Nintendo Switch está hackada e não há nada que a Nintendo possa fazer quanto a isso!

A falha explorada é no Hardware, e não há nada que possa ser feito a nível de software para bloquear o hack!

O grupo FailOverflow veio dar a conhecer que a Nintendo Switch foi hackada e como prova de conceito foi colocada a correr o sistema operativo Linux.

A falha explorada para entrarem na consola não foi sequer no software… foi no hardware. Trata-se de uma falha na Bootrom e não pode ser tapada na atual geração de consolas.

A falha não só não requer qualquer alteração à consola, como para ser tapada requer uma alteração no hardware, algo que só pode acontecer nas futuras consolas, mas nunca nas atuais. É uma falha especifica dos Tegra X1 da Nvidia e que é usado pela Switch!

Para quem o termo Bootrom não diz nada, é uma ROM onde se encontra o código que é executado pelo chip, e que, devido à falha, a FailOverflow alterou de forma interceptar e substituir, conseguindo aquilo que pretendia.

Até ao momento o chack não passou de uma prova de conceito pois os FailOverflow não revelou como faz ou o que faz, tendo apenas mostrado que é possível fazer-se. Mas a partir do momento que o fez se não forem eles alguem o fará igualmente, e a consola a correr jogos pirateados é apenas uma questão de tempo!