Nintendo ficou entusiasmada com os valores de venda iniciais da Switch e subiu a produção da consola.

A Nintendo previa fabricar 8 milhões de consolas Nintendo Switch, mas os valores das vendas iniciais levaram-na a aumentar o fabrico para o dobro.

Soube-se no início da semana que a Switch tinha vendido 1,5 milhões de consolas, sendo que a Nintendo a classificava como a consola Nintendo que mais rápido tinha vendido nos Estados Unidos e Europa.

E o certo é que se a Nintendo planeava fabricar 8 milhões de consolas no espaço de um ano, começando a partir de Abril, a empresa subiu esses valores para 16 milhões. – Fonte

A empresa planeia ter despachado 2.5 milhões de consolas no final de Março, um valor que subiu das previsões iniciais de 2 milhões, após as vendas iniciais. E alguns sítios estão a indicar escassez de stocks.

Note-se que os números até agora anunciados não são oficiais da Nintendo, mas sim dados da SuperData. E o curioso é que a Nintendo não veio referir números, quando aparentemente até tinha razão para o fazer.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Ao subir a produção para os 16 milhões, e perante os receios do mercado face ao futuro da Switch (ver artigo sobre o suporte indicado na Game Developers Conference), e ao fraquissimo alinhamento atual da consola, a Nintendo está a assumir um grande risco ao querer produzir num ano o mesmo numero de consolas que a Wii U vendeu em toda a sua existência.

Neste momento, e perante a realidade da consola, torna-se difícil crer que a Nintendo terá vendido 16 milhões de consolas até Março de 2018?

Recorde-se que a Xbox One vendeu perto de 28 milhões em 3 anos, o que equivale a algo como 9,33 milhões por ano. A PS4 vendeu 56 milhões, ou 18,66 milhões por ano. E por estes valores a Nintendo está a presumir que a Switch irá vender muito próximo dos valores da PS4, e muito mais do que Xbox One.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (2)

  1. Mário, sou mais otimista com relação ao switch. Penso que será um sucesso, principalmente por ter essa característica híbrida, e o fato de ter vendido tanto já no lançamento, mostra que o público gostou da ideia. Concordo que não tenha muitos jogos no lançamento, porém há games de imensa qualidade, fora o que a Nintendo deverá mostrar pós e3. Com relação a quantidade de produtoras desenvolvendo pra ele, pode ser por medo de o lançamento ser um flop, ou msm por alguma demora dos kits de desenvolvimento nas mãos das produtoras, pois vc acreditar msm que um console de opção portátil não ter sucesso, com jogos futuros como Pokémon, Munster Hunter, e outros tantos responsáveis pelo sucesso do 3ds, é pessimismo demais!rs. Não tenho dúvidas que o switch venderá mais do que o one, e se bobear, terá números maiores do que o Wii, por simplesmente unir os dois mundos (Wii e 3ds) e um console sô! Me cobre no fiquei se acertarei ou não… Abraços, Mário!!!

    • Edson… eu não estou a ser pessimista. Eu limito-me a transmitir dados reais que demonstrem às pessoas que o sucesso da Switch está longe de ser garantido.
      Mas pessoalmente queria que a Switch fosse um sucesso. Estive, como disse aqui, tentado a comprar uma, mesmo sabendo de tudo o que a rodeia.
      Acima de tudo, o que pretendo e sempre pretendi neste website é que os meus leitores quando compram saibam ao que vão e não enganados por marketing ou paleio de treta de fans.
      Se isso acontecer podem apostar que fizeram uma decisão acertada e de acordo com as suas convicções e isso é tudo o que quero.

Os comentarios estao fechados.