Morreu Steve Jobs

 Posted by on 6 de Outubro de 2011  Diversos
Out 062011
 

ArV7i[1]

A Apple anunciou que o seu fundador morreu ontem, dia 5 de Outubro, com 56 anos. Não será uma notícia totalmente inesperada, dado a conhecida luta contra um cancro no pâncreas, mas não deixa de nos entristecer.

Quer se goste ou não da empresa, dos seus produtos, opções e estratégias, há que reconhecer que Steve Jobs foi um visionário. Um inovador no verdadeiro sentido da palavra, que revolucionou muita coisa no mundo da tecnologia e não só. Até no cinema de animação deixou a sua marca com a Pixar.

É um exercício interessante pensar como seria hoje o mundo sem Steve Jobs. E, dado o que conseguiu nas últimas duas décadas,  como poderia ser se tivesse ficado por cá mais algumas. Afinal tinha apenas 56 anos.

Recorde-se que Steve Jobs deixou o cargo de Presidente Executivo da Apple em Agosto passado, por motivos de saúde. A sua completa ausência no lançamento do iPhone 4S, atribuída a uma constipação, ganha agora novos contornos. Jobs foi diagnosticado com um cancro pancreático em 2001. Apesar dos tratamentos e de uma cirurgia em 2004, acabou por espalhar-se para o fígado, levando a um transplante feito em grande segredo em 2009.

Pessoalmente tenho de dizer que os produtos da Apple nunca me convenceram muito. Sempre os achei demasiado caros para o que eram e demasiado limitados em algumas coisas. Mas admiro Steve Jobs. Este homem que revolucionou a industria das tecnologias de informação, não uma, mas várias vezes. Contra todas as espectativas. É um modelo de empreendedorismo, de inovação, de marketing, de… “showmanship” (bom a dar espetáculo).

Descansa em paz Steve Jobs. Há muitas coisas que não serão iguais por cá sem ti. Vamos sentir falta da tua visão, da tua obsessão, do teu dinamismo, dos teus “insane”, dos teus “amazing”, dos teus “boom”, dos teus “magical device” e dos teus “one more thing”.

Recordamos aqui um discurso na universidade de Stanford, em que Jobs fala inclusive da morte.

O site Gizmodo fez um comovente tributo, baseado no anúncio “Think Different” de 1997.

Para quem quiser recordar um pouco de história. Aqui ficam também dois extratos do excelente documentário “Triumph of the Nerds”.

 

Publicidade

Sorry, the comment form is closed at this time.