Nova versão do Windows 10 traz consigo um sistema anti batota.

Chama-se True Play. Pode ser desligado, mas os jogos podem recusar-se a funcionar sem ele!

A nova versão do windows 10 traz uma série de situações que não foram verdadeiramente divulgadas, e que são assim surpresas que estão a ser descobertas pelos utilizadores.

Uma delas é o TruePlay, um sistema que tenta ser eficaz onde todos os outros falharam, criar uma sentença de morte para as vantagens ilegais que alguns gamers possam ter a tentação de utilizar nos videojogos. Vulgo, batotas ou cheats!

O sistema só funciona em jogos que tem integração na Universal Windows Platform (UWP), um tipo de jogos vendidos em exclusividade pela Microsoft na sua Windows Store, e os jogos cobertos por este serviço “anti-batota” funcionarão paralelamente a um sistema de protecção que monitoriza o jogo para detectar comportamentos suspeitos. Detectado o cheat, a empresa criadora do jogo é alertada.

Como já foi referido o True Play é opcional, mas os estúdios podem limitar o acesso às componentes online dos jogadores que não a usem. E isto será um passo que certamente virá a ser dado como já aconteceu com outros sistemas anti batota do mercado!



Para todos os efeitos este sistema é algo semelhante ao Valve Anti Cheat da Steam lançado já em 2002.

 

 



Posts Relacionados

Readers Comments (47)

  1. Batotas, o que é isso?
    É que não tenho uma TV 4k, não percebo nada de jogos, mas se um “GAMER DE VERDADE”, mas só se tiver uma TV 4k, puder me explicar eu agradeço. 😢

    • Batotas são os machos das batatas… 🙂

      • Boas… Kkkk 😁 😁 😁 😁
        Mas e a TV 4k comprou?

        • Não comprei e nem sei quando comprarei.
          Sem o HDMI 2.1 não o vou fazer, pois 0 2.0 limita a resolução da cor com HDR.
          No outro dia falei disso ao um amigo meu… e ele disse “Bolas, nunca ouvi falar disso e nem nunca ouvi ninguém falar disso”, ao que eu só lhe respondi “Como diziam no Matrix… a ignorância é uma benção”.
          O engraçado destes supostos entendidos que para aí andam e que veem os pixels a 4K que nunca viram a 1080p, é que na realidade eles não viam nada a 1080p mas tambem continuam a não ver nada a 4K. Senão percebiam!
          Seja como for, falei à dias à minha esposa “Ah, mal saiam os primeiros televisores com HDMI 2.1, vou ponderar colocar aqui uma Tv 4k”, ao que ela me respondeu… “Mas estás maluco. Ainda não faz um ano que trocamos os televisores para uns melhores e maiores (1080p) e topo de gama e já queres trocar outra vez? Eu não percebo nada disto, mas a imagem excelente que tens não te chega? Justifica estar a gastar mais dinheiro?”
          E perante estes argumentos de alguém que não liga nada a isto, o que posso dizer? Realmente ela tem razão! Ninguem diz que 4K não seja superior, mas justifica entrar nesta loucura de trocar TVs, trocar consolas, trocar telemóveis…
          Desde essa altura fiquei a ponderar… porque realmente a imagem que já tenho é excelente!
          Daí que isto não seja uma questão de gostar de jogos ou não gostar. É uma questão de ser ponderado e não ser demente ou fanático em situações que no fundo acabam por ser supérfluas.
          Mas infelizmente, devido a isso… serei agora forçado a não perceber nada de videojogos.
          Tenho pena é de quem só tem uma Switch… ou uma Switch e uma DS… coitados… não percebem mesmo nada!

          • Entendo, é até factual, se tens TV 1080p topo, julgo serem até mais caras que as modelos de entrada 4k… A minha fez 4anos e mesmo com todo tipo de reclamações que que vejo Internet afora continua exatamente como no dia que tirei da caixa…

            Pena não entender nada de jogos, se essa belezinha tivesse um logo 4k estava feito na vida, afinal são pouco entendidos de jogos.

          • https://www.youtube.com/watch?time_continue=176&v=aD3kdUYxHZk
            Doom na Xbox one X vs Nintendo Switch
            A maior diferença que se nota é que o da X percebe de videojogos, o outro não percebe nadinha.

          • Doom ficou muito bonito no Switch, e deve ser bem legal jogar no modo portátil, com certeza o Switch será minha próxima aquisicão, e falando uma pessoa que não liga pra 4K e ao contrário do que o Spencer pensa, entende sim de games

          • Eu estava engatilhado já pra comprar a tv 4k, mas depois de tudo que li acabei mudando de idéia, agora vou aguardar por tempo indeterminado pois não vou comprar o One X e muito menos o Pro, com essa economia pude até comprar jogos com mais folga, ir no cinema com a baixinha, e estou só esperando chegar o NFS Payback e o AC Origins.

            Mas o melhor de tudo, apesar de ser um ignorante em jogos, afinal esses vinte e poucos anos jogando não contam nada mesmo, eu estou me divertindo bastante com o PS4 amador.

          • Eu cancelei o NFS payback.

            As análises falam de um jogo banal com muito “grind” (moer) à mistura. Eu detesto jogos assim!

          • Então estás no website certo… onde se discute a industria, mas acima de tudo o que se quer é que as pessoas estejam satisfeitas com o que tem e jogam.
            Achas que alguma vez os possuidores de uma GTX 1060 se sentiram inferiorizados por não terem a mesma resolução de um possuidor de uma GTX 1080?

          • Reinaldo

            Você precisa usar óculos.😎😉

          • Sim, percebi isso nos primeiros acessos hehehe.

            Quanto ao Payback eu estava bastante desconfiado, mas vendo agora os vídeos mais recentes, eu me animei, na verdade tô até meio empolgado, e resolvi arriscar, acho que pode ser divertido, mas caso der errado (espero que não!!!) eu te conto.

            PS: conheço gente que se diverte com PS2, PS3, 360 até hoje.

          • Depois diz qq coisa… porque se for bom ainda vou a tempo de o ir buscar!

          • Mario os comentários hoje estão contaminados pelas declarações do phil Spencer de que a X é para quem entende de jogos gosta de jogar com melhores resoluções e têm uma TV 4K, ele estava obviamente a referir-se ao público alvo da X que não é um público generalista, aliás que além de ser o alvo da X também é o alvo da PRO, mas na boca do Tio Phil tornou proporções épicas em que muitos enfiaram a carapuça, pelos vistos consideram-se jogadores casuais e ficaram ofendidos por o Phil dizer que a X não é para eles…enfim

          • Oras aqui temos um entendedor de jogos, desculpe a nossa ignorância @Vitor, és um verdadeiro gamer hardcore, afinal tens a Xbox One X e a TV 4k…

            Mais uma vez perdoe nossa ignorância. Não percebo nada de jogos…. Não estou na mesma liga que tu. Nem tenho tanto dinheiro…

            No mais, bons gráficos para ti. Ops bons jogos…

          • Joguei o novo Need pelo EA Acess e, apesar de eu não entender de games segundo o Spencer, achei o game bem ruinzinho, bem enjoativo, e olha que nem joguei muito, na minha opinião é mais um fracasso da série Need, infelizmente

          • Pois é!

            Quando aquele CEO da Sony falou todas aquelas asneiras sobre jogos velhos que ninguém queria saber deles, sendo que o mesmo estava em um evento de Gran Turismo comemorando a história do jogo; isso vindo da empresa que mais lança remaster é no mínimo irônico; quando o mesmo falou sobre os jogos indie, sobre as criancinhas, etc…
            Ninguém falou nada!!!
            Porque será!!!

          • Não… curioso é a Microsoft ter segurado o exclusivo de Player Unknown Battlegrounds, um jogo… Indie! Afinal interessam ou não?
            Quanto às criancinhas não volto a falar do assunto. A Microsoft teve pedófilos na rede e um funcionário da Microsoft foi preso por pedofilia. Já mostrei os links em outro comentário.
            Se não sabes… não fales. Mas não podes acusar desta forma se não estás informado.
            Quantos aos remasters, é um pouco vergonhoso falar deles. A Sony é a empresa que mais exclusivos lança, e os Remasters não tem afectado essa saida. Comparativamente ao que a Microsoft apresenta atualmente, contabilizes remasters ou não, a diferença será sempre esmagadora.
            Depois só os compra quem quer, e os utilizadores Sony não se tem queixado deles. São os da Xbox que falam por eles.

          • @Vitor só algumas perguntas:

            Quando você comprou o One(1° modelo) você queria jogar com os melhores gráficos, resoluções e performance da nova geração do Xbox mesmo sendo casual não é?

            Mas a MS depois que viu que a One estava a ficar na pior
            resolve lançar um modelo intermediário melhor e 1 ano depois um outro muito melhor, como você fica nessa situação? Tendo apoiado uma geração de início, conhecendo as specs do aparelho em 2013 e depois é passado para trás? Em 2013 você era considerado um “entendedor de games” e tinha a melhor máquina, e agora, não é mais? Todo aquele conhecimento que teve ao decidir comprar um One ficou por lá?

            Depois de completo esse ciclo de consoles mid-gen realizado pelas 3 marcas(Nintendo, Sony e MS) não me atrevo a pegar um console de nova geração no seu ano de lançamento. A atitude que estas empresas pensam que é bom para agora pode ser prejudicial no futuro.

          • Lívio,

            Não é a primeira vez que falo isso, mas você deve estar me confundindo com outra pessoa.

            Nunca peguei um console no ano de lançamento.

            Quanto a ser enganado, quem pegou um PS4 no lançamento também foi enganado, lançaram um slim e a Sony foi a empresa que inaugurou os consoles de meio de geração.

            Só olham para um lado como se também não estivesse ocorrendo o mesmo do outro.

          • Igor, tu arranjas sempre argumentos, mas não analisas as coisas. Só queres é dar razão ao lado que defendes.
            A Slim tem as mesmas especificações da PS4. Aliás até tem menos porque foi retirada a saída audio óptica.
            A S é mais rápida, tem leitor de BD 4K, suporte 4K e re-escalamento a 4K. A One original não tem nada disso.
            Queres comparar?
            Quem inaugurou as consolas de meio de geração foi efectivamente a Sony. Mas os primeiros rumores da Scorpio apareceram em outubro de 2015, os da Pro apenas apareceram em março de 2016.
            Daí que não vamos acusar a Sony de ter lançado primeiro, porque o relevante não é isso, mas sim saber quem pensou nestas consolas primeiro. E isso não sabes! Ou acreditas que a Microsoft estava a desenvolver a consola mas não a pretendia lançar, e estava a gastar dinheiro por gastar?
            Daí que mais uma vez refiro. Não acuses sem saber, ou pelo menos sem referir a realidade toda.

            Mas mediante a desinformação de cima tenho de dizer:
            Os teus diálogos são maioritariamente sem informação completa. Disparas a torto e a direito, e as pessoas que lêem este site e sabem essas coisas porque estão informadas, respondem-te da mesma forma. Isso está a criar um mau estar que não posso tolerar. Não vou tolerar! O site e a discussão sadia é mais importante para mim do que o tráfego. Faço o website para quem quer, não para ser mais um sítio onde anda tudo à turra e ao malho nos comentários. Nunca me preocupei com receitas ou lucros. Aqui só há paixão pelos jogos e consolas, criticando-se o que se acha mal e elogiando-se o que se acha bem.
            Por isso solicito te informes mais antes de continuares neste tipo de diálogo e que quando tiveres algo a dizer seja algo baseado em dados, aceitando as respostas de outros com iguais dados como tão fundamentadas e válidas como as tuas e sem tentar espicaçar mais. Só assim há diálogo e respeito mútuo.
            A página é minha e quero qualidade na conversa. E tu não a estás a trazer. Muito pelo contrário. A desinformação e quantidade de dados que aqui trazes, deturpados ou com informação incompleta e uma visão de fanboy são enormes. É sim, desculpa mas és. Nunca desde que estás aqui disseste uma palavra que fosse que não defendesse o mesmo lado, e quando questionado directamente sobre certos assuntos mais polémicos da Microsoft, simplesmente não respondeste.
            Já te dei uma oportunidade de participares aqui de forma construtiva. Mas não o fazes! É continuas no mesmo tom.
            Por favor tenta entrar na conversa de forma construtiva, dando a tua opinião sobre aquilo que aqui se discute. Mas sem tentares subverter as coisas a favor da cor que defendes e sim defendendo a posição de gamer que acredito que és.
            Caso as conversas que existem entre ti e outros continuem assim, terei de tomar providências. É que todas as pegas que têm existido aqui estão com um denominador comum… Tu!
            Estou a mandar esta mensagem porque quero que te mantenhas aqui. És tão livre de fazer isso como qualquer outro. Mas com mensagens como esta última, onde não há uma única ponta de verdade no que dizes, isso não. Isso é só para acicatar e criar polémica.
            É desculpa se estou a ser directo. Estou a ser educado e a fazer um pedido, mas não sei como te dizer as coisas sem tocar nos pontos.

          • Mário,

            Você não entendeu, o CEO da Sony não elogiou os jogos indies, ele disse que os mesmos não tinham mais relevância.

            Na PSN também ouve casos parecidos, alguns usuários postaram fotos de seus órgãos genitais, esse tipo de comportamento não é exclusivo da Live ou de qualquer outra rede.

            O curioso é que a Nintendo sim sempre foi a empresa de jogos mais voltada para o público infantil e nem por isso ela veio com essa desculpa esfarrapada da sony e aceitou o cross play.

            Do mesmo modo que você diz que ninguém é obrigado a comprar remasters também o mesmo deveria valer ao falar do Xbox One X ou qualquer outro console ou jogo de qualquer empresa.

            No Xbox One se você tem um jogo do Xbox 360 ou até mesmo do primeiro Xbox e o mesmo entrou na retro você não gasta nem um centavo, não é preciso comprar o mesmo jogo inúmeras vezes como ocorre no PS4.

            E porque quando usuários do Xbox não se queixam é ruim e quando usuários do PS fazem o mesmo é bom.

          • Um bom comentário.
            O CEO da Sony o que quis dizer é que neste momento há tanto jogo AAA exclusivo para apresentar que a relevância em se preencher o espaço com Índies deixou de existir. Os Índies vendem, por norma, menos que o resto, e apesar da sua importância, eles são e serão sempre, salvo exceções, secundários.

            Os comportamentos dos utilizadores é uma realidade. Maus utilizadores há em todos os lados.
            Mas um utilizador não é um funcionário, e depois há outro fator.
            Se tu tens uma pastelaria que sobrevive do pão que vende vais deixar alguém externo e que não precisa de ti para nada ter controlo sobre o teu processo produtivo?
            Não, claro que não. Isso seria um erro. E aqui é igual! Os utilizadores são Sony e será à Sony que pedirão satisfações. Isto é um caso sério que pode criar uma imagem danosa a uma empresa. Deixar isso nas mãos de terceiros seria um erro!
            Seja como for, apesar de a Sony ter razão aqui, sabemos que essa desculpa encobre a real razão.
            Uma razão muito válida, mas que fica mal dar-se. O facto que a empresa quer vender e isso prejudicaria as vendas pois o factor “a consola que o amigo tem para jogar online”, deixaria de contar.
            É um fator válido a nível empresarial, mas que na comunidade gamer seria usado como arma de arremesso acusando a Sony de que o “for the players” era uma treta.

            Quanto às questão dos remasters, ninguém é obrigado a comprar. Mas é preciso que eles não sejam a única coisa oferecida e nem sejam uma percentagem significativa dos lançamentos.
            Seja como for aqui ninguém falou nada sobre remasters seja em que plataforma for, tu é que vieste com esse assunto a acusar a Sony de não lançar mais nada.

            Para finalizar: A retro-compatibilidade é uma coisa boa. Mas como viste, foi preciso a X para veres reais diferenças nos jogos 360. Os jogos 360 a correr na One são pouco diferentes do original.
            Nesse aspecto, não tendo a possibilidade técnica de ter retro-compatibilidade, os remasters não só são o possível, como oferecem várias melhorias face aos originais.
            Não há que críticar nem os remasters nem a retro-compatibilidade. Apenas aceitar que há ali duas realidades diferentes que definem dois produtos diferentes.

          • Mário,

            Posso estar errado, mas ninguém discute sozinho.

            Reconheço que as vezes me excedo e me deixo levar pelas provocações, mas nunca cheguei nem perto do comportamento de um usuário que em outro post partiu para ofensas pessoais e nem por isso o mesmo foi repreendido com essa veemência.

            Só peço que olhe os dois lados.

            Da minha parte pretendo me controlar.

            Peço desculpas!

          • Se há coisa que já percebi Igor, é que tens bom coração. E é por isso que tento falar contigo.
            Pela minha parte só quero que este mercado continue sadio, que continuemos a falar aqui de consolas por muitos anos! São a nossa paixão.
            Se eu critico é porque acho que está mal! Mas não que seja do outro lado.
            O caso da X é flagrante. Eu acho a consola uma proeza tecnológica. Se ela fosse nova geração nem sei se criticaria a One só ter durado 4 anos. Houve gerações com 5 e a tecnologia avança mais rápido agora.
            Mas não é. É vendida como uma One e isso faz-me muita confusão. Porque olho e vejo mais diferenças entre ela e a One do que alguma vez vi entre a 360 e a One.
            O que escrevo é na perspectiva de alguém preocupado com a forma como o mercado pode reagir com esta situação inédita. Um receio de se criarem maus vícios que destruam aquilo que tanto gostamos.
            Espero que compreendas isso!

          • Mário,

            Concordo totalmente.

          • @Igor só uma notificação, minha resposta foi para o Vitor, nem te mencionei lá.

            2 correções:
            1ª PS4 Slim é a mesma coisa que o PS4 fat sem tirar nem por, ôpa minto tiraram a saída óptica do Slim! Diferente do XO fat do XOS cujo slim tem HDR, performance um pouco melhor e upscaling 4K. Quem comprou o One fat já ficou prejudicado quando o Slim saiu.

            2º Quem inventou essa estória de meia geração foi a Nintendo anos atrás com o new 3DS e ela fez a mesma promessa que as outras: “Não haverá jogos exclusivos”, entretanto o new 3DS possui sim um jogo que não roda no modelo mais antigo.

          • Lívio,

            Foi mal!

            Me confundi.

            😕

  2. @ Vitor, eu tô levando na brincadeira, o que o Phil Spencer fala ou Kazuo Hirai pra mim não tem muito peso pois os caras são testas de ferro de empresa, quero ver mesmo é na hora do “vamos ver” o produto no mercado e como se sai.
    Don Mattrick por exemplo falou um monte de coisa…

    • (user Eurogamer PT)

      Mr Gamer

      “…Aqui ninguém está a descontextualizar as palavras dele, o que ele disse é muito claro, isto são tipos que são experientes em dar entrevistas e em passar a mensagem que querem de forma subtil, ele pode muito bem dizer que existem dois modelos para necessidades diferentes mas na realidade ele quer é passar a mensagem de que, se quiseres podes entrar para a familia de forma casual com uma XO S ou podes ser exigente e querer uma XOX, isto psicologicamente cava um fosso na comunidade, porque uns são vistos como clientes de primeira e outros de segunda categoria, e quem tem carteira para isso é beneficiado, quem tem uma XO normal deixa de por exemplo, tem publicidade ás versões dos seus jogos como já acontece na PS4, onde o nome indica tudo, Pro, como se eu que tenho uma PS4 Fat fosse amador.

      Eles podem não dizer preto no branco, embora o Phil praticamente o diga, mas a mensagem é essa, Pro’s e a consola Porn da Microsoft (XXX) são para os entendidos, para os conhecedores, os hardcore, os que percebem disto, quando na realidade não têm dois dedos de testa sequer…”

      • Não mudo uma única virgula.

        • Olha o que é dito quando comparam os 4K reconstruidos da Xbox One X em Cod WWII com os mesmos reconstruidos na Ps4.

          “Even if we compare the lowest point of the resolution, the PS4 Pro version can hit 960×2160 on the low end and 2640×2160 on the high-end of the resolution, compared to the Xbox One X, which has a resolution ranging from 1920×2160 to 3840×2160, and it is already a massive leap while maintaining a steady frame rate.

          That’s quite a massive difference.”

          “You got to wonder do any of these PS people here even play games on there consoles.

          They never commented on the massive resolution short comings of COD WW2, the 1260p of The Evil Within, or the 2% 4K scaling success rate of Diablo 3 on their Pro. They pretend those games with inferior performances don’t exist on their console. 😂

          And they are happy to bash 1800p of the Evil Within, the massive resolution advantage of COD WW2, and the 99% 4K scaling success rate of Diablo 3 on the other console…”but but..it is still not true 4K,, I don’t care about the version that I can play”

          Anda tudo obcecado… e maluco,
          Tudo o que vejo agora é comparar X a Pro… e não se compara X a Pro, PS4 Pro a PS4 e X a One.
          Ou seja, ver não só como os mercados competem entre si, mas igualmente como se fragmentam internamente.

          Porque olha o que o artigo de onde tirei os comentários diz, mas que ninguem refere:

          ” The difference between the PS4 Pro and Xbox One is already big enough, but if we go with the Xbox One comparison, it is like a generation difference for users. . . ”

          Uma geração de diferença entre a One e a X.
          Pá eu sou cliente One… não estou contente com isto. E isto, pelo menos para mim, vai ter repercussões nas minhas compras futuras.
          Até o Livio já disse o mesmo! E ele compra tudo tambem!
          Ter uma geração de diferença e virem-nos dizer que é a mesma consola… desculpem-me, é chamarem-me de estúpido. E isso eu não admito de ninguem!
          Isto são consolas… C O N S O L A S… não são PCs… não as tratem como PCs.
          É que ver publicidade a jogos na Pro ou na PS4 é, mais coisa, menos coisa, idêntico. As consolas não possuem tantas diferenças assim, e por norma a resolução real da Pro não sobe mais do que 77% face à Ps4, mantendo texturas.
          Já na Xbox, como é que eu vou ver uma publicidade? O que vou ver não é o mesmo da minha consola. Não tenho HDR, não tenho texturas HD, e em alguns casos tenho uma diferença de 550% de resolução…
          Só me posso sentir enganado…

          • Sério 550%?
            Se já comemoram 45%, imagina 550%, nem a One original vs a PS2 viu uma diferença destas..

          • Deixa só ver se não me enganei…
            Caso do Sonic
            1800p – 3200*1800
            720p – 1280*720
            3200*1800/1280/720=6,25
            Enganei-me! É 525% e não 550.
            Da 360 para a One passaste de 720p para muitos jogos em 720p, mas máximo passaste de 720p para 1080p e isso são 125%.

  3. Sendo ou não entendedores de jogos, eis mais alguns exemplos de como estão no Xbox One X.

    http://www.eurogamer.pt/articles/digitalfoundry-2017-halo-5-na-xbox-one-x-foi-feito-para-ser-jogado-assim

    Olha só que coisa, Destiny 2 será 4K no Xbox One X.

    http://www.eurogamer.pt/articles/2017-11-10-destiny-2-vai-correr-a-4k-na-xbox-one

    • Igor, é óbvio que os jogos vão e estão a ficar lindos no One X, é um console poderoso, é um baita de um videogame, o que se discute aqui e o que voce não entende é o baita abismo entre o X e o S, é um negócio inadmissivel o novo jogo do Sonic vir a 720p no One base, tá mais que claro que de agora em diante os jogos pro S virão de qualquer jeito, voltamos pra 2013, é isso que não podemos admitir, agora ninguém discute da potencia do X, ele é uma maravilha

      • Claro Fernando… a X é fantástica. Não está em causa a consola. Está em causa é o que ela faz ao mercado Xbox… ter uma diferença de 450% de resolução mais texturas não existiu nem na passagem da 360 para a One.
        Dizer que isto é a mesma geração e enganar a base de clientes dizendo que é a mesma consola? Só se for para os programadores que usam o mesmo código, porque para o resto a 360 era mais próxima da One do que a X é.

  4. Boa tarde!
    Sabe o mais engraçado que o único que vejo aqui a falar dos aspectos técnicos do novo console é o Mario
    De resto acredito que como não possuem argumentos mais adequados para levar esta guerra idiota aos termos de resoluções parte para balelas de ficar pegando um texto e inventando pretextos.
    Fala maturidade Mario de alguns usuários passa do limite da idiotice, preferencias pessoais é nítido em alguns usuários aqui que ao invés de se divertirem querem continuar uma briga a qual se iniciou deste 2013 com esta nova geração.
    Deve ser difícil para alguns entenderem interpretações de texto e já partem para argumentos típicos dor de cotovelo por conta que o seu brinquedo não é tao melhor quanto do vizinho.
    Assim como a ps4pro a Xbox x faz parte da mesma geração apenas entregando para aqueles usuários que buscam por um patamar de gráficos mais apurados, eu particularmente noa concordo mais não estou a parecer um papagaio repetindo e nem desfilando ódio e chatice por msg a todo custo.
    Mario comunidade esta realmente muito toxica espero que os fatores técnicos sejam mais discutidos do que preferencias de usuários que nitidamente estão a contaminar demais os comentários.

    • Até concordaria com o que disse, mas há ao menos umas perguntas que gostaria de te fazer:

      1: “…acredito que como não possuem argumentos mais adequados para levar está guerra idiota de termos de resoluções…”

      Ok vamos aos méritos, na Xbox One X tens 1800p em um jogo, e 1440p na PS4 PRO… E uma carrada sem tamanho, ninguém vai discutir isto.. Tens 1080p na PS4 Vanilla a PS4 PRO não lhe diz nada só faz 1440p….
      Aí tens 720p na Xbox Vanilla e 1800p na XXX…. E aqui a não ser o Mário ninguém diz nada… Parece uma situação normal para quem tanto defende o Xbox, da mídia tendênciosa, comparativos comprados e olha lá ninguém defende a One Vanilla?

      “…A PS4 PRO é a Xbox One X faz parte da mesma geração…” ?

      A sério que as mesmas pessoas que vem uma diferença absurda entre a PS4 PRO e a XXX como algo da noite para o dia e a chamam de monstro estão tão satisfeitas em saber que a “Xbox One X está em outra liga” que esqueceram de olhar para os seus 720p…

      Ainda quando discutiamos em 2013 a paridade entre a One e a PS4, havia os movie engines, o processador de áudio em separado e o segundo GPU etc… Depois foi o overclock na CPU e agora vai… Depois tiram se as reservas do kinect é agora vai haver paridade… Depois o direct XII e a nuvem e agora, agora vai … Sabes onde ficou tudo isto nos 720p vs os 1800p…
      Ou melhor agora “temos” a melhor versão de todos os jogos… O “temos” esta entre aspas porque advinhe lá tu vais comprar uma X, ou o Igor ou mesmo o Mário… Mas ao invés de doerem pelos 720p o que importa é que “temos” a melhor versão de todos os jogos…

      Agora seja sincera a quem achas que falta mais maturidade? A comunidade que esperou toda uma geração uma paridade que nunca existiu (aspectos técnicos) Ou a comunidade que vai aderir ao novo brinquedo para poder dizer o “meu é melhor que o seu”?

      Lembrando mais uma vez que pediste argumentos técnicos.

    • Exatamemte, se tem “imaturidade”, ela vem de todos os lados.

      Por mais que alguns se considerem melhores, mais entendedores e netros que os outros

      De fato só há uma excessão, o dono do site.

  5. Nunca liguei para o one ter menor poder de fogo do que o ps4, até pq em todas outras gerações, o que tinha o menor poder de fogo foi o que levava a geração, pois coincidentemente tinha algum atrativo a mais que causava interesse no consumidor. Olhe a quantidade de jogos do PS2 perante seus concorrentes na época, posteriormente olhe o que o Wii trouxe de inovação para a indústria em questão. Com o ps4 as coisas mudaram um pouco, pois de fato é o primeiro console com maior poder que domina a geração, porém vamos ser coerentes, ele jamais dominou por poder por mais que os fãs discutiam gráficos, sendo que essas discussões sempre existiram. Ele lidera por conta do legado dos aparelhos anteriores, ainda mais no diferencial dos seus belos exclusivos, por a mensagem da Sony com ele ser mais direta e sincera, porém vem uma turma e começa a gritar para os 4 cantos do mundo que o problema do Xbox one era simplesmente por ter poder menor e que colocando um console ultra Power resolveria ou resolverá o problema. Será msm que o Xbox one está com a metade da base do seu concorrente por conta do poder do ps4? Como então explicam as vendas do switch, nem perante ao ps4, mas perante o próprio Xbox one. Reflitam, jovens…

  6. @Mário sei que este meu comentário é off-topic mas acho interessante comentar. Um assunto que você vem abordando ultimamente e concordo por também ser dono de um One fat, que é o fato de se preocuparem com a diferença entre o X e o Pro e muitos desses sendo donos de um One fat ou Slim não se preocupam com a diferença entre X e One.

    Pois bem estava há pouco tempo atrás de um vídeo com a data e horário da conferencia da PS Experience 2017(no Brasil vai ser às 2 da madrugada) e quando olho para os vídeos recomendados eis que vejo o vídeo de um canal Pró Xbox(não é XMG) em que parte do título diz:

    “Acordos para capar jogos no Xbox One X e ninguém falando sobre isso”

    Pô é sério? O cara que de certa forma influencia algumas pessoas ao invés de defender aqueles que apoiaram os 2 primeiros modelos prefere defender um aparelho que nem sei se ele vai comprar.

    Enquanto ele fica incomodado porque alguns jogos saíram melhor no Pro os modelos básicos do One voltaram a situação de 2013 e também não há ninguém falando sobre isso.

    • OFF² – Coloquem mais um 180° na conta da MS

      Título: A Xbox One X não é apenas para os hardcore.
      Subtítulo: A Microsoft diz que é para todos.

      Fonte: Eurogamer PT

      Phil diz uma coisa, Penello fala outra!

      E a mais nova, quem compra um TV 4K e o XOX(é claro) está pronto para o futuro. O One slim então não está?

Deixe um comentario

O seu e-mail nao sera publicado.


*