MIT ensina Drones a aterrar e recarregarem-se nas linhas de electricidade.

Se os Drones tem bateria limitada, o MIT está a ensina-los a aterrar nas linhas de electricidades e a recarregarem-se.

CSAIL_perch_drone

Um dos maiores inconvenientes do Drones é o seu alcançe e tempo de voo limitado. O problema passa em parte pelas baterias necessárias para maiores voos que são necessariamente pesadas, e quando há peso… há compromissos. O equilíbrio actualmente centra-se em algo como os 10 a 20 minutos de voo.

Mas eis que o MIT teve uma grande ideia. Em vez de esperarem sentados que a tecnologia das baterias melhores, porque não colocar os Drones a recarregarem? E inspirados nos pássaros que pousam nos fios eléctricos o MIT avançou para algo do género. Um sistema que permita aos drones engancharem-se nos cabos eléctricos, recarregando, e levantando voo mal tenham nova carga,

Eis um vídeo dos testes efectuados.


O Drone baptizado de  CSAIL só possui um único motor. Mas possui sensores que detectam a linha de energia e que lhe permitem efectuar uma manobra que lhe permite enganchar-se na mesma e carregar. Para tal o drone sobe o nariz e inclina as asas perdendo velocidade e caindo na linha.



Posts Relacionados