Nomeados para jogo do ano são 5, e maioritariamente exclusivos.

Dos 5 nomeados, dois só poderão ser jogados exclusivamente na Switch e outros dois apenas na Playstation.

Independentemente da ideia de alguns de que os jogos exclusivos não vendem consolas, estes lá as vão vendendo, e inclusive vão sendo nomeados como sendo os melhores jogos do ano. Aliás em 2017, este exclusivos continuam a estar na ordem do dia, especialmente porque a lista dos 5 nomeados para jogos do ano são todos eles exclusivos, ou encontram-se em regime de exclusividade, mesmo que temporário.

Eis os 5 jogos nomeados para:

JOGO DO ANO- Nomeados

Zelda: Breath of the wild – Exclusivo Switch

Super Mário Odissey – Exclusivo Switch



Player Unknown: Battlegrounds – Atualmente disponível para PC, Xbox.

A situação deste jogo é pouco clara! Foi anunciado como multiplataforma estando actualmente sob regime de exclusividade temporária nas consolas, para a Xbox One com lançamento para 12 de Dezembro. No PC o jogo está disponível à vários meses!

Persona 5 – Exclusivo Playstation

Horizon: Zero Dawn – Exclusivo Playstation

Qual vos parece que será o vencedor?

MELHOR DIRECÇÃO DE JOGO- Nomeados

Wolfenstein II – Xbox, PS4, PC

Resident Evil 7 – Biohazard – Xbox, PS4, PS4 VR, PC

The Legend of Zelda: Breath of the Wild – Exclusivo Switch

Super Mário Odissey –  Exclusivo Switch

Horizon: Zero Dawn – Exclusivo PS4

MELHOR NARRATIVA – Nomeados

What remains of Edit Finch – Xbox, PS4, PC

Nier automata – PS4, PC

Hellblade: Senua’s sacrifice – PS4, PC

Wolfenstein II – Xbox, PS4, PC

Horizon: Zero Dawn – Exclusivo PS4

MELHOR DIRECÇÃO DE ARTE – Nomeados

Cuphead – PC, Xbox

Destiny 2 – Xbox, PS4, PC

The Legend of Zelda: Breath of the Wild – Exclusivo Switch

Persona 5 – Exclusivo Playstation

Horizon: Zero Dawn – Exclusivo PS4

MELHOR MUSICA/BANDA SONORA – Nomeados

Destiny 2 – Xbox, PS4, PC

Cuphead – Xbox, PC

Nier Automata – PS4, PC

The Legend of Zelda: Breath of the Wild – Exclusivo Switch

Persona 5 – Exclusivo Playstation

Horizon: Zero Dawn – Exclusivo PS4

 



Posts Relacionados

Readers Comments (27)

  1. Para mim é sem dúvida alguma o Zelda, é algo verdadeiramente fantástico, está neste momento no 1º lugar do meu Top de melhor jogo de sempre.
    Logo de seguida viria o Super Mario, depois Persona 5, de seguida o Horizon e por fim o PUBG não devia estar ali sequer, um jogo em early access não pode de forma alguma ser nomeado para o que quer que seja quanto mais GOTY, no seu lugar metia o Nier Automata ou ainda o Nioh.

    • Concordo contigo, José! Não tem como acreditar no PUBG estar ali.

    • A questão que referes do PUBG está a levantar uma grande polémica.
      Naturalmente nem está em causa a qualidade do jogo, mas sim o facto que está nomeado para jogo do ano um jogo que… ainda não foi lançado.
      É realmente preocupante ver isto, mas segundo algumas más línguas, a Microsoft terá feito muita pressão para que o jogo aparecesse ali, uma vez que ele, pelo menos nesta fase, estará quando for lançado a 12 de Dezembro, exclusivo temporário na sua consola, e a empresa não queria apenas ver jogos exclusivos dos outros nomeados para melhor do anos, sem ter lá um associado à sua marca.

      • Sabe Mário até brinquei ano passado e vou brincar de novo, olha o local onde acontecerá a premiação:

        “Microsoft Theater”

        “Não duvido caso o melhor jogo seja um que menos se espera!” – Isso falei ano passado.

        Sobre a data do evento 7/12/17 é de se estranhar que coloquem o PUBG.Está em early access no PC e lançamento no One 5 dias após o evento.

  2. Meu Mario Odyssey não chegou ainda,então não o joguei ainda,provavelmente é o melhor Mario já feito.Pra mim os melhores jogos q joguei esse ano foram: Resident Evil 7,Yooka Laylee,Prey e Zelda botw

  3. E entre os mais aguardados de 2018 estão 3 exclusivos PS4, passa ano vem ano e as pessoas não entendem que conteúdo exclusivo é o que separa as plataformas.

  4. Sem dúvida que exclusivos tem ainda grande importância, mas em relação a premiações, é sempre bom ver a situação como um todo, e não pegando um ano específico…Olhando a partir dessa geração de consoles, lançados ao final de 2013:

    Em 2014 foram concorrentes Bayonetta 2, Dark Souls 2,Dragon Age Inquisition, HearthStone e Middle Earth, com Dragon Age ganhando…

    Em 2015: BloodBorne,Fallout 4,Metal Gear Solid V,Super Mario Maker,The Witcher 3, sendo este último o Goty…

    Em 2016: Doom,Inside,OverWatch,Titanfall 2, e Uncharted 4, com Overwatch levando o prêmio…

    Ou seja, a performance dos multiplataforma nas premiações tem sido enorme…

    Esse ano é que os exclusivos estão dominando, e ano que vem pode acontecer o mesmo… Esse PUBG nem deveria estar ali,podendo estar no lugar Cuphead ou Nier…

  5. Marckos, não falo nem pelos que vencem, mas só o fato de exclusivos estarem concorrendo, mostra a importância dos mesmos para a indústria, até pq, é óbvio que teremos mais multiplataformas ganhando, concorrendo, pois são a maioria na indústria.

  6. Dos 10 jogos mais vendidos de 2017 até este momento, 9 são multiplataforma..
    https://jovemnerd.com.br/nerdnews/destiny-2-e-o-jogo-mais-vendido-de-2017-nos-eua/
    Os exclusivos são importantes mas, são os multi que movem a indústria de jogos.

    • Os exclusivos diferenciam as plataformas existentes, se uma plataforma já não conta com conteudo exclusivo esta já está atrás das que tem em termos de competitividade vide as inumeras gerações que passaram e a atual, no qual as plataformas que mais tem exclusivos são as que mais vendem, afinal se 1 jogo multi sai em tudo que é lugar agrega mais comprar na plataforma que tem aquele joguinho que não sai em lugar nenhum, ou seja, sempre os exclusivos serão importantes nesta briga por market share no mercado de consoles, doa a quem doer.

    • Essa lista com apenas 1 exclusivo não é a dos mais vendidos de 2017. Vê bem a notícia!
      Os jogos mais vendidos de 2017 são:
      Destiny 2
      Ghost Recon: Wildlands
      NBA 2K18
      Madden NFL 18
      The Legend of Zelda: Breath of the Wild
      Grand Theft Auto V
      For Honor
      Horizon: Zero Dawn
      Injustice 2
      Mass Effect: Andromeda

      Há aqui 2 exclusivos e não um!

      Mas vou repetir pela enésima vez. Um exclusivo não é necessariamente um jogo que entra no top dos mais vendidos do ano. O que ele faz é ser diferente. Marcar a diferença! Ser um jogo bom, que atrai, que dá vontade de jogar, e que só pode ser jogado numa plataforma.
      Se um jogo desses vendesse ao ponto de ser dos mais vendidos do ano, era escusado ter tantos exclusivos, bastava um para agradar a todos! Mas como isso não é fácil, não só os exclusivos contam, como a variedade e quantidade tambem!
      Por isso é que as empresas possuem várias equipas a produzir jogos e com estilos diferentes.
      Os multi podem ser jogados em qualquer sitio… os exclusivos não! E são eles que fazem a diferença!
      Mas estás aqui a querer-me dizer que se uma TV possui DLNA/Miracast que te permite streaming de filmes ao passo que outra não, e custa o mesmo, não vais para a que tem permite usufruir de conteúdo extra? Vais ao supermercado, e uma marca de ovos oferece mais ovos na compra de um pack, tu compras a que tem menos? Se tens dois PCs portáteis com as mesmas caracteristicas mas um oferece um conjunto de jogos com o PC, preferes o que não oferece nada?
      Sinceramente, com excepção de muito fanatismo para desculpar a falta de exclusivos de uma marca face a outra, não consigo perceber porque nas consolas se tenta subverter uma realidade que é universal! A diferença na oferta conta!
      Quanto ao mover a Industria dos videojogos… não. O que move são os jogos e os jogadores. Os multi vendem à partida mais porque abrangem vários sistemas!
      Numa outra nota, ao dares uma lista como a de cima estás a falar de vendas gerais… e não de vendas numa única plataforma.
      Eventualmente na lista da PS4, também poderás ter só 2 exclusivos, mas a diferença de vendas entre multi e exclusivos não é igual!

    • Alexandre Oliveira 20 de Novembro de 2017 @ 18:54

      Carlos Filho os multi-plataforma podem mover a industria,mas são os exclusivos que definem qual das consolas quero comprar!!
      E com isso fazem pender a balança mais para um lado ou para o outro!
      Logo a seguir entramos no capitulo da performance que como já vimos por diversas vezes não é a performance que define as vendas.
      O que nos leva de volta aos exclusivos !!
      O que nos leva ás politicas da empresa (que esta geração bem tramaram a M$), mas não só os exclusivos também a tramaram…
      Lá voltamos aos exclusivos !!!

  7. Não sei quem poderá afirmar que os exclusivos não vendem consolas, pois a única finalidade dos exclusivos é vender consolas, nenhuma empresa restringe o seu próprio mercado se não tiver um objectivo válido.

    Os exclusivos existem apenas e unicamente para vender consolas da marca em que o jogo é exclusivo. se os exclusivos da Sony fossem vendidos para as outras plataformas ninguém terá duvidas que venderiam 2 ou 3x mais, estamos a falar de milhões e milhões de usd…

    • Já não consegui editar …

      estive a pensar melhor sobre o assunto e o que se pode questionar não é se os exclusivos vendem consolas, o que se poderá questionar é se os exclusivos são a melhor maneira e a mais eficaz de vender consolas. temos outros factores:

      o preço da consola
      o poder da consola
      a publicidade tradicional
      etc…

      seria interessante saber quantas consolas um exclusivo consegue vender e quanto custa á empresa desse exclusivo deixar de vender para as outras plataformas, só assim poderíamos avaliar o custo/beneficio de um jogo exclusivo

      • Interessante, mas pensa comigo, como temos 2 plataformas praticamente gemeas que são PS4 e Xone onde os jogos multis saem pras duas com minimas diferenças, o preço hj é o mesmo, o marketing das duas são equivalentes, o hardware também não são muito distantes, o que sobra pra explicar o motivo de um vender quase 70 milhões e o outro pouco mais que a metade disso?

        PS1: Lembrando que estas plataformas foram lançadas a uma semana de diferença.

        PS2: Nintendo Switch não tem hardware de ponta e nem um marketing que chegue ao nível dos concorrentes, o preço é maior que os concorrentes também mas desde junho o Switch é o que mais vende nos EUA?

        Resposta obvia pra mim é: EXCLUSIVOS

        • Alexandre Oliveira 20 de Novembro de 2017 @ 19:09

          É verdade e concordo plenamente os, exclusivos são os grandes responsáveis pela diferença de vendas entre as consolas xbox e PS4..mas não explica toda a diferença, é mais complexo que isso.
          A diferença no global explica-se por um péssimo arranque da Xbox graças ás suas politicas e ideias e preço(quando tentou apanhar o comboio este já ia em velocidade de cruzeiro).
          A diferença está nos exclusivos.
          E está na performance quase todos os jogos multiplataforma rodam melhor na PS4.
          E ainda existem mais tópicos que ajudaram a cavar este fosso de vendas entre as duas….

          • Certo que a diferença entre XO e PS4 tem em sua parcela as políticas iniciais da MS, mas o que falar do PS3? Aquele que possuía a pior versão de alguns jogos multi(por exemplo RDR), fora que PS3 ainda concorria com um 360 que poderia ser destravado(não tirando os méritos do 360, mas esse foi um dos fatores do sucesso no Br).

            Qual foi o motivo do PS3 ter conseguido alcançar o 360 antes do final da geração?

        • Alexandre Oliveira 20 de Novembro de 2017 @ 19:11

          A Switch encontra-se bem, pela base de fãs Nintendo pelos exclusivos e pela Ideia, pelo conceito.

  8. Muitos falam que exclusivos não tem importância porque no ano não são os jogos com as maiores vendas, porém sabemos que exclusivos são importantes na definição de algo em que o resto é igual.

    Um exemplo é o vídeo a seguir, não é sobre games mas tema a ver com a polêmica dos jogos exclusivos. Não precisa assistir ao vídeo todo, somente aos 4 minutos iniciais onde ele fala da vida como taxista:

    https://youtu.be/8Crk6uKdjYs

  9. Eu quero entender onde que uma premiação dos supostos melhores jogos do ano prova que consoles se vendem pelos jogos exclusivos.
    Nunca vao desistir dessa cruzada de provar que exclusivos vendem consoles?
    Exclusivos vendem bastante nos consoles nintendo por que basicamente não tem mais nada para jogar lá além de exclusivos, e exclusivos vendem geralmente menos de 1/3 da quantidade de vendas de blockbusters como Call of Duty e GTA, tanto no Xbox quanto no PlayStation.

    Deem uma olhada nos jogos mais vendidos da PSN de 2016, dados divulgados pela própria Sony. Vejam bem qual é a posição dos exclusivos, e percebam também o por que eu digo que o famoso 9 milhões de vendas do unchared 4 é uma farça dos bundles, durante vários meses não existiu nenhuma caixa de PS4 que não tivesse o jogo dentro. Se fosse algo que vendesse mesmo, estaria nas listas de mais vendidos da PSN, e o jogo nunca aparece nem nas listas mensais.

    https://blog.br.playstation.com/2017/01/06/playstation-store-os-jogos-mais-vendidos-em-2016/

    Se vocês compraram seus playstations e nintendos pelos exclusivos ok, só não precisam tentar forçar uma realidade que não existe.

    • É tu dás-lhe…
      Andam todos pela mesma cartilha, e isto choca. Mas choca ainda mais quando a cartilha muda de acordo com o momento.
      Eu nem discuto mais este assunto pois estar a negar evidências é intelectualmente desonesto. A lógica da diferença é tão clara, tão clara, que nem sequer tenho argumentos para discutir uma vez que se alguém não vê isto, ela está de tal forma viciada que não está aqui para dialogar. Ela vai repetir a coisa até ao fim.
      Eu só pergunto: tens dois telemóveis em tudo semelhantes, mas um deles tem suporte exclusivo da marca com grandes jogos e/ou apps, ao passo que o outro apenas corre o genérico.
      Se tu compras o telemóvel para jogar, qual deles queres?
      Não importa se esses exclusivos são os mais vendidos ou não. Importa que só existem lá. Que são exclusivos e que se os queres jogar tens de adquirir aquele produto. Se vendem muito ou pouco é irrelevante, mas eles marcam uma diferença. É como na retrô compatibilidade que todos querem mas pouco se usa. A realidade é que usando muito ou pouco marca uma diferença.
      Mas como disse, estar a discutir se a água é molhada não é para mim. Porque não consigo enganar-me a mim mesmo só porque o produto em causa são consolas e não batatas ou arroz.

      • E aí pessoal, blz?

        Anteriormente, não me lembro a quanto tempo exatamente, mas a sessão de comentários estava ótima com o pessoal que manja dos paranauê mandando umas idéias da hora, mas de um tempinho pra cá, chegou uma galerinha daquela sabe, que só gosta de espalhar aquela poluição, então ficou muito da conversa totalmente desperdiçado com Mário e outros argumentando com pessoas que estão obviamente querendo só bagunçar.

        Eu nem leio mais comentários do user Igor por exemplo, que dali não sai nada que preste, desculpe citar nomes, mas eu não sou de enrolar e nem de indiretas, então o ponto é, a discussão sobre tecnologia é muito satisfatória pra mim, pra vocês acredito, sobre games etc, se trata de um hobby, um prazer da vida. Mas pra troll, hate, molecagem, aí pra mim não dá, eu tô fora dessa barca furada e se puderem ouvir um conselho grátis, é simples, ignorem quem só quer essa conversinha fiada e vamos nos focar no que é bom, porquê essa energia negativa desgasta nosso ânimo.

        Não importa o que você gosta, o que eu gosto, isso é perfeitamente normal. Pensar diferente.
        Mas tornar isso uma rinha, isso, é como naqueles jogos de tabuleiro, VOLTE 10 CASAS.

        Eu não vou dar satisfação pra hater, um abraço, e aí vocês vê o que cês faz.

      • Para estas pessoas, quando a coisa não lhes convém, o céu é verde e a relva é azul…

    • Olha, o Phil Spencer anda enganadinho. Veio dizer que começar a trabalhar em novos IPs exclusivos…
      Coitado!
      Juntou-se ao resto de quem produz exclusivos… Que aliás não percebem nada disto!

    • Fernando, se voltar ao longínquo anos 90 verá que msm com o SNES, a Nintendo tendo tudo em sua plataforma, os seus exclusivos já eram os diferenciais, ou seja, quando fala que os consoles da Nintendo vendem muitos exclusivos por conta da pouca quantidade de jogos multiplataforma, é fugir da realidade, pois se há um lugar onde venderá sempre mais exclusivo do que games thirds, são nos consoles Nintendo. Quanto ao resto do conteúdo que escreveu, creio que Mário já sintetizou bem. Não querer enxergar o óbvio, ainda mais vindo de um cara esclarecido como vc, me preocupa bastante, pois me faz pensar atenciosamente onde pode ir uma paixão por marcas. Não precisa ser um gênio, olhe para a geração passada e pense: pô, Xbox 360 mais barato, com jogos com desempenho melhor, melhor rede online, mas… Msm assim o ps3 empatou o jogo, principalmente na hora que começaram a aparecer games como Uncharted, será pq? Não vou entrar no mérito de regiões, vou analisar a revira volta da Sony com o ps3. Vc pode alegar que foi a entrada do slim no mercado, barateando o preço do console, e sim tb conta, mas analise os anos de 2009 pra frente e veja as coincidências. Killzone 2, Uncharted 2, a volta de God of War, etc… Será msm que a Sony fez mágica ou foram décadas de esforço investindo pesadamente em estúdios internos. Ah! Olhe a nova de Phil Spencer:” aparecerão games exclusivos no Xbox, mas irão demorar pq esses investimentos de estúdios internos, demanda tempo” resumi o que Phil falou ontem. Isso resume bem onde eu quero chegar. Abraços…

Os comentarios estao fechados.