NES fez 30 anos

NES

A NES fez no passado dia 18, 30 anos. E com essa data chegam recordações de um tempo onde a diversão era tudo o que interessava.

Uma das discussões mais comuns sobre as novas consolas passa pelas diferenças entre as performances de ambas, ignorando-se muitas vezes aquilo que realmente interessa. Que independentemente da qualidade gráfica apresentada, o que importa é a diversão que se obtém.

Atualmente as pessoas queixam-se de não atingirem 60 fps. Queixam-se de a resolução não ser 4K ou Full HD. Mas o certo é que à 30 anos, no tempo desta NES essa situação não preocupava ninguém! As pessoas jogavam os jogos nessa consola e jogavam em outros sistemas, uns melhores, outros piores, e ninguém se queixava dos 60 fps ou da resolução, sendo que todos partilhavam era algo em comum. O facto de se divertirem à fartazana com os jogos.

A NES só chegou à Europa em 1986, o que quer dizer que por aqui só faz 30 anos para o ano que vem. E vinha equipada com um CPU MOS 6502 e um processador gráfico totalmente incapaz de acelerar 3D, mas que já contava com aceleração para os bonecos 2D (os “sprites”). Já a resolução estava longe de algo que se possa considerar hoje como aceitável, sendo de 256×240.

Apesar das inovações a NES estava limitada a 64 “sprites” no ecrã em simultâneo, e contava com apenas 2 KB de RAM, podendo expandir a memória com cartuchos que podiam expandir a memória entre algo como os 8KB e uns inacreditáveis 1 MB (Metal Slader Glory por exemplo).

Como eram bons esses tempos onde a diversão era tudo o que interessava!

Publicidade

Posts Relacionados