Nintendo aposta forte na Switch e toma medidas que fortalecem a possibilidade de suporte à consola.

O receio do mercado de que a Switch possa vir a ser uma nova Wii U é perfeitamente fundamentado. Mas a Nintendo está a tomar medidas que ajudam a que a consola possa vir a ter um futuro bem diferente.

O que se fazer para garantir o suporte das Third Party?

Normalmente basta um sistema ser novo para que isso aconteça. As empresas dedicadas aos videojogos dedicam-se ao sistema, e tentam criar uma base de utilizadores que garanta que essa plataforma será o seu sustento no futuro.

Mas a Switch possui uma grande sombra negra sobre si: A Wii U! Esta foi uma consola que apenas de ter tido um bom suporte de terceiros no seu lançamento, não agradou ao público em geral, e tal teve consequências.

O mercado é algo complexo. Por um lado requer uma larga base de utilizadores para ser compensador e justificar o investimento das empresas na criação de jogos, mas por outro sem os jogos as plataformas não vendem. Daí que o sucesso da versão anterior da consola é essencial, pois muito do mercado que ali estava passa para o novo mercado e torna-se o garante do mesmo.



Ora com a Wii U a ser considerada, comercialmente, um Flop o receio de um insucesso da Switch é uma realidade de mercado, com as Third Partys a recear grandes investimentos sem verem as vendas a acontecer.

E o que pode a Nintendo fazer quanto a isso?

Bem, da parte mais directa, já o está a fazer. A consola terá um excelente suporte First Party, com os tradicionais jogos Nintendo a aparecerem na consola, o que deverá atrair logo à partida os fans da marca.

De resto a Nintendo pouco mais pode fazer, excepto criar as condições para que o desenvolvimento na sua consola seja acessível e interessante. E é neste campo que a Nintendo acaba de dar um passo extremamente importante.

A Nintendo acaba de conseguir que a EPIC altere o seu popular motor, o Unreal, um dos motores mais usados em videojogo, para dar suporte à Switch. E esta actualização do motor foi já lançada sob a forma de um patch, garantindo assim a facilidade de conversão em jogos que usem este motor.

No entanto, apesar do suporte, nesta fase as alterações ao motor destinadas a suportar a Switch, a atual versão do motor considera-se estar ainda em fase experimental, sendo que a EPIC apenas garante uma versão final na próxima actualização do motor.

Estas são excelentes notícias para a Switch, e devem ser uma ajuda no sentido de se conseguir impulsionar a consola.



Posts Relacionados