Nokia ainda trabalha no seu telefone Android

Apesar da notícia da compra da Nokia pela Microsoft, a venda ainda não ocorreu efectivamente. E a Nokia continua a trabalhar no seu telefone Android.

connectingmicrosoft

Antes de ser conhecida a possível venda da Nokia à Microsoft, tornou-se público que a empresa estaria a trabalhar num telefone Android de baixo custo e do qual apenas se conhecia o nome de código “Mountain View”. Este telefone seria um Plano B para o caso de o seu investimento com o Windows Phone 8 não se revelasse proveitoso, o que aparentemente seria quase uma inevitabilidade.

Apesar de se saber muito pouco sobre este telefone, notícias recentes revelam que seria um telefone acessível baseado num processador Qualcomm Snapdragon 200 8225Q. E curiosamente, ao contrário do que muitos pensariam, este estava já numa fase de protótipo bastante avançada. A Foxconn, a empresa subcontratada para a sua criação teria já produzido mais de 10 mil protótipos do aparelho.

Mas a parte interessante da notícia é que a Foxconn não parou a produção e o projecto não está suspenso. O motivo é simples, a venda da Nokia à Microsoft ainda não está efectivada e necessita de ser aprovada pelos accionistas da empresa numa reunião que apenas acontecerá em Novembro. E por esse motivo, prevendo-se a possibilidade de a venda não acontecer, apesa de tal ser pouco provável, a empresa não quer ser apanhada desprevenida, e assim sendo continua com os seus projectos activos.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

A questão é que as relações entre as empresas e a Microsoft já estiveram melhores. E como tem sido comum recentemente, a Microsoft tem metido “a pata na poça”.

Acontece que a venda não é efectiva, mas a Microsoft já a encara como tal, e nesse sentido tem vindo a dar ordens para o interior da Nokia no sentido de cancelar a produção do seu Tablet Sirius, a gama de telefones Asha, e quase todos os telefones de baixo custo da empresa.

Esta é uma atitude arrogante e agressiva sobre a Nokia, particularmente quando existia já a ideia de que a Nokia não tinha sido exactamente beneficiado da parceria com a Microsoft, dando a ideia de algo arranjado para descer o custo da empresa. E com as tensões a subirem o certo é que certezas deixarão de existir, e se é certo que a Nokia ficaria numa posição má sem a venda, essa posição não é diferente do que já estava. Já a Microsoft perderia o seu principal parceiro e isso poderia enterrar de vez o Windows Phone.

Though the likelihood of Nokia mobile business buyout not going through is extremely low, stranger things have happened. And with tensions between Nokia and Microsoft surfacing already, nothing is guaranteed 100%, until it finally happens.

So there still might be a teeny-tiny hope for all of you who pined for Nokia Androids, and felt that Microsoft deal was  the betrayal of everything Nokia stood for.

Fonte: Unwiredview

Publicidade

Posts Relacionados