Modo de repetições de Driveclub é fantástico. E vendo o que este jogo poderia ter sido, a Sony não perdoa.

DC

Driveclub foi uma grande aposta da Sony. Uma aposta que não saiu bem e que continua a não sair bem. O jogo melhorou temendamente, mas a equipa continua a falhar. Daí que apesar das melhorias que vão sendo apresentadas, a Sony resolveu recolocar e mesmo despedir na Evolution.

DC

A Evolution Studios vai ter cortes… e valentes! 55 dos seus funcionários vão sair da equipa, quase metade dos funcionários actualmente a trabalhar neste produtor.

Os números partem de fonte próxima da Eurogamer que inclui que a equipa teve conhecimento dos mesmos no passado dia 20 de Março.

Apesar que parte dos funcionários poderão ser mantidos no local com contratos temporários, tal não é garantido.

A Sony refere que a re-estruturação se deve a uma mudança de atitude para com a Evolution que passará agora a focar-se em Driveclub como “um serviço”, bem como se deverá concentrar no lançamento da versão PS Plus.

Driveclub estava previsto ser lançado em Novembro de 2013 como jogo de lançamento da consola. Teve direito a um ano de atraso, e mesmo assim saiu incompleto e com problemas.

Agora, quase ano e meio depois, o jogo teve direito a uma série de actualizações e acréscimos de elevada qualidade que tornaram finalmente o jogo naquilo que sempre deveria ter sido. Mas tal ocorreu à custa de problemas diversos no seu lançamento, nomeadamente a nível de servidores e da qualidade geral do jogo. Os acréscimos dos efeitos atmosféricos, novas pistas e automóveis, correcções de falhas na IA e outros, bem como a adição dos modos de repetição transformaram radicalmente o jogo. Driveclub é um nome a reter e um grande jogo de automóveis, que possui o melhor grafismo alguma vez visto num jogo deste tipo.

Infelizmente a equipa com estes acertos tem continuado a falhar no que toca ao lançamento da versão PS Plus prometida desde o lançamento da PS4. E como tal a Sony não perdoa!

O comunicado da Sony refere o seguinte:


A Evolution Studios focar-se-à agora em DriveClub como um serviço a melhorar, em particular, no importante lançamento da versão PS Plus. Iremos re-estruturar a Evolution Studios para garantir que a os estúdios da SCE WWS e em particular a Evolution Studios estão na melhor posição para alcançar esses objectivos.

Os nossos estúdios first party são a chave para uma estratégia criativa e estamos muito excitados sobre projectos futuros a serem trabalhados e no papel que a Evolution Studios irá desenvolver.

Iremos ver como re-colocar os membros nos nossos estúdios, mas infelizmente algumas redundancias serão necessárias e nesses casos assistiremos os funcionários da melhor forma que pudermos.

As fontes da Eurogamer referem como explicação para estas alterações questões “puramente financeiras”, algo que discordamos dado que tal levaria a maioritáriamente despedimentos e não a recolocações. Desta forma, e como já entenderam da forma como desenvolvemos o artigo, a outra explicação apresentada “um abanão pelos problemas de Driveclub” será uma justificação mais coerente.

Convém ressaltar que estamos com ano e meio a mais sobre a data prevista de lançamento do jogo, e a equipa ainda não apresentou a versão PS Plus prometida. Não há desculpas para tal!

No entanto a Sony não verdadeiramente castigar o estúdio, mas sim reformular o mesmo para que comece de fresco. E como a fonte da Eurogamer refere “As pessoas que ficarão são as melhores naquilo que fazem. Se alguém poderia desejar um começar de novo para a Evolution, essas são as pessoas para o fazer“.

Vejam o vídeo que se segue, e que mostra o que se pode fazer com o modo de repetições e fotografia. Associado aos efeitos climatéricos, à qualidade gráfica do jogo, e às correcções efectuadas na condução e na IA, a qualidade do jogo está a um nível em tudo superior à do lançamento do jogo. E imaginem o sucesso que o jogo poderia ter tido se tivesse sido lançado já assim!




Publicidade

Posts Relacionados