Note 5 e S6 Edge+ – Apenas mais do mesmo, com muito poucas inovações.

Note5_S6

Quem esperava algum tipo de revolução com o Note 5 ou o S6 EDGE+ ficou decepcionado. Com excepção na renovação no Design e qualidade dos materiais nenhum destes modelos apresentou algo de novo. E no caso do S6 apenas temos um S6 EDGE maior.

Pelo que foi possível ver-se a grande revolução presente na apresentação do Note 5 e do S6 EDGE+ foi o design e a renovação de materiais. E mesmo nesse campo, no caso do S6 não chegou a haver inovação absolutamente nenhuma.

Comparativamente ao S6 EDGE, o EDGE+ limita-se a aumentar a dimensão do ecrã para as 5.7 polegadas e a acrescentar 1 GB de RAM adicional. De resto o telefone mantêm exatamente as mesmas especificações do EDGE+, e mesmo do S6 normal.

Já no campo do Note 5 as novidades face ao Note 4 existiram. Mas a grande revolução deu-se no design e no uso do mesmo tipo de materiais “premium” que a Samsung introduziu com o S6.

De resto o Note 5 é mais fino que o Note 4, e a câmara frontal subiu para os 5 Megapixels, acrescentando igualmente mais 1 GB de RAM (4 GB no total). O processador passou a ser um Exynos 7420, uma boa melhoria face à versão antiga, e talvez o processador actualmente mais rapido do mercado, mas diga-se que performance era algo que não se podia acusar o Note 4 de não ter.

A outra grande diferença face ao Note 4 está na S Pen. Esta foi remodelada e todo o sistema de remoção da Pen foi revisto, sendo que a Pen é agora ejectada e não necessita de ser puxada.

No entanto, face ao Note 4 nem tudo são vantagens. A bateria é agora fixa e inacessível, e a possibilidade de expansão do espaço de armazenamento desaparece dada a remoção da slot microSD, algo pouco compreensível especialmente porque nestas versões, mais do que nunca, os telefones são vendidos carregados de software pré-instalado o que reduz o espaço disponível.

Ambos os aparelhos perdem o emissor de infravermelhos sempre presente até hoje em todos os modelos, e que permitem usar o telefone como um comando universal.

No Global, os telefones são excelentes ofertas, sendo que estaremos provavelmente perante dois dos melhores smartphones Android do mercado. No entanto, para quem pretendia um upgrade, as vantagens de amos os smartphones tornam-se algo questionáveis face ao preço previsto para ambos e que deverá rondar os 800 euros na versão mais económica com 32 GB de armazenamento.

O lançamento em Portugal está previsto para Setembro.
Publicidade

Posts Relacionados