Nova PS4 Neo é a Playstation 4 Pro.

A apresentação da PS4 Pro, conhecida anteriormente como PS4 Neo começou muito bem, mas rapidamente a consola se revelou aquilo que muitos temiam. É uma PS4… mais potente… e capaz de melhorar os jogos existentes. Não é uma nova geração, mas… é algo um patamar acima!

A apresentação da PS4 Pro começou bem, dando a entender que a performance adicional da consola seria apenas usada para maior resolução em ecrãs 4K. E apesar de sabermos que os 4K não conseguem ser obtidos com a performance desta consola, a realidade é que usando técnicas diversas que falsificam os resultados, os mesmos eram superiores aos obtidos com os 1080p standard.

E ficasse a coisa por aqui, com a PS4 Pro a ser uma consola para TVs 4K, nada havia a dizer! Era uma consola compatível PS4 que permitia aos utilizadores de TVs 4K tirarem partido dos mesmos.

Mas rapidamente as expectativas se goraram quando a Sony anunciou que a consola traria benefícios às TVs HD. No fundo algo que já se esperava e muito se tinha falado.

Segundo a apresentação a PS4 Pro detecta o tipo de ecrã usado e usa o seu poderio adicional de acordo com a situação. Encontrando um ecrã 4K a potência é usada para melhorar a resolução. Mas encontrando um ecrã 1080p a consola usa o seu poderio para melhorar os efeitos, a densidade da vegetação, o campo de visão, o anti-aliasing, etc. Um paradigma bem diferente do tão apregoado modelo usado nos smartphones onde em termos gerais os novos modelos correm o jogo exactamente da mesma forma que o modelo anterior.

Apesar de tal não ter sido referido, certamente os fps podem igualmente ser melhorados.

A questão aqui é que a PS4 Pro traz ao mercado uma novidade que até agora não existia. Uma fragmentação a nível de jogo!

Apesar de os jogos serem os mesmos, de serem compatíveis, e de o online ser partilhado, a realidade é que o que a PS4 standard e a PS4 Pro oferecem não será o mesmo. Será o mesmo jogo, mas não igual. Tal como com dois PCs de performances diferentes que apresentam resultados diferentes no ecrã para o mesmo jogo, isso será o que se passará com a PS4 e a PS4 Pro.

E isso quer dizer que quando vemos um video de um jogo a correr na Playstation teremos de saber se é da versão standard ou da Pro para sabermos se iremos ou não ter aquilo em nossas casas.

É algo que não era verdadeiramente desejado pelos fans da consola, especialmente todos aqueles que aderiram à consola original. E dado que, ao contrário do anunciado pela Microsoft, a Sony não cria um programa de retomas, os motivos para os fans mais hardcore se sentirem desconfortáveis com esta consola aumenta.


A apresentação deu ainda a conhecer que a versão Slim da consola será vendida a 299 euros, e a Pro a 399 euros. Quanto a especificações a Sony não tocou no assunto, motivo pelo qual se acredita que as mesmas são o inicialmente anunciado, ou seja o Jaguar da PS4 mas a 2.1 Ghz, 4,2 Tflops de potência gráfica com 36 CUs, e 218 GB/s de largura de banda. Curiosamente não foi referido que a consola suporte a leitura de filmes 4K!

Resumidamente, tudo aponta no sentido de que esta é efectivamente apenas uma PS4 melhorada e não uma nova consola. Mas a confirmar-se tal é igualmente uma consola que não possui verdadeira performance para atingir 4K reais, ao contrário da anunciada Scorpio da Microsoft, usando assim tecnologias de reconstrução temporal, tal como usadas em Killzone Shadowfall e Quantum Break.

É no entanto, graças ao seu preço, uma boa novidade para quem contava gastar os 399 euros em uma PS4 e que pode agora fazê-lo com esta versão melhorada, mas certamente, e apesar das poucas reais melhorias, algo que cairá mal a quem comprou a consola original, especialmente quem a comprou recentemente e por um preço semelhante.

A grande novidade da apresentação, e um contrasenso total, passou pelo anuncio de que todas as PS4, incluindo a original, passarão a ter suporte HDR com o Firmware 4.0.

Ora o HDR só está disponível nas TVs 4K, não existindo no mercado Tvs 1080p com HDR. E assim sendo esta novidade parece ser algo que vai contra as vendas da PS4 Pro, ao tornar possível que quem possui uma Tv 4K HDR disfrute desta última tecnologia a 1080p sem ter de investir forçosamente na PS4 Pro.

Nota: Confirmam-se as especificações da consola com os valores que surgiram em rumor à meses atrás:

 Nota 2: Parece confirmar-se, a PS4 Pro não reproduz BD 4K, perdendo assim para a Xbox One S.

Note 3: Levanta-se agora a questão se o suporte HDR na PS4 original e Slim se estende a jogos ou apenas a filmes e fotos (como acontece nas AMD série R7 e R9). A confirmação está ainda pendente!

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (133)

  1. Estou me sentindo enganado . . .

  2. O que eu quero saber é como vão fazer pra igualar os frames nos multi, como as quedas ocasionais que ocorrem no ps4 old em jogos, por exemplo como battlefield , com tiroteio peado e explosões os frames dão uma oscilada grande, se isso não ocorrer no ps4 pro de cara vejo uma grande vantagem para os donos destes consoles.

  3. Pior Geração de todas…..

  4. Como eu imaginava, a Sony não disse nada de especificações. Se o Ps4 Pro tivesse meio flop a mais que o Scorpio ou pelo menos se aproximasse, ela teria gritado para todos os lados.
    O console nem capaz de 4k verdadeiros é, mas é muito capaz de oferecer melhores gráficos que o PS4 e por um preço bem semelhante, e como eu previ, ainda sera lançado em 2016.
    Resta ver como o mercado reage, mas meu palpite é que a vendas do PS4 declinarão a ponto do Pro se tornar o console principal de desenvolvimento e na verdade quem matou essa geração foi a Sony, a líder, a bem quista, a inspiradora, a dona do slogan “For The Players”.

    • Só não te esqueças que a Microsoft tambem tem uma consola para fazer o mesmo.
      E só não sai mais cedo porque a Microsoft quer os 4K reais (se bem que 60 fps e 4K com a qualidade atual, 6 Tflops tambem não dá).

      • Mas tivemos a E3 em maio e a Sony se calou e deixou seus súditos a deriva,ao contrário da Microsoft que mostrou o Scórpio e deixou esta mensagem para nós(vamos lançar uma next gen ano que vem se quiserem comprar o Slim comprem do contrário esperem o Scórpio)Jogaram limpo conosco,pois ninguém é obrigado a comprar,mas agora penso nos dono do PS4(quase fui um)como troxas,ou seja quem comprou o console semana passada se ferrou,pois somente agora tivemos acesso a especificações que os rumores apontavam como sendo o real.Tenho dó destes jogadores que na minha opnião foram enganados pelo For The players.

        • Te falo isto pois ainda bem que não comprei o PS4,pois desembolsar na época de lançamento aqui no Brasil 4 mil,como alguns fizeram se acreditando que a Sony nunca iria fazer isto,tai a resposta.Muito triste o rumo como as coisas irão correr a partir de agora.

        • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 9:24

          Será que agora também vai aparece uma agência especializada em mercados para dizer que a Sony matou a PS4 Slim?

          • É diferente! Uma coisa é teres dois produtos no mercado. Outra é teres um e a expectativa de outro. Não percebo onde está a dificuldade em se perceber isso!

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 11:11

            Não há dificuldade nenhuma em perceber. De fato é muito pior ter dois produtos no mercado com tamanha diferença de poder (segundo alguns especialistas chegando a três vezes) por tão pequena diferença de preço. Por essa perspectiva, o PS4 Slim já nasceu morto.

          • Não iria por aí. 100 euros são 100 euros, e segundo sei todas as tentativas de plantar dinheiro até hoje falharam! E claro isso é o custo da consola, mas falta saber se elas vão vir acompanhadas de jogos ou ofertas que possam aumentar ainda mais a diferença!
            Quando vemos que uma descida de 50 euros nos preços por vezes catapulta as vendas de forma radical, essa tua maneira de ver as coisas não parece muito pensada!

            Já agora o iPhone 7 custa 779 euros, e o iPhone 7 plus custa 919. Uma diferença de 140 euros para as seguintes diferenças:

            Ecrã full HD no 7 plus e 1334*750 no 7
            Ecrã de 5.4″ no 7 plus contra 4,7″ no 7
            Câmara dupla de 12 Mpixels no 7 plus contra camara de 12 Mpixels no 7
            Zoom digital 10x+ 2X zoom optico no 7 plus contra Zoom 5x digital no 7 para fotos
            Zoom digital 6x + 2x zoom optico no 7 plus contra Zoom 3x digital no 7 para video
            Bateria com 21 horas de autonomia em chamada 3G e 16 dias em standby no 7 plus contra 14 horas e 10 dias no 7

            Pela tua lógica parece que o 7 nasceu morto, não!

            Mas tens mais… Olha o S7 Edge e o Note 7. O S7 Edge já se arranja a 575 euros. O Note 7 custa 879 e usa o mesmo hardware com apenas alguns extras. Morreu?

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 12:30

            E a Xbox One S morreu como disse a tal agência? Leve em consideração que eles são os “especialistas” de mercado, eu não.

          • Por esse mesmo motivo, e sem poderes fornecer números não deves sequer comentar. Pois como tu referes não o podes fazer até porque não és especialista.
            Mas infelizmente isso será algo que nunca acontecerá. Podemos saber quando a S vendeu, mas nunca saberemos quanto venderia se não houvesse o anuncio da Scorpio.
            Podes no entanto contabilizar-me aí! Compraria a S se não soubesse que para o ano há outra Xbox!

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 12:36

            Já ia me esquecendo, caso tenha sucesso em plantar dinheiro, me arruma uma muda.😉

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 15:40

            Se ainda não tivesse uma Xbox, com certeza compraria, sabendo ou não da existência da Scorpio.

          • Isso és tu que ganhas bem. Mas nem todos se podem dar ao luxo de estourar assim dinheiro. E da última vez que vi havia problemas com a economia mundial em recessão.

      • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 9:20

        E a PS4 PRO que nem vai rodar Rise of Tomb Raider à 1080p/60fps.

        • Duvido que seja assim!
          A PS4 roda o TR com 30 fps fixos. E isso quer dizer que 30 fps é o mínimo, mas o máximo sobre acima disso!
          Ou seja, 45 fps poderá ser o pico mínimo registado, talvez por limite de CPU, mas em termos gerais deve andar bem acima disso.

    • As especificações estão no artigo. São as do rumor original, nem mais nem menos.

    • É o que a MS tá fazendo agora, gritando para todos os lados que o Scorpio tem mais resolução, potência e fps.

      A diferença é que um produto já existe e o outro ainda está em forma de projeto.

  5. Hennan Santos Carvalho 7 de Setembro de 2016 @ 22:18

    A Microsoft é uma santa perto do que a Sony acabou de fazer. Para quem tem o ps4 padrão a tendência é ter jogos de qualidade inferior. Que vão piorar ao passar do tempo, visto que as desenvolvedoras aos poucos perderão o foco em otimizar os jogos para o console antigo. Por outro lado o novo console não trará uma melhoria significativa que justifique um novo investimento. Os jogos também inicialmente serão inferiores a sua capacidade, pois os estúdios também não vão focar em otimização até que o console estabeleça uma base significativa. Além disso, com o lançamento do Scorpio teremos 3 segmentos no consoles de mesa one-ps4<ps4pro<scorpio; transformando o mercado de videogames no de pcs. Resumindo, todos os consumidores perdem. Aqueles que já tem, por ficarem para trás e os novos por não obterem o máximo do desempenho permitido. Resta orar pelo NX.

    • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 9:46

      É, o mundo da voltas mesmo! Gostaria agora de ter visto a cara daqueles que na altura da E3 não pensaram nem duas vezes para descer o pau na Microsoft quando esta fez o anúncio da Xbox One S e do Scorpio. Imagina agora a cara de bunda desses ao verem e ouviram a Sony fazendo tanto merda em tão pouco espaço de tempo. Ela podia muito bem continuar com o PS4 original, não precisava nem mesmo lançar a Slim que não acrescenta nada, na verdade até perde em relação a original, como por exemplo a saída óptica digital, ela ainda sim iria continuar vendendo muitas unidades e mesma que as vendas caíssem, dificilmemte ela perderia a liderança. Acho que o problema foi exatamente esse, as vendas do PS4 lhe deram a falsa impressão que ela poderia fazer o que bem entendesse e mesmo assim nada estragaria o seu negócio. Ganância e arrogância extrema.

      • Mas esse é problema de sempre, quem está ganhando acha que pode fazer o que quiser. Maior exemplo foi a MS em 2013.

        Sinceramente eu não sei o que dá na cabeça dessas empresas.
        Geração passada a sony deu uma vacilada e deixou a microsoft crecer a marca xbox. Fez de tudo para correr atrás do prejuizo, criou a plus, vários lançamentos apostando em diversidade de jogos e conseguiu dar a volta por cima. Daí vencendo a geração vem e faz isso. sei não viu…

      • A Slim tem menor conjunto energético, é mais barata, mais pequena e faz tudo o que a original faz (só não pode ser diretamente ligada a uma coluna de som diretamente).

        Foi lançada, porque teve que ser lançada-. Se não fosse lançada ainda seria pior.

  6. Sei lá, mas acho que a sony ficou refém do sucesso do ps4. Acho não, tenho certeza.

    O ps4 PRO foi o console menos entusiasmante que eu já vi o playstation já ofereceu, isso se refletiu na própria conferência, que foi mais morna do que o café da tarde, ao meu ver.

    Ps4 PRO… aí depois nada impede um ps4 PRO 2, ps4 PRO 3, e por aí vai. Mas beleza, vamos ver a recepção onde mais importa no fim das contas, que é no varejo, nas vendas.

    A proposta do Xbox Scorpio ainda me agrada mais, pelo menos oferece um salto mais justificável em relação ao antecessor.

    • Sim, concordo plenamente. Upgrade por upgrade, a nível de hardware ao menos a Scorpio oferece alguma coisa de jeito.

    • Só resta saber o valor do Scorpio.
      Se com 4Tflops 400 obamas, imagina os 6Tflops do Scorpio?

      Enfim, eu sei que para nós games essas novidades não é legal!

      • PS4 com 1,8 é 300 obamas, muito proximo do Pro. O Scorpio não deverá ser mais do que 449,00 dolares. A Microsoft poderia lançar o console ainda no primeiro semestre de 2017, mas vai esperar até o fim do ano para baratear os componentes.

        • Não sei não viu, a Microsoft já disse que o scorpio será um aparelho premium. Dificilmente um aparelho premium custa isso. Só se ela quiser fechar de vez o caixão da sony. Acho que E3 de 2017 eles revelaram tudo sobre o scorpio.

        • Eu achei caro o slim em relação ao Pro, pra mim deveria ser no máximo 249,00, sobre o Scorpio no máximo vai ser o preço do One no seu lançamento, eu chuto que a Mic vai subzidiar o console e vender a 399,00 ou 449,00 vamos ver.

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 12:54

            Netto, também acho que ela vai fazer exatamente isso, ela parece estar mais preocupada em recuperar terreno perdido para a Sony “coisa que aconteceu por culpa dela mesmo, causado pelo lamentável anúncio e lançamento do One e a insistência em incluir o Kinect como conteúdo obrigatório, foi arrogante e teve o que mereceu”, na venda de games e também nos serviços como a Live onde ela ganha muito dinheiro. Acho que ficará mais próximo dos $499,00.

        • Eu chutaria 500$ o Scorpio, mas se ela conseguir 450$, seria uma excelente jogada, e manteria o console a um preço competitivo face ao ps4 PRO, e com muito mais poder de fogo.

  7. Muito sinceramente não sei onde a Sony tem a cabeça, querem tanto seguir o modelo da Apple que ironicamente apresentou hoje mais dois modelos do iPhone, só que esquecem-se que uma consola não é um Smartphone.
    Então quer dizer, anunciam uma consola supostamente high end para os meros 10% que têm uma 4K e ainda menos que têm uma 4K com HDR, mas depois a consola nem sequer consegue correr 4K nativos, e a cereja no topo do bolo é o facto de que nem sequer vai reproduzir UHD Blu-Ray, o que é no mínimo estranho, uma vez que a Sony tem todo o interesse em promover o Blu-ray além do facto de que é detentora de vários estudios de cinema, estranho mesmo.

    O mais estranho é que nem sequer falaram da eventualidade dos jogos correrem todos a 60fps, nada, o foco foi simplesmente em mais gráficos vistosos, mais efeitos, e tudo com recursos a imagens da treta, de certa forma foi aquilo que mais se viu na mini press da Sony, treta atrás de treta, tudo marketing barato com o paleio do costume, em que o único objectivo é o de nos vender o máximo número de coisas que conseguir, sem que isso se revele numa verdadeira nova experiência, a não ser que alguém considere 4k interlaçado algo verdadeiramente digno de nota.

    O que a Sony conseguiu aqui foi, criar uma divisão entre a sua base de utilizadores, é que a partir de agora, eu e os outros 40 milhões de ótarios que lhes compraram a versão beta, vão ver toda e qualquer E3 ou outra press qualquer, com outros olhos, apesar da diferença ser de facto residual, o bichinho psicológico vai estar sempre lá, nas nossas mentes a lixar-nos o juizo porque tudo o que vamos ver na E3 será para a Pro, logo sabemos à partida que o jogo para a nossa consola comparativamente vai estar uma merda, mesmo que residual, a sensação é mesmo essa, e só deixa um sabor amargo na boca de quem tem o modelo amador.

    Outra coisa engraçada que adveio desta press totalmente desprovida de entusiasmo, foi aquele osso que nos atiraram, tomem lá, HDR para todos, aquela coisa que só existe em TV’s para os mais endinheirados, e assim andam as consolas, outrora portas de entrada e acima de tudo acessíveis para o comum dos mortais, é cada vez mais um hobby para os ricos e previligiados, endinheirados que podem ter tudo o que nos levam a crer que é absolutamente necessário para ter uma boa experiência de gamming, 4K, HDR, consolas Pro, comandos elite e mais sabe-se lá o quê, hoje é o 4K, amanhã o 8K, tanto alarido pela porcaria do HDR e já está mais que ultrapassado pelo Dolby Vision, é mais um par de consolas novas a sub-qualquer coisa e os parolos a correr atrás do marketing barato, absolutamente inconscientes da porcaria que estão a alimentar, mas como já disse, o bilhete para o circo já ninguém mo tira, enquanto isso, vou jogando nas minhas consolas amadora, e lagartixa na minha misera FULL HD 1080p…

    • É triste não é? Compartilho de tudo o que dizes. A geração ia bem, mas tinham de a destruir com Neos e futuramente Scorpios… Tristeza, mas tristeza mesmo.

    • Tu e eu, podes ter certeza. Não apoiarei este modelo e manter-me-ei com estas consolas por muito mais tempo. Na minha mísera TV 1080p. E só se este modelo não for um sucesso é que algum dia irei considerar a compra de uma PS5/Xbox Two, daqui 5/6 anos. Não tenho pressa nem necessidade disto.

      Se for um sucesso, adeus consolas.

  8. Hennan Santos Carvalho 7 de Setembro de 2016 @ 22:31

    Para confirmar a segmentação soltaram essa informação:
    Rise of the Tomb Raider will have 3 Pro modes:
    1) 4K mode (provavelmente upscale)
    2) 1080p, high frame rate (45+ FPS) mode
    3) Enhanced visual mode (locked 1080p, locked 30FPS, best visuals possible)

    Fica a dúvida, o console não consegue se quer alcançar 1080p/60fps? Ou devido as vários modos, a empresa não otimizou nenhum? Há alguma diferença para o encontrado no mercado de PCs?

  9. A Sony deu uma aula de como não fazer publicidade hj! Eu confesso que não entendi bem o que o pro fazia ou não fazia, se os filmes rodarão em 4k ou não, ou msm se os games rodarão em 4k ou não… Ah! Antes que eu me esqueça de dizer, o design é horrivel tb!!!

    • Se o da Slim ainda, na minha opinião, escapa, o da Pro… Parece um remendo com duas slim coladas.
      E realmente a apresentação foi marcada pela ausencia de informação relevante de forma a cobrir as lacunas da consola.
      Adoro os exclusivos Sony e manterei a minha PS4, mas a alinhar nestas cenas de consolas de meio de geração irei colocar o meu dinheirinho onde parece que justifica colocar o mesmo… Na Scorpio.

      • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 10:03

        Concordo com tudo o que você disse Mário, a não ser que a Slim escapa, porque como já havia dito em outro post achei ela horrível, parece um Notebook antigo dos mais feios. A PRO nem se fale, se continuar assim a próxima Playstation vai ter quantos andares ou camadas?
        E também penso que se é para gastar dinheiro em um novo console, que seja na Scorpio, que desses é o que mais se aproxima de uma nova geração.

  10. Foi uma conferencia estranha parece que estavam todos com pressa e desanimados. eu acho que o Scorpio acabou por modificar todo o marketing e eles acabaram por ficar sem “armas” para usar nessa conferencia. quase tudo que foi falado la todo mundo já sabe graças ao Xone S, como o 4k, HDR, etc..

  11. Lindo demais esse PS4 Pro. Gente que coisa espetacular. Se não fosse ele ser essas idéia podre de meio de geração seria fantástico. Compensou a feiúra daquele Slim assimétrico e de qualidade duvidosa. Tem um GIF que o mostra de todos os lados e a Sony caprichou. Parece que o mundo dos games está de pernas pro ar. Não tem jogos expressivos mas tem hardware novo… Deus nos ajude.

  12. Boa noite colegas do PCmanias.
    Bom fiquei por estes dias a esperar este evento sem saber ao certo qual o sentimento ao ver o anuncio de uma nova plataforma no meio de uma geração, depois que o Meeting acabou fiquei a analisar tudo que vi e algumas coisas que li sobre após e baseado nisso vou deixar aqui o que penso (minha opinião) sobre tudo que aconteceu hj e que pode vir a acontecer daqui endiante. Deixo claro desde já que é apenas uma opinião, e esta pode ser confrontada por outros pontos de vista, também digo que o que vou escrever não tem intensão alguma de atacar alguém.

    Vou começar a falar do evento: Esperava mais deste evento, acho que a data não foi muito bem planejada e coencidiu com o anuncio do novo iphone o que fez com que uma grande parte do possivel publico desviasse seu interesse, somando-se a isso o fato de o slim já até esta ai nas prateleiras e os rumores do Neo que se confirmaram diga-se de passagem além de não ter NADA em termos de conteudo exclusivo anunciado, diante de tudo isso o evento pra mim foi muito ruim. Pra efeito de comparação em fev/2013 quando foi anunciado o PS4 foram anunciados vários conteudos exclusivos e informações técnicas sobre o futuro console.

    PS4 Slim: Aspecto apenas ok, mesmo hardware do atual console e preço talvez pra mim um pouco acima do esperado, esperava algo como $249,00 e não $299,00.
    Dizem relatos que este modelo faz menos barulho e esquenta menos que o atual o que de certa forma é uma coisa positiva.

    PS4 Pro: Design do console me agradou bastante, lembra no tamanho o Xone Fat além de vir com uma luz azul na parte inferior muito elegante. O hardware do mesmo não foi anunciado, mas o que foi dito sobre isso bate muito com o que vazou já há algum tempo, o preço do mesmo é muito bom pra quem ainda não tem um console Playstation nesta geração, 4K HDR 60fps melhores gráficos é algo positivo também para quem ainda não comprou um PS4, pra quem já tem foi um baita soco no estomago, algo positivo é que podemos ver Shadow of Mordor a rodar já em 4K o que nos faz pensar que alguns jogos virão a receber seus devidos patchs para se adaptar ao novo hardware.

    Console Wars do ponto de vista das empresas: Aqui a Sony está em posição favorável, digo isto porque sua base atual já é no mínimo o dobro do principal concorrente e levando em consideração as ultimas politicas deste ultimo sobre play anyware as coisas ficam mais vantajosas ainda pra Sony pois seus consoles tem conteudo exclusivo o concorrente não, soma-se a isto o fator preço onde por $399,00 vc opta por PS4 Pro 1TB ou Xbox One S 2TB (3x mais fraco) e por $299,00 vc opta por PS4 Slim ou Xbox One S 500Gb, acredito que neste cenário o gape entre as plataformas deve aumentar até meados de 2018 quando o Scorpio estara no mercado e podera dar um up nas vendas dos consoles xbox.

    Do ponto de vista do consumidor final:
    Aqui vou levar em consideração vários pontos, dentre eles franquias exclusivas, paixão, tipos de jogadores e preço:
    Vou começar pelos sonystas: Estes aqui comprarão sem reclamar, quem ja tem o atual PS4 vai vender e pegar o novo para aproveitar seus beneficios.
    Caixistas: Vão continuar apoiando o One, alguns deles vão vender o atual pra pegar o S e esperar 2018 pra pegar o Scorpio.
    Outros: Estes aqui não são jogadores envoltos em paixões e vão escolher a plataforma que mais o beneficia, e aqui entra muitas coisas como preço, tecnologia, beneficios, marcas conhecidas enfim, acredito que a tendencia destes jogadores os quais ainda não tem plataforma comprarem primeiro uma plataforma Playstation e em alguns casos como o meu comprar também uma da Microsoft.
    Pc gamers: Estes aqui neste momento não tem porque adquerir um One pois seus jogos quase que todos estão no PC, já o PS4 seria interessante pelo seu conteudo first party, além do NX também é claro.

    Bom gente, deixei aqui minha opinião e espero que possa contribuir e que vcs também tragam as suas para que possamos analisar os mais diversos pontos de vista.

    • Hennan Santos Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 0:26

      Ao meu ver, seu erro está em acha que o pro vai rodar games 4k/60 fps; pelo visto em Tomb Raider não chegou nem em 1080/60. Sendo assim inviabiliza suas conclusões.

      • E quem disse que eu acho isso, só falo porque foi o que eles disseram, sobe tomb raider este tem três configurações para o Pro, 4K 30fps igual ao PS4 slim, 1080p45fps (meta 60fps) igual ao slim e 1080p30fps com gráficos melhores ao slim, e somente por este fato vc descartou tudo que eu disse, somente por 4K60fps?

    • A tendência é o PC crescer mais por quê atualmente é a única plataforma honesta.

      • Com este ciclo de lançamentos, sim, mais vale o PC.

        E é isso que irá ocorrer. Agora é a oportunidade ideal para a Valve meter a colher e anunciar novas Steam Machines.

        • Sério que vc acha que as SteamFlop Machine são a melhor opção? Concordo com o @Fernando a melhor opção é o PC o que dificulta a minha adoção é os custos e forma de jogar.

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 13:08

            Não gosto de jogar no PC, mas infelizmente com essas políticas adotadas por Sony e Microsoft, parece que esse acabará por ser o caminho a ser seguido em um futuro não muito distante. Tomara que aconteça alguma coisa para mudar esse cenário. Quem sabe a NX consiga fazer isso.

          • Não entendo como reconheces isto, mas no entanto continuas a ver uma empresa como má da fita e a outra não!
            É como dizes em outro comentário: Dois pesos, duas medidas.

          • A única coisa que impediu as Steam Flop Machine de ser um sucesso foi o facto de que entre um PC e elas a diferença ser nula. Com estas políticas… Não há diferença nenhuma entre elas e as atuais consolas, sem considerar a extensa livraria que o Steam possui, e o facto de quem as comprar ter ainda acesso à livraria de exclusivos do Windows e da Xbox (dado que se pode instalar o Windows 10 nessas máquinas).

            Além disso, possuem jogos mais baratos que os das consolas, online grátis e de qualidade, e todos os controladores disponíveis (oficial da Valve, DS4 e Xbox).

            Tendo em conta que a Sony e Microsoft querem terminar com o conceito de gerações, porque não?

    • Não concordo. Antes pelo contrário, acho que tanto numa como noutra a Sony meteu água e de forma valente.

      A Slim devia ter vindo com upscaling 4K e HDR, isso era um compromisso com o futuro. E devia ter vindo com capacidade reproduzir filmes UHD Bluray. E nada de nada.

      A ONE S está muito melhor posicionada, com o pós processamento a oferecer uma melhoria na qualidade de imagem, isto sem contar com a retrocompatibilidade.

      E agora no fim se percebe a jogada da Microsoft e o porquê de aquele anuncio precipitado – acaba de passar a perna à Sony em toda a linha. E é bem feita. A sua versão slim oferece mais que a versão slim da consola da Sony e a Scorpio colocará a Pro a um canto.

      A Pro irá falsificar os 4K os PC Gamers que eles andam atrás irão obviamente notar. Isto é um escândalo que irá arrebentar (lembras-te que chegou a ser processada por causa do multi do Killzone SF, não te lembras?) e a vai deixar ficar mal. Uma bomba prestes a explodir-lhes na mão.

      Com isto a Sony acaba de destruir o tão bom trabalho que fez no inicio da geração. Prevejo que a mesa se inverta (aliás já começou) e rápido e é merecido. Muito merecido.

      • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 10:24

        Bruno, excelente as suas colocações, faço das suas as minhas palavras. Quando muitos acharam que na E3 a Microsoft tinha feito cagada, por muitos quero dizer principalmente Sonystas e mídia tendenciosa. Agora deu para perceber que na verdade ela fez uma jogada de mestre, deixou a Sony de calças arriadas antecipando tudo aquilo que essa viria a anunciar meses depois, deixando esta sem nada de novo a apresentar.

        • Luciano… desculpa discordar. Mas quer dizer… faz-se uma cagada e só porque os outros fazem cagada maior agora é jogada de mestre?
          Cagada é cagada. A Sony “arreou as calças”, como dizes, por sua livre iniciativa, mas a Microsoft nada teve a ver com isso. E como tal a cagada que fez não deixa de ser cagada!
          Daí que vires falar usando termos como sonystas e media tendenciosa no meio dessa frase sem sentido e que tenta limpar algo que não pode ser limpo, revela muito da tua forma de pensar face à marca verde.

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 12:20

            Aí é que está, eu nunca achei que a Microsoft havia feito cagada. Ela estava lançando um excelente console Slim, muito mais bonita e atraente que a original que em termos de designe não é lá essas coisa, bem menor e que tirando a diferença de hardware em relação em ao PS4, até teve uma leve melhora no poder de processamento resultando em mais frames mesmo que poucos, ainda teve incluído o recurso de HDR, upscaling 4k para jogos e leitor blu-ray 4k coisa que nem mesmo a PS4 PRO oferece. Lançou o Play Anywhere onde você acaba comprando o mesmo jogo para Xbox e PC pagando somente por um. E para finalizar acaba com a jogada da concorrente anunciando um console muito mais poderoso que essa ainda nem teve a oportunidade de fazê-lo a época (a própria Sony disse que havia ficado surpresa com o anúncio da Scorpio, traduzindo “surpresa”: ESPANTADA/APAVORADA), mas que já estava com as especificações definidas e não poderia mais alterá-las, a não ser que arcasse com um grande prejuízo (todos sabemos como anda a situação financeira atual da mesma), mas já haviam sido reveladas pelos vazamentos e que agora foram confirmadas pela própria Sony. Não vejo nada sem sentido nisso.
            Parte da mídia é tendenciosa sim, logo após a E3 segundo eles, a Microsoft estaria abandonando a Xbox, como que uma empresa que investe em dois novos consoles estaria abandonando o produto “talvez estivessem tentando contar uma piada” porque só rindo mesmo. Uma empresa que logo após a E3 fez várias aquisições de outras empresas conceituadas no mercado para fazerem parte da experiência Xbox.
            Com certeza a cagada que a Sony fez ontem foi ela mesmo que o fez, nem precisou de ajuda.

          • Os ganhos de performance da S são irrelevantes para o caso uma vez que eles não são nunca tomados em conta para a criação dos jogos. E de certa forma eles acabarão por ser usados para lidar com 10 bits de cor (HDR) em vez dos 8, sempre que essa opção existir.

            E sim, houve uma cagada e isso não é uma questão de opinião, é uma questão de marketing. É algo que se estuda, mas que nem sequer se necessita de estudar pois é perfeitamente obvio. Anunciar um produto que vai para o mercado e ao mesmo tempo anunciar outro que não vai mas que é melhor pode criar uma estagnação de vendas pelo maior interesse pelo produto melhor que ainda não existe.

            No caso da Sony o que ela quer é vender consolas. Vender a Slim ou vender a Pro é irrelevante (isso acontece com qualquer fabricante que tanha mais do que um modelo do produto no mercado), o que se quer são as vendas! E nem sequer sabemos dizer qual das duas dá maior margem de lucro pelo que o preço ao público é irrelevante!

            Mas a questão é que quem quer uma PS4 ou compra a Slim ou compra a Neo dependendo do que quer. Já no caso da Microsoft a coisa é bem diferente pois quem quiser a Scorpio em detrimento da S não vai comprar esta última. E isso quer dizer que não compra nada até a Scorpio sair!

            Ora se a Scorpio não tivesse sido anunciada, quem quer uma Xbox compraria sem pensar duas vezes a S. Daí que o anuncio “matou” as possíveis vendas da consola. E isso é um facto!

            Eu nem percebo porque estou a explicar isto. Se 1+1 não são 2 para todos… então não vale a pena explicar!

            De resto convêm igualmente esclarecer que TODAS as PS4, irão ter HDR! Incluindo a original!

            Sobre o Play Anywhere não vou falar mais pois isso tem dois lados, a do PC e a da Xbox uma vez que obriga a comprar o jogo na Windows Store e não é sequer uma questão de comprar uma versão e ter a outra, é uma questão de comprar a versão Xbox e ter a PC!

            Ora isso parece ser uma redundância… mas não é!
            E não é pelo seguinte!

            1 – Os jogos PC são por norma 10 euros mais baratos que os de consola. Nestes jogos não são!
            2 – Os possuidores PC compram os seus jogos maioritáriamente de forma digital. O steam é a preferência máxima, mas para preços baixos há o uso de lojas como a G2A, Kinguin ou outros onde os jogos acabam por ficar a menos de metade do preço. Neste caso não o podem fazer pois esses jogos só se vendem na Windows Store!
            3 – Os jogos são feitos para o hardware da Xbox, apenas melhorando no hardware melhor. Logo os PCs de topo são prejudicados. É como ter jogos de PS3 a correr na PS4 ou da 360 na One!

            Resumidamente, os possuidores de PCs não estão verdadeiramente excitados com isso. E como aqui não tomo partidos tendo de ver a coisa como um todo, não mostro e nem mostrarei felicidade nenhuma por essa situação.

            Até porque honestamente toda a situação não é exactamente motivo para orgulho uma vez que ela acaba com as exclusividades da Xbox e o real motivo pelo qual há interesse na compra de uma consola. Ainda por cima com a versão consola a obrigar a um Live Gold que o PC não requer! E estamos a falar de 60 euros adicionais por ano que no PC dá para mais um jogo!

            A Scorpio é atualmente uma consola que soa a interessante, mas nos finais de 2017 face aos PCs que existirão, 6 Tflops será pouco. E com os jogos da consola no PC, o PC será uma boa alternativa à consola. O que isso traz de bom à consola é… no mínimo, discutível!

            Vais-me desculpar, mas vou ser sincero e dizer-te que os teus comentários tem-me vindo a surpreender pela negativa. Tu afinal não vês o mercado como um todo, mas sim em duas partes! E com preferência clara!

            E até poderia aceitar isso, mas o facto é que ambas as empresas estão a fazer o mesmo… Só muda o paleio e o timing. Mas tu, tal como alguns outros, recusam-se a ver as coisas, até elas vos caírem em cima! Infelizmente elas já foram caindo com a questão do DRM, do Kinect, da Cloud, perda dos exclusivos, etc, mas curiosamente ainda continuam a não ver nada a passar-se, e tudo continua a serem rosas!

            Aliás acrescentas ali palavras como a Sony estar espantada/apavorada e frases onde referes que as especificações estão definidas que são da tu autoria mas que passas como realidades. Nunca tal foi dito, e na realidade nada estava definido. A NEO só começou a produção em massa no início deste mês, e até essa fase nada está definido!

            Pessoalmente até acredito que a consola foi alterada e que o leitor de BD 4K foi retirado para lhe descer o preço e a tornar mais atrativa uma vez que não justificava colocar melhorias na consola pois esta nunca poderia concorrer com os 6 Tflops da Scorpio. Mas se isso foi assim, acabou por ser mais um erro em cima
            dos outros pois era preferível o leitor de BD 4K estar lá.

          • A questão Mário, é que o efeito que o anuncio da Scorpio teve na ONE S também o teve na PS4 Slim e Pro.

            E foi por isso que foi jogada de mestre, como quando se sacrifica o peão para cheque-mate no jogo de Xadrez. O peão neste caso foi a ONE S.

            Se a Sony tivesse ficado quieta, e a Pro não fosse uma realidade, então sim, isto seria diferente. Mas não é.

            Porque comprarás a Pro sabendo que daqui a 1 ano terás uma consola mais poderosa no mercado? É o mesmo raciocínio que se aplica aqui.

            A única razão para o fazeres é devido aos exclusivos Sony, que eu suspeito serão mais que nunca, muito importantes. Este será o teste definitivo à sua importância.

            O Play Anywhere, enfim, se fosse só nas consolas Xbox eu até acreditaria, mas com a Sony a trazer o Now para o PC, e este desastre chamado Pro… não sei.

            Sei uma coisa: com tudo isto a Sony acaba de dar à Microsoft e em bandeja de prata a oportunidade de acabar com as consolas.

            A Scorpio irá trazer uma vantagem muito grande à MS, assim como a Pro o irá trazer, a oportunidade de haver de raíz jogos preparados para os 4k.

            O que só irá benefeciar o PC.

            Se a geração trancada, como sempre a tivemos, ofereceria os 4k condicionados com o que as consolas ofereciam, agora, os 4K com melhores efeitos gráficos serão uma realidade.

            A Sony acaba de destruir tudo.

        • Como nada de Novo, o Pro não é algo Novo pra vc Luciano? Bom o correto agora é esperar pra ver como vai ser a aceitação do Pro, o slim vai continuar vendendo bem pois agora está mais barato que o PS4 vanila, agora se o Pro for bem aceito e tendo pouco mais de 1 ano de vantagem, vc por acaso sabe quantos PS4 vendem por ano? algo próximo de 20kk, então 1 ano de diferença pra Microsoft pode ser algo devero ruim, caso o Pro de certo pra Sony, o cenário pode ser o inverso também, vamos aguardar né.

        • Apesar de dispensar os termos que usas, é isso mesmo. A Microsoft pode ter condicionado as vendas da ONE S, mas condicionou também a Sony. E penso que fez isso propositadamente para se adiantar, algo que muitos já aqui o afirmaram e eu concordo.

          Aliás penso que aquele mal estar na conferencia da Sony foi precisamente por terem perdido o fator surpresa.

          E sinceramente foi bem feito.

      • Sério Bruno, imagina vc neste exato momento muito interessado em entrar nesta 8G? Dai vc tem as seguintes opções para analisar sem paixões ou vinculos afetivos:
        PS4 Slim por $299,00
        Xbox One S 500GB por $299,00
        Perceba que este primeiro cenário é igual ao de sempre.
        PS4 Pro 1TB por $399,00
        Xbox One S 2Tb por $399,00
        Aqui com o mínimo de pesquisa vc já pode descobrir que em termos de jogos lançados e técnologia as plataformas da sony estão na frente, jogos rodam um pouco melhor no PS4 slim e no Pro não tem nem o que falar, roda melhor que os dois, pra mim consoles são para jogar, entendo que tem gente que compra também por outras funcionalidades, mas eu por exemplo nunca coloquei 1 bluray sequer em meu PS3/PS4/One só jogo neles, música uma unica vez fiz isso com s Spootfy e filmes só pelo pendrive mesmo, então para pessoas como eu e talvez vc também o que importa são jogos. E neste contexto as plataformas da sony hj são mais atraentes.

        • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 13:19

          Não sei se você sabe, mas o Xbox One S de 2T não será mais produzido, somente a versão especial de Gears 4 que já inclui o jogo.

          • Não sabia mesmo, mas acho dificil eles desistirem deste modelo o mais certo talvez seja eles baixarem o preço pra poder diferenciar o S 2Tb do Pro, pois como estamos cansados de debater o que vender é hardware e nisso 4,2TF >>> 1,4TF (3x+).
            Pelo lado comercial é a hora da Microsoft vir com o marketing agressivo pra cima da Sony, reduz os preços do One S, e faz logo uma apresentação lá pelo final do ano sobre o que será o Scorpio no ano que vem, mostrando ao público especificações técnicas afim de angariar clientes futuros, penso eu que este é o momento da Mic dar o troco do que foi a E3 2013.

    • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 10:51

      Netto, acho que você foi o único que viu algo de bom nesse lamentável capítulo da história do Playstation.

  13. Foi uma apresentação mal amanhada, apressada e sinceramente, esquisita.

    E claro, um desastre.

    Acho o novo design horrível, não sei porque mudaram do anterior, a nova consola parece um PC de secretária e não dos melhores. Perdeu toda a elegância.

    Fora isto, e mais grave, acho que a Sony iniciou algo que lhe fugirá do controlo rapidamente, e só a irá prejudicar. A Pro será rapidamente ultrapassada pela Scorpio, disso não tenho dúvida e a PS4 Slim, não sei se conseguirá fazer frente à ONE S.

    Eu gostava de saber o que passou na cabeça destas pessoas para fazerem semelhante asneira.

    Talvez tenhas razão, Mário, a mudança para os USA tenham afetado negativamente a companhia. Esta apresentação fez-me lembrar demasiado a apresentação da ONE em 2013.

    • Bom discordo de vc, veja só o cenário atual onde o One S somente bate de frente com o PS4 nos EUA mas no restante do mundo as diferenças nas vendas são abismais, outro fato histórico que devemos levar em consideração é que o X360 saiu na frente do PS3 e abriu uma diferença de 10kk, agora pensa comigo, a maior probabilidade é a de o PS4 slim dar um folego ao eco-sistema do playstation junto com a novidade PSVR até novembro quando lança o Pro mas indo mais além o Scorpio só é para pro final de 2017, ou seja, até lá o líder geracional deve estar juntado suas plataformas com algo próximo a quem sabe 90kk de unidades vendidas as lojas contra 30kk One S, dai lança o Scorpio o que eu acho que vai descontinuar o One assim como o X360 descontinuou o Xbox1, a diferença de base será monstruosa e todos nos sabemos que o que faz o suporte de uma plataforma ser bom é sua base instalada.
      Lembro que essa analise se basea apenas nas vendas até hj, e estas que nos diz que o PS4 é líder supremo vendendo mês após mês melhor que o One a nível mundial, e levando vários meses do One nos EUA.

      • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 13:37

        Cara, a Sony deveria te contratar para dar palestra de motivação.
        90 milhões!? Então com toda essa cagada que ela fez ainda vai vender mais 50 milhões de consoles em um único ano, e a Xbox somente 10 milhões, se bem que esse valor parece mais condizente com a realidade. Com certeza nem os executivos da Sony estão/são tão otimistas assim. Como você mesmo disse antes, vamos aguardar.

        • Já pensaste que quem vai comprar uma consola agora tem 3 hipoteses (sem qualquer ordem específica).

          Hipotese 1 – 399 euros – A PS4 Pro – Uma playstation, a consola melhor sucedida desta geração e com 4.2 Tflops de performance. Suporte HDR e 4K não nativo mas processado internamente e não meramente re-escalado, ou 1080p com performances e grafismos melhorados face à PS4 normal.
          Hipotese 2 – 299 euros – A PS4 Slim – Uma playstation, a consola melhor sucedida desta geração e com 1.84 Tflops de performance. Suporte HDR e as melhores performances do mercado em mais de 90% dos jogos multi plataforma.
          Hipotese 3 – 299 euros – A Xbox One S – Com jogos desenvolvidos para 1,31 Tflops de performance . Suporte HDR, re-escalamento simples para 4K, e suporte BD 4K. Os seus jogos podem ser igualmente jogados de forma melhorada no PC para quem o tiver.

          Cagada sim… Mas isso só se prevê que tenha repercussões no futuro, e perante os fans que já possuem a consola original. Não para quem nesta fase ainda pretende comprar uma e no ano que se segue onde a Pro será, aparentemente, a melhor consola do mercado!

          • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 16:25

            Seguindo esse seu raciocínio, muita gente também não poderia deixar de comprar uma PRO esperando a Scorpio sabendo que esta será muito melhor e que segundo a Microsoft será verdadeiro 4k para jogos e também com reprodutor Bluray 4k? Será que mesmo sabendo que estarão investindo em um console com data para se tornar obsoleto, as pessoas continuarão assim tão entusiasmadas como estiveram desde o lançamento da PS4 a ponto de conseguir vender mais 30 milhões de consoles em um único ano!? Posso estar enganado, mas duvido que a partir de agora ela continue vendendo tão bem assim, muito menos tendo um aumento nas vendas. Vamos esperar para ver, mas se servir de termômetro e se depender dos comentários vistos aqui, as projeções não estão nada boas para o lado da Sony.

          • Não tenhas dúvidas do que dizes. Isso ia dizer amanhã no artigo. A Microsoft matou a S com a expectativa da Scorpio. A Sony matou tudo ao não ter um produto que faça frente à Scorpio.
            Eu que até compraria a S não o fiz pois daqui a um ano há uma Scorpio. E até poderia pensar numa Neo, mesmo achando que é dinheiro mal gasto não fosse o facto de para o ano a Scorpio parecer prometer performances que, essas sim, me agradam. E o que se passa é que estou a aguardar poupando o meu rico dinheirinho que me custa a ganhar.
            A PS 4 vai vender bem, assim como a S está a vender bem. Mas as vendas possíveis não serão atingidas devido à Scorpio. Não fosse o mau timming do anúncio, que lhes foi prejudicial, a realidade é que a Microsoft condicionou todo o mercado a seu favor com a Scorpio.
            Se a Scorpio fosse anunciada hoje teria o mesmo impacto no mercado playstation, mas não teria condicionado possíveis vendas da S.

        • Foi erro meu amigo, o queria dizer era 70kk, o PS4 atual vende algo entre 16 a 18kk por ano, agora com dois opções a preços iguais ao concorrente sendo que este ultimo traz diferenciais como Upscaling 4K e menor consumo, em contra partida e menos poderoso que os anteriores e além de conteudo exclusivos, pessoas como nós tendem a comprar o que entrega a melhor experiencia de jogo, que neste momento está nas plataformas Playstation, entede.

  14. Passado o rescaldo… Vamos lá, primeiramente eu sou um dos 40 milhões que compraram a PS4 AMATEUR então sim, foi algo que não vai passar em branco.

    Bom como consumidor a minha única forma de descontentamento e vender minha PS4 e investir no PC. E que se exploda Uncharted e God of War..

    E como todos apregoaram era só a Sony ficar quieta e continuavam a vender PS4 como água. Resolveram se mecher, fizeram tudo que a Microsoft fez em 2013.

    São arrogantes a ponto de afundar junto a uma idéia idiota, está aí a receita do desastre, e não tem o tio Phill para dar um jeitinho nisso…

    O líder vai cair, e quão feio será essa queda.

    De facto tem graça quando eles passavam a vida a falar na diferença 1080p vs 900p, agora já é “oh não é verdadeira 4k mas não faz mal, o olho humano é incapaz de ver a diferença” é por estas coisas que deveriam de ter vergonha na cara de usar a hashtag #4theplayers.

    A grande questão aqui e são duas a meu ver é:

    1 – porque raio é que ninguém fala sobre o anuncio de duas consolas de rajada com uma grande diferença de potencial separadas por 1 mês e 100 euros? A sony não matou a slim? Porque é que a Microsoft foi massacrada por apresentar duas consolas na e3 separadas por ano e meio sendo acusada de incopetencia e amadorismo ao ter morto a xbox one S á nascença?

    2 – estratégia, também estou curioso, sera melhor lançar já uma ps4pro com a ps4 tendo 3 anos de mercado e com isso expandir mais o universo a custa da confiança dos seus users já ela abalada nas portáteis com o abandono total da vita, ou lançar uma consola verdadeiramente next gen no próximo ano e dando 4 anos de vida a sua consola e com isso dar mais confiança aos seus utilizadores ao invés de uma facada nas costas?

    São duas exelentes perguntas a meu ver…

    É verdade que a ps4pro tem um exelente preço mas a realidade é que esta consola nem é carne nem é peixe é um enche-chouriços ate a próxima versão, não é um grande salto nem traz nada verdadeiramente novo eu interrogo me se isto terá o sucesso esperado, e já agora para finalizar o preço da ps4slim de porreiro em 35 min passou de porreiro a insultuoso, se a ps4pro 1 terá custa 399 a ps4slim 500 gb deveria de ser no máximo dos máximos 249 ainda que eu acho que deveria ser 199 para realmente diferenciar os produtos.

    • Lololol… grandes verdades!
      Mas quanto às perguntas:
      Não, a Sony não matou a slim! 100 euros são 100 euros! (lê a resposta ao Luciano)
      O que eu acho é que a Sony matou tudo, mas sobre isso falo no artigo de amanhã!

      • Concordo que se fosse a slim @249 e o Pro 399 ficaria melhor, de resto entendo plenamente a frustração do colega.

        • nETTo. Concordo!
          Mas pensa… se tens maças que podes vender a 1 euro vais vender a 50 centimos?
          Nesse aspecto não podes censurar a Sony por pensar como qualquer ser humano racional pensa. Atualmente a Playstation não possui qualquer concorrência a nível de performances. A Playstation 4 é 50% mais potente graficamente do que a Xbox One, e a Neo é mais de 3 vezes mais potente que a mesma consola.
          Porque motivo irias entregar o ouro ao bandido?
          A capacidade para descer o preço está lá, mas naturalmente que nesta fase isso não acontece e o mercado vai ser sondado assim. A oferta de um jogo ou outro podem ajudar a fazer a diferença, mas descer assim o preço só em último recurso!

    • Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 13:51

      By-Mission,

      Já falei tudo isso que você muito bem o fêz, mas como sempre ocorre, muitos insistem em achar que há diferença em coisas que são exatamente iguais. É claro que todos tem uma preferência ou se identificam mais com uma do que com outra, mas isso já é demais. É o tal do: “dois pesos, duas medidas”.

      Nota – Comentário alterado pela moderação para correção de erro no provérbio

  15. Que conferência hein? Andrew House (Xará do Andrio) e Mark Cerny numa animação… No momento estava com uma party entre amigos(Andrio estava lá), e comentei essa “animação”. Da parte do PS4 Slim até entendo devido o vazamento de unidades e do teardown 1 dia antes do evento, mas para o PS4 Pro a apresentação foi horrível, se as vendas dependessem somente da apresentação o Pro não venderia uma unidade, até parece que Andrew House e Mark Cerny não eram favoráveis ao lançamento desse novo console e que a ordem de criá-lo partiu de cima. De tão ruim que nem o novo Headset e nem a nova PS4 Cam foram divulgadas

    Tudo se desenrolou da maneira que não queríamos, o Pro foi oficialmente divulgado e com lançamento para já.

    Agora o que resta é sabermos como será o futuro, creio eu que mesmo com as burradas a Sony não perderá a 8ª geração(Scorpio não será dessa geração), porém a quantidade de unidades vendidas irá diminuir e esse momento será o termômetro(aceitação do público) para as futuras decisões de ambas as marcas, inclusive a Nintendo. Sobre novos hardwares a Sony não tocará no assunto até o lançamento do Scorpio ou alguns meses depois do lançamento.

    Infelizmente não teremos mais lançamentos simultâneos de consoles concorrentes, Scorpio vem em 2017, um novo console Sony espero eu que só venha daqui a 3 anos no mínimo(a depender do termômetro que falei acima).

    PS4 Pro foi sim um tapa na cara de quem comprou o modelo original, bem como o One Slim foi também com a inclusão do HDR e do 4K em filmes.

    Infelizmente muitos users queimam a língua ao citarem que o marketing da Sony em 2013 até hoje é só potência, resolução e fps, pois bem a MS já começou a dizer que o Scorpio será melhor em potência, resolução e fps… E a briga continua.

    PS: Muitos apostam que o Scorpio será lançado com um preço acima dos U$500,00, eu já acho o contrário, creio que o valor limite para venda de um console atualmente é U$400,00 então eu aposto que o Scorpio sairá a U$400,00 mesmo que a MS tenha prejuízo em cada console vendido, assim como foi a Sony com o início de vida do PS3, pois o que importa é aumentar a base de usuários.

    • Ainda discordo do preço do Scorpio, e vc viu que aceitei ontem no preço do ps4 pro.
      Sabe pq acho que ela não virá com o preço acessivel?
      O ps4 pro veio com a mesma arquitetura e com o dobro de potencia do ps4 normal e saiu por esse preço. Imagina o Scorpio que deve vir com uma nova arquiterura e com um poder maior de fogo?

      • Sei não, como a MS tem muito dinheiro para rasgar (Assim como falam alguns leitores) não duvidaria de um preço desses.

  16. Achei muito curioso esse PS4 Pro não ter vindo com suporte blu-ray 4k… Ora, o Blu-ray é da Sony, mas o console da Microsoft tem suporte pra isso e o Ps4 Pro não? Não entendi, pois desenvolveram uma tecnologia, não usaram e deixaram seu principal concorrente usar. Esse PS4 Pro não parece ter sido feito com o 4K em mente, e sim foi desenvolvido pra poder alimentar melhor o PSVR. O 4K para jogos nesse console, nativo, só para jogos bem leves(indies por exemplo), por upscaling ou por reconstrução temporal(como em Quantum Break e Killzone Shadowfall Multiplayer).

    • Pelo que lembro o driver Blu-ray utilizado para o One foi desenvolvido para não utilizar as patentes da Sony.

  17. Melhor noticia desde 2013, o debate está muito bom sempre pontuado em cima de situações realistas ou fatos concretos, muito bom compartilhar esta mudança com todos vc mesmo que seja para pior, infelizmente.

  18. http://www.eurogamer.pt/articles/digitalfoundry-2016-three-hours-with-playstation-4-pro_5

    Recomendo a leitura aos que tem interesse em saber do que o PS4 Pro séra capaz e que ele entrega pelo preço de @399,00.

  19. Observando apresentação ontem das novas consolas da Sony me senti num evento de celular novo.
    Quem é fan da marca não ira deixar de comprar pois o discurso que a mesma esta a plantar agora é que poder não é o mais importante, e ate concordo com ela pois os jogos que estão por vir são muitos bons e vale a pena a compra pelo valor agregado da marca, seja ela Slim ou a Pro.
    Parece que ficou meio que obvio que depois da pegadinha da MS com apresentação do Scorpion a Sony não conseguiu mudar o já pronto Pro, e sabemos que por questões de custo não era possível modificar algo que já em sua totalidade já estava em fase de pre produção.
    Não vou trocar a minha atual por ela pois não tenho TV 4k e mesmo se tivesse não da para arriscar sabendo que vem outro console que já estará em geração a frente, e muito podem ate pensar desta forma visto que algumas ´pessoas assim como eu não se apegam a marca .
    Esta com uma base de vendas alta em quantidade não significa lucro e console não gera tanto assim visto os custo de produção, então acho que é meio obvo falar “Ollha ela domina o mercado Mundial em vendas (Numeros) Porem observou que no Estados Unidos esta a perder território é la é o mercado bem assim dito,enfim não deixa de ser um bom console mais pecou em algumas coisas eacredito que não vale este investimento.

    • A Sony perdeu dois meses seguidos nos Estados Unidos para a Microsoft e pra falar a verdade, nesse mercado o PS4 Slim vai nascer morto. Ja vejo diversos comentários de americanos em fóruns se perguntando sobre quem comprará a Slim com um diferença de preço tão pequena…
      A Sony sabe que nos mercados mais relevantes do planeta, o PS4 não vende maia da mesma forma. Resta saber se as pessoas vão abraçar o Pro ou esperar o Scorpio.
      De qualquer forma, sem querer vai começar uma nova geração. Podem aguardar jogos 720p ou com efeitos muito reduzidos.
      Viram a Demo de Horizon ontem? Mesmo não estando em 4K reais, já está apresentando qualidade gráfica muito acima da Demo que eles mostraram agora pouco na BGS. Se a técnica de interpolação se tornar o padrão, e não a busca pelo 4K esses consoles podem colocar visuais next gen em cima dos nossos ja velhos consoles…

      • Esses dois meses eram previsiveis e expectáveis. A microsoft tinha novidades, a Sony não, e são os dois meses de menores vendas do ano. Agora o mês de Setembro é que vai mostrar efectivamente a tendência do mercado.

      • Uma solução para a Sony é colocar o preço do Slim a $199,00, fazendo com que as pessoas pensem bem nos beneficios e contras antes de investir na plataforma.

        • Nunca. Os preços só descem se a consola vender mal. Mas tirar 100€ … Nem assim estou a ver isso acontecer tão cedo.
          A Sony tanto lhe faz se vende a Slim ou a Pro. O que ela quer é manter o ritmo de vendas. E se isso acontecer fica bem.
          Acredito que isso vai acontecer é até vai aumentar brevemente com a Pro a vender a todos os que estão contentes com isto.

  20. Luciano S. Carvalho 8 de Setembro de 2016 @ 17:51

    Resumindo: Quer queiram ou não, quer sejam eles Sonystas, Caixistas ou simplesmente um gamer, todo mundo está esperando pelo Scorpio! Por esperando não quero dizer que necessariamente para comprá-lo, mas sim saber como esse será de fato, se realmente será tudo aquilo que promete.
    Como disse o Mário, todo o mercado ficou condicionado ao Scorpio, pelo menos até a Sony vir com o anúncio do próximo Playstation, e quando isso acontecer estará definitivamente estabelecido o ciclo de três anos ou menos de vida das próximas “gerações” de consoles, e pior, de forma alternada entre uma empresa e outra. O pior nem é ter que investir em novo console, o pior é saber que esse investimento não terá vida longa.

  21. Engraçado também que a entrada para o cabo óptico removida do PS4 Slim voltou no PS4 Pro, denunciando que foi só um corte de custos.

  22. O PS4 Pro já é o primeiro no Ranking de vendas da Amazon!

    https://www.amazon.com/best-sellers-video-games/zgbs/videogames/ref=zg_bs_videogames_home_all?pf_rd_p=1286243362&pf_rd_s=center-4&pf_rd_t=2101&pf_rd_i=home&pf_rd_m=ATVPDKIKX0DER&pf_rd_r=N28P9S4H2AZGVZDX40NW#1

    Senhoras e senhores, está aberto a nova geração!

    E eu vou contar os próximos passos:

    – O PS4 Pro venderá milhões de unidades nesse fim de ano.
    – O PS4 convencional terá uma redução no número de vendas muito forte, se tornando fadado à vender bem apenas em países com consumidores de menor renda, como era o NES e o Master System quando conviviam com o SNES e o Mega Drive.
    – Após Gears of War 4, as vendas do Xbox One também estagnarão e a Microsoft falará cada vez mais do Xbox Scorpio para lembrar os consumidores e garantir a fatia de mercado.
    – Até a época do lançamento do Scorpio, o PS4 Pro venderá numa proporção de 2 para 1 sobre o PS4 Slim e os jogos já estarão sendo feitos com a mente na máquina mais forte, ficando o console mais fraco com versões pobres, crossgen, exatamente como era na época dos 16 bits convivendo com os antigos 8 bits.
    – O ano de vantagem do PS4 Pro serviu para ensinar a Microsoft que um console que apenas leva os jogos para 4K nativos não é necessário pois ela pode fazer games em 1440p com interpolação e melhorar drasticamente a qualidade gráfica. Assim, o Scorpio chega ao mercado com gráficos nunca vistos e bem acima dos jogos do PS4 Pro, Halo 6 é o jogo de lançamento e dito como True 4K 60fps, mas na verdade roda com metade dessa resolução.
    – A Microsoft consegue vender muitos consoles, mas assim como na era PS3, a liderança é dividida pois a Europa respira Playstation e nunca abandonará a marca.
    – A Nintendo abocanha definitivamente o mercado de portáteis, mas ninguém da a mínima para a NX no mercado de consoles de mesa.

    • Mas tinhas dúvidas disso? É a consola mais potente do mercado.
      O facto de pessoas como nós não gostarmos de tudo o que está a acontecer não quer dizer que o mercado não abrace a mudança. Isso já tinha sido dito.
      A questão é apenas que estas consolas mudam o paradigma existente e o mercado vai mudar com elas. Se para sucesso ou insucesso só o futuro dirá. Vão aparecer pessoas agradas com isto e outras desagradas.
      Mas ouviste o que diz o tipo da Remedy sobre a Scorpio?

    • Interessante esta previsão, mas não esqueçamos que promessas já estão sendo feitas desde a E3 deste ano de um console true 4K a 60fps, então a Microsoft já não pode mais recuar em suas promessas, mas eu concordo contigo que o Scorpio deveria utilizar seu poder desta forma como vc exemplificou, garantiria melhores visuais na máxima resolução e com ótima performance.

      • Sim foram feitas promessas de 4K, mas na mesma semana foi dito que os desenvolvedores podem escolher utilizar os recursos da forma que acharem melhor, apesar do console ter poder para rodar os jogos do Xbox One em 4K nativos. E logo dois conceituados profissionais da indústria, o Sebbbi da Redlinx/Ubisoft e principalmente o Tiago Sousa da Id Software, se manifestaram a favor de jogos sub 4K com interpolação. Eu digo principalmente o Tiago Sousa, por que o cara é um gênio, simplesmente o engenheiro principal do motor de Ryse quando era da Crytek e agora por último o reponsável pelo Motor de Doom e as soluções apresentadas em um dos jogos mais impressionantes em 60fps dessa geração, dois cases de sucesso impressionantes. Nas palavras do Tiago Sousa, 6 Tflops em um sistema fechado é algo que ele definitivamente quer utilizar mas 4K é desperdício pois ele tem outra visão do que fazer com essa potência.
        Essa é a mesma lógica que eu uso quando digo que deveriam ter deixado a resolução cair para 720p nessa geração. Pois assim como eles, eu penso no que poderia ser conseguido explorando essas técnicas similares ao que foi usado em Quantum break mas com o domínio total do hardware.
        É claro que que eu não tenho 1% do conhecimento desses caras, mas parece bastante lógico que essa redução de resolução poderia prolongar a vida da geração atual. Infelizmente, preferiram rebaixar os consoles e colocar novas máquinas no mercado.

        • O que eu quero saber é o seguinte:
          Se com duas vezes 1080p constrois 4K, ou seja 4x mais, o que eu quero saber é se com 960*540 tambem constrois um frame de 1080p com a mesma qualidade.
          Porque isso seria vida nova nas atuais consolas!

        • O que eu quiz dizer não é isto Fernando, mas sim o comprometimento que a Microsoft vai ter com a promessa que fez, lembra lá no lançamento do Tlou remaster que a Naughtydog disse que a meta seria 60fps para Uncharted 4? e vc veio aqui por anos afinco lembrar a todos desta meta que no final e como vc disse não foi alcançada, então espero o mesmo de vc agora, quero ver vc indignado com a possibilidade de quebra dessa promessa ai pois isso sim vai ser o slogan princial do scorpio, não acho, aguardemos.

  23. Agora virou zona(não sei é é o mesmo significado em Portugal): http://www.eurogamer.pt/articles/2016-09-08-chefe-da-playstation-fala-sobre-a-ausencia-de-suporte-para-blu-rays-uhd-na-ps4-pro

    ” No entanto,(Andrew House) não negou a possibilidade de no futuro ser introduzida uma versão da PlayStation 4 ainda mais poderosa que a Pro, dizendo simplesmente que por muito tempo este vai ser o alinhamento da PlayStation 4.”

  24. Acho que a ”Million Dollar Question” é, vale a pena ter a PS4 Pro?

    A resposta é não, definitivamente NÃO!

    Em primeiro lugar os pontos positivos, a consola de facto é bonita, aquele terceiro ”degrau” significa o ”layer” extra de poder sobre o modelo Slim/normal, mas isso é facultativo, o que torna esta consola de facto interessante é a sua relação preço/performance, é simplesmente imbatível!
    O facto de não reproduzir Blu-Ray UHD é no mínimo estranho, especialmente tendo em conta que a concorrência consegue fazê-lo por menos 100$/€, mas acredito que tenha a ver com custos, afinal de contas estamos a falar de uma consola que tem mais do dobro da potência da sua ”irmã” que ainda está nas lojas a 350€ ou a 400€, se quiser-mos equiparar a capacidade do HDD (1TB), mas esse é o menor dos problemas da PS4 Pro.

    Quando ontem vi a piada de mau gosto que foi a press da Sony, houve algo que me intrigou bastante, o ”Forward Compatibility”, (o backwards ficou lá atrás obviamente) um novo conceito inventado pela Sony, que consiste em elevar a qualidade visual de jogos já lançados, basicamente metem o jogo que já encostá-mos a um canto, com esteroides, um HDR aqui, um upsacle para 4K capado acolá, e está feita a coisa, isto até seria porreiro caso fosse aplicado a todos os nossos jogos, o problema é que isso não vai acontecer, a Sony diz que já tem meia-dúzia e mais a caminho, embora esteja sujeito ao termo, ”up to consideration”, no que toca aos third party, a coisa complica-se, não estou a ver a comunidade dev em peso voltar a fazer um patch para cada um dos seus jogos, e tendo em conta que a PS4 já conta com quase 1000 jogos, não estou a ver isso a acontecer, não é à toa que a Sony diz que no ”futuro” ”haverá” mais titulos a receber o patch, ou seja, é enquanto a tesão do mijo durar, portanto, se esperam que a Pro seja Pro em todos os jogos que temos em casa, bem… tirem o cavalinho da chuva…

    Em segundo lugar, os 60fps, o maior reality check de toda a conferência.
    Como já referi vezes sem conta, 60fps em todos os jogos nunca foi, nem nunca será uma realidade nas consolas, e isso viu-se mais uma vez na Pro, e vão cair outra vez na real com a Scorpio, e já que falo em Scorpio, alguém que me explique por favor, que consola é essa esmaga a Pro?
    Já existe alguma imagem da consola ou do seu comando?
    Já existem pormenores do seu conceito?
    E o mais importante, já se sabe quais são as specs?
    Não, claro que Não!
    A Scorpio neste momento tem duas realidades que coexistem em universos diferentes, a realidade da mente de pessoas como eu que assimila tudo que estes tipos dizem, com umas pitadas de sal, podem dizer que o céu é azul que mesmo assim vou à janela verificar (2x), mas por enquanto ainda é de noite, e a Scorpio não é mais que um número qualquer (6Tflops) que sai da boca de uns quantos executivos que têm uma folha de serviço já bastante cadastrada na arte da pura treta, é isso que a Scorpio é, um número associado a uma foto de um CPU a dizer Xbox e 4K e que sai daqui por um ano (estima-se que em 2017), entretanto anda por ai de Delorean a esmagar consolas reais, em pleno 2016, esta é a realidade dos crentes que nem esperam pelo amanhecer para verem se o céu é mesmo azul, são os mesmos crentes que olham para imagens como esta que não é muito diferente do que foi visto na press da Sony:

    http://images.eurogamer.net/2015/articles//a/1/8/5/5/0/4/3/eurogamer-bprbt7.jpg/EG11/resize/600x-1/quality/80/format/jpg

    Nunca tiveram a sensação de que a imagem de menor qualidade que representa a qualidade de uma TV igual à nossa, não tem nada a ver com a verdadeira imagem que têm em casa?
    Não é sensação nenhuma, é pura aldrabice com o intuito de vos criar a ilusão de um salto tecnologico maior do que realmente é.
    Eu não sei se a minha TV que é 1080p consegue aquela qualidade, naquela imagem especifica, mas sei que faz muito melhor que a imagem da esquerda.
    Não é que eu duvide dos ganhos do HDR, e percebo que tenha que existir uma certa adulteração na imagem para eu perceber a diferença na minha TV tecnologicamente inferior, mas na realidade essa adulteração é normalmente acompanhada de um abuso mal intencionado, para nos fazer crer que o que temos em casa é uma porcaria, quando na verdade, bem calibrado, até nem se distancia muito, no fundo é para nos fazer comprar mais coisas sem necessidade, e as consolas não são diferentes, logo as técnicas de marketing enganoso e paleio de meia tigela, é essencialmente o mesmo, e em nada glorifica a arte, apenas alimenta metas de investidores, que é isso que a maioria de vós que alimenta isto, não percebe, permitem que estes tipos vos enfiem esta treta toda pela goela abaixo e depois caiem na real, como com a Neo, e daqui a um ano com a Scorpio (tipicos alcunhas da cultura pop-teen americana), foi um bocado como o No Man’s Sky, mas em larga escala, durante meses gritei falta, apontei o dedo, era a 8ª maravilha mas afinal a montanha pariu um rato (por 2x no espaço de um mês), afinal o fanboy, o doente, tinha razão.

    O mais engraçado nisto tudo é ver como a maioria de vocês cai no conto do vigário uma e outra vez, e andam cá todos os dias, mesmo com todos estes exemplos ainda não aprenderam o padrão de chulice e a treta associada que está a conduzir a insdustria dos videojogos para uma era onde impera a exploração abusiva e o total desrespeito pelo cliente que paga, ou em muitos casos, o desprezo pelo fã, como eu que fez esta sexta-feira dia 2, 11 anos, estava eu maravilhado com a minha PSP comprada no dia anterior (dia de lançamento) enquanto esperava ansioso que me chamassem para assistir ao parto do meu único filho, a magia dos videojogos sempre acompanhou a minha vida e nos últimos anos, a maquina capitalista gerida por incompetentes que vieram da Pepsi e Pizza Hut e que nada percebem de jogos quanto mais a arte, tem mirrado essa paixão de uma vida, infelizmente com apoio de grande parte da comunidade que se deixa levar por estes trapaceiros e pelos amigos dos copos, os media.

    E já que falo no meu filho, ele hoje viu a nova PS4 Pro e questionou-me o seguinte:

    ”Oh Pai, porque é que esta PS4 não é a 5?”

    Ele só tem 11 anos…

    • Tem esses números confirmados:

      6 Tflops apenas na GPU
      CPU com 8 núcleos
      320GB/s de largura de banda.

      A não ser que o console foi projetado por estagiários e o CPU é um Jaguar, a diferença perante o PS4 Pro é muito grande. É a questão do equilíbrio. O Jaguar provavelmente é o maior gargalo do Pro, e a GPU não vai atingir o máximo possível, e isso só faz com que a diferença de performance aumente. Na verdade, depois do Cell parece que a Sony pegou trauma de CPU potente e só pensa em GPU.
      Fora a CPU, existe o fator largura de banda, muito mais apropriada para carregar texturas de melhor qualidade, anti aliasing de melhor qualidade, maior nível de AF, tesselation e melhor desempenho por exemplo da técnica de culling, algo que cada dia se torna mais comum no desenvolvimento.

      Veja um exemplo nas páginas 84 e 85 do Slide da Dice que está no link abaixo, tudo com GPGPU do jeito que o Mark Cerny diz que seria o divisor de águas:

      http://www.frostbite.com/2016/03/optimizing-the-graphics-pipeline-with-compute/

      Considere a última coluna, que é o cenário ideal, com computação assíncrona e Culling, ou seja, a programação moderna.
      No primeiro slide, sem tesselation e não limitado por largura de banda, a diferença entre Xbox One e PS4 foi de 20%. No segundo slide, com o Xbox limitado pela banda da DDR3, a diferença subiu para 38%.
      Da mesma forma, a Radeon Fury X é 4,6 vezes mais poderosa que o PS4 mas no primeiro slide a diferença foi de 8x e no segundo, com tesselation On, a Fury foi 12,6 vezes mais rápida que o PS4.
      A diferença para aí é que a FUry X tem 512GB/s de largura de banda e o PS4 tem 176GB/s para dividir entre CPU e GPU.
      É esses um dos motivos pelo qual o Scorpio se for da forma que falaram será consideravelmente mais rápido que o PS4 Pro, e pode ser que a diferença seja maior que entre PS4 e Xbox One.

      • Fernando, tal como referi, só quando visionar a consola em acção é que lhes dou crédito, até lá é mero paleio, e ainda por cima vindo de quem vem, que muda de filosofia ao sabor do vento, ainda me lembro quando se aperceberam que a XO seria menos capaz que a PS4, vieram com a treta da cloud, quando isso não pegou, o foco virou para a experiência, o importante era a experiência de jogo independentemente da resolução, o que é verdade.
        Agora com a Scorpio o foco volta a estar nas specs, a experiência ficou lá atrás, e andamos nisto… para o ano sai a Scorpio, no ano seguinte sai a PS4 Ultra a dar um bigode à Scorpio com o Fernando jurar a pés juntos que a prata vale mais que o ouro e no ano seguinte o ouro já volta a valer mais que a prata porque sai a Snake ou uma treta qualquer…

        • Na verdade, eu prefiro os jogos e não as especificações, tanto que eu não pretendo comprar nem Pro nem Scorpio, a não ser que entremos no ritmo de promoções por baixa venda. Eu acho que o One e o PS4 devem dar pra mais uns 2 anos tranquilamente, mas após 2018, já não sei. EU digo desde 2013 que se o jogo tiver qualidade gráfica decente, não importo nem se for 720p, não é agora que isso muda. Por mim, se decretarem amanhã que não passam mais de 720p no Xbox One para não limitar o Scorpio, não muda nada na minha forma de ver, e continuo aconselhando a todos que ainda não tem o PS4, aproveitarem a queima de estoque do modelo antigo para fazerem bons negócios.

      • Claro que li Mário, leio todos os teus artigo, e tal como disse, não vale a pena, isto da tecnologia é mesmo assim, desfruta o dia agora porque logo é de noite e já não vês nada, mas depois nasce um novo dia e vês tudo novamente, hoje estás na onda, amanhã na sombra e assim sucessivamente, a não ser que ele cresça nas árvores.

    • José, seu comentário mostra exatamente o que penso e para mim agora, eu vou continuar com meu ps4 normal até onde der e próxima geração se houver uma eu vou montar um bom pc.

      Eu já enchi o saco dessa novela, tanto por parte da sony como da micro e por meu lado a sony já perdeu um cliente em qualquer produto que ela lance só como forma de protesto meu e no fundo espero que essas 40 milhões de pessoas que compraram o primeiro modelo caiam na real e façam isso.

  25. Entendam 4K nesse console como algo compatível com essas TVs,e não tem enganação alguma pois os Desenvolvedores já estão dando entrevistas sobre as técnicas aplicadas,e Mark Cerny está esclarecendo….Quem tem que cobrar alguma coisa é o consumidor da MS se ela não entregar o que está prometendo.Ai sim a coisa vai ficar feia para o Marketing deles.

    Será que 6Tflops em um console é suficiente?Será que algo com menos de 50% de diferença entre os 4.2Tflops do PRO deve conseguir?

    Lembramos também que o PS4 PRO tem suas vantagens…nesse negócio nunca se tratou de quem realmente é mais poderoso,apesar de ser uma vantagem que pode atrair os mais entusiastas…O verdadeiro objetivo de todos aqui é criar base instalada para a venda de jogos e em consequencia disso atrair mais Desenvolvedoras…

    Nesse contexto o PS4 Pro está em vantagem.vai ter um ano a mais de mercado,e também pode ter a vantagem do preço e reduzi-lo ainda mais quando o Scorpion for lançado….Outra questão é,será que o Scorpion vai ser realmente muito mais poderoso que o Neo,ou não vai parecer um mero upgrade do mesmo ao ponto de o consumidor olhar toda essa diferença?porque um ano é muito tempo…..

    E como um colega de Forum levantou uma questão:”A Sony fez o negocio, que nem é tão poderoso, mas é barato e tem 1 ano de frente. Será que a MS ainda vai querer lançar o console ultra-poderoso, e deixar ele caro? ou Vai fazer ele poderoso e barato tomando prejuízo? Vai valer a pena tirar o console do abstrato quando o concorrente real nem é tudo isso?”

    O que vejo é que pela janela de lançamento com certeza o Scorpion tem a vantagem técnica,mas não é como o PS4 que tinha vantagens em tudo em relação ao Xone:era mais barato,tinha melhor HW e estava na mesma janela de lançamento.

    E como já foi divulgado,o Scorpion é uma reação ao PS4 PRO então a Sony saiu na frente,e ela nem sempre precisou do melhor HW por causa do seu ótimo suporte de jogos…se a MS também não entender isso,talvez a única vantagem do Scorpion seja a vantagem técnica,mas detalhe:ele está em uma outra janela de lançamento e não deverá concorrer com o PRO em preço já que esse tem a vantagem.

    “Base instalada” esse é o objetivo principal de todas elas….sem contar que o lançamento do PRO parece ter um timing mais acertado,e se daqui 3 anos surgir a nova geração com o PS5?e quanto tempo poderá durar o Scorpion no mercado?são muitas questões no ar.

    • No Beyond3D, um forum que sigo e participo, e onde a maior parte dos participantes são pessoas de elevada cultura e conhecimentos técnicos elevados, sendo que muitos estão ligados ao desenvolvimento ou à industria em geral, correu um questionário com a pergunta:
      Que diferença de performances te faria mudar de consola.
      A resposta vencedora foi.
      – Nenhuma. Irei manter a minha consola de preferencia indepedentemente de tal.
      Sem considerar que hajam ali fanboys, aceito perfeitamente que hajam consolas de preferencia, mas a minha diferença para eles é que eu não tenho tal coisa. Eu gosto é dos jogos, e eles estão em todas.
      Daí que para mim esta resposta não serve. Porque com consolas a sairem a este ritmo eu não pretendo muito manter-me em nenhuma e nesse caso prefiro apostar na plataforma que mais crescimento tem tido nos ultimos anos, o PC.
      Não nego que as specs da Scorpio me agradam. Mas terei de ver o preço, pois caso não seja verdadeiramente atractivo, com os jogos Xbox no PC, as futuras Xbox são as consolas que menos me atraem. Até porque posso largar as consolas, mas o PC nunca o farei.
      Pelo lado da Microsoft isso não os prejudica. O seu core business é o windows e usando-o para eles está tudo optimo.
      Mas pelo lado da Sony, estas atitudes não se compreendem.
      Isto é um mexer no mercado inédito. E pode sair daqui uma revolução muito boa, onde se ganham milhares ou milhões de novos adeptos, mas tambem pode ser ao contrário e perderem fans.
      O certo é que isto vai mexer. Se para cima ou para baixo… O futuro dirá.

    • Se o PS4Pro durar 3 anos e vier um PS5, o que impede o Scorpio de durar 3 anos também e em seguida vir um Xbox de nova geração. Se o PS5 seria um console de 2019 com melhores especificações que o Scorpio, o Xbox Next seria um console de 2020 com melhores especificações que o PS5.
      Tem outra coisa que é impossível mensurar, o PS4 Pro vai vender bastante, mas para quantos donos de PS4 que estão apenas fazendo upgrade de console?

      Não tenha dúvidas que haverá um monte deles, e em muitos casos isso não significa aumentar a base instalada, pois o consumidor muitas vezes não vende o console antigo, ou faz coisas como reutilizar em cômodos diferentes da casa, deixar na casa de parente, na casa de praia…
      Minha namorada tem 3 Xbox 360 e só um é utilizado para jogar em casa…

      • Começou a surgir um desejo que a Sony comece a perder em vendas e que perca no mínimo até dezembro, para ver se sai um pouco da sombra.

        • Atrever-me-ia a dizer que a Sony vai (e face ao facto da Pro ser uma consola de meio da geração, diria que, infelizmente) dominar de forma clara as vendas até finais de 2017.
          A realidade é que atualmente os produtos Sony são mais atrativos que o da Microsoft. Ambas as ofertas são mais potentes e o que a Microsoft tem para oferecer a mais são situações relacionadas com multimédia e não com a consola em si.
          Agora não deixo de reconhecer que muitos irão ao engano nos 4K da One, julgando que faz o mesmo que a Pro.

  26. Só sei, que quando vier o PS5, se eu for comprar, irei esperar o PS5pro, não irei comprar a versão beta

Os comentarios estao fechados.