Novas consolas em 2019 ou 2020? Eis os últimos rumores!

A discussão sobre a data em que será lançada a nova geração de consolas continua acesa, sendo que há argumentos para ambos os lados!

A discussão sobre o lançamento de novas consolas, neste caso a apontada é a PS5, em 2019 ou 2020 continua acesa. Ambos os lados possuem bons argumentos, e como tal torna-se difícil saber qual dos dois terá mais razão. Eis aqui o que se tem falado!

A tendência actual é a de se argumentar que o lançamento da PS5 será em finais de 2020. O argumento mais usado é que até ao momento não existiram ainda fugas de informação suficientes para que o lançamento seja provável em finais de 2019. No caso do fórum Resetera tal toma maiores proporções pois um dos moderadores vem agora referir que acredita que algo se passou e que a Sony, apesar de ter como data prevista 2019, terá adiado o lançamento. Aliás este moderador, identificado como Benji, está-se a revelar um troca tintas e até tentou negar que alguma vez referiu 2019, sendo que quando confrontado pelos,utilizadores do fórum com as suas declarações anteriores, referiu que não voltaria a postar nada sobre o assunto. Já o outro, Matt, mantêm que a informação que possui é 2019, não voltando a escrever sobre o assunto, criando aqui uma incongruência na informação vinda do fórum que, pelas suas regras de funcionamento, deveria ser minimamente credível.

Esta situação decepcionou-me! Estes senhores, vindos do Neogaf e criadores do Resetera, que supostamente possui as mesmas regras do Neogaf, deveriam acima de tudo garantir a exactidão da informação. E apesar de estes senhores terem direito a uma opinião, como qualquer um, as regras do fórum são de que informações dadas como credíveis, e que se revelam falsas, terão como consequência a expulsão do utilizador. E isso quer dizer que os moderadores deveriam, a pronunciar-se, estar absolutamente seguros do que dizem, um vez que mesmo que não sejam pessoas com informações previligiadas, e estejam apenas a referiu uma opinião, pela posição que ocupam, as pessoas não olham para eles assim. Afinal estamos a falar de um dos  maiores fóruns de videojogos do mundo sendo que, devido a essas regras, o Neogaf foi, no início da atual geração preciosa fonte de informação, esperando-se por isso algo igual do Resetera,

E a credibilidade da informação parecia acontecer quando dois moderadores afirmavam a mesma coisa. Mas agora, quando um não alterou o que referiu anteriormente, apontando a data de lançamento para 2019, e o outro vem referir que, devido a problemas, a data foi adiada para 2020, cria-se aqui uma disparidade que tira toda e qualquer credibilidade que existia pela informação conjunta pois não podem estar ambos correctos. E Mesmo que um dia ambos acertem novamente agulhas, esta situação, mesmo que sem intenção, retira não só a credibilidade aos moderadores, como ao próprio forúm. Nesse sentido o Neogaf tem-se abstido de tomar posições sobre este assunto, revelando-se assim muito mais credível para qualquer informação que lá venha a surgir!



O que aparentemente levou o moderador Benji a mudar de opinião foi um post de um utilizador do Resetera, que terá dado credenciais aos moderadores que o tornariam potencialmente credível, e no qual referiu que a Sony alterou a data para 2020 por questões de software.

Segundo o agora referido por estes dois senhores, a Sony planeava lançar a PS5 sem qualquer retro compatibilidade, mas vendo que tal seria um erro, está agora a implementar a mesma, o que está a atrasar o lançamento para 2020.

A realidade é que apesar de não estarmos em situação de podermos confirmar ou desmentir estes senhores, esta afirmação parece-nos no entanto um pouco ridícula e pouco credível, por várias razões!

Torna-se dificil de acreditar que, tendo a Sony patentado várias tecnologias relacionadas com a retro-compatibilidade (aqui e aqui, por exemplo), a situação não tenha sido pensada para ser implementada, tendo agora de ser atrasada por problemas com o software. Afinal se a decisão original da Sony foi implementar a retro-compatibilidade em hardware, ela terá sido pensada antecipadamente, mas se não foi, vai atrasar o lançamento e comprometer a vantagem temporal que 2019 lhe podia dar devido a isso? Não seria mais fácil dedicar mais recursos à equipa que trata do software quando faltaria mais de um ano para o lançamento, do que pensar desde já em adiar?

Mais ainda, se a data inicial foi prevista para 2019, o hardware da consola foi definido e bloqueado para essa data, podendo em caso de adiamento, no máximo receber melhorias pontuais e acima de tudo na velocidade de relógio. Mas isso significa a já referida perda de de timming crítico. Tal seria dar uma vantagem de mão beijada ao oponente que acabaria por lançar ao mesmo tempo, com um hardware superior, cujas especificações foram fechadas à posteriori.

Basicamente o problema destas afirmações não é exactamente a referência ao ano 2020 só por si, mas sim o terem como base que 2019 era efectivamente a data original, e que a situação foi alterada. E sabendo-se, historicamente, que o hardware é definido e mesmo concebido com vários anos de antecedência, não nos quer parecer que adiar um ano possa vir a ter como consequência alterações que se considerem radicais no mesmo. Se efectivamente, como se refere, a Sony apostou no Navi, e tendo a AMD a Arcturus para 2020, a Sony iria deitar fora milhões em investimento no desenvolvimento do Navi quando o que é desenvolvido após ele nem sequer é para a mesma arquitectura? Este atraso não se consegue visualizar de forma alguma como benéfico, mas sim prejudicial, não só a nível tecnológico, mas igualmente de timming.



E quando o motivo é o referido, meras questões de software, muito menos, especialmente por se saber que a questão da retro compatibilidade, mesmo que não exista no lançamento, caso seja implementada por software, pode ser algo não presente no lançamento, mas algo que é dado como uma garantia de que existirá nos próximos meses. Até porque a retro compatibilidade com a PS4 será certamente bem mais simples do que a com a PS3, e pelo menos essa em 2019 deverá estar pronta.

Seja como for, mesmo podendo desagradar alguns clientes por a retro compatibilidade não estar no lançamento, adiar algo que estava previsto para acontecer, com o hardware bloqueado e definido, parece-nos um tiro no pé de proporções épicas. E por isso, não desacreditando 2020, não cremos neste argumento.

Mas o argumento não é único. Há um outro que tem vindo a ser usado por ambos estes senhores, o moderador e o tal utilizador terceiro, para dar credibilidade a 2020: A atual ausência de rumores e informações sobre a consola e a divulgação dos Devkits, estando o tempo a passar. É realmente um argumento de peso, mas que não ganha a força necessária quando olhamos para o que existiu no passado.

Como sabemos, ainda no primeiro quarto deste ano, mais especificamente em Abril, foi dado a conhecer um rumor que referia que os primeiros devkits da PS5 tinham sido distribuídos.  Ora olhando para a PS4, os primeiros devkits, que não eram mais do que PCs com um hardware com firmware alterado e a correr o Orbis OS, e uma Radeon 10xx, foram entregues em Julho de 2012.

Isso quer dizer que o rumor sobre devkits de Abril de 2018 cai no mesmíssimo espaço temporal que o dos primeiros Devkits da PS4. E esses devkits, tal como antes, não precisariam de ser mais do que meros PCs com hardware já existente no mercado e ligeiramente alterados.

Quanto à questão da falta de mais rumores e informações sobre Devkits da PS5, recorde-se que no caso da PS4, os devkits finais, que incluíam já um hardware, em versão preliminar, e parecido com o final da consola, foram entregues apenas em Janeiro de 2013. Ou seja, pouco mais de 8 meses antes do lançamento da consola!

Isso quer dizer que, para um eventual lançamento em 2019, os Devkits melhorados e entregues em quantidade a diversos produtores, não teria ainda de existir, pois ao manter a mesma janela temporal, só em Janeiro de 2019 é que eles precisariam de ser entregues.



Este historial da PS4 pode ser confirmado aqui.

A realidade é que, com ou sem devkits, nada é impeditivo de os criadores avançarem com produções de nova geração. Sendo o sistema X86, basta que apontem acima das atuais especificações, que o seu software depois poderá ser adaptado para correr no que vier a sair. Nada mais simples!

Por esses motivos, o que nos quer parecer é que esta falta de novos rumores nada aparenta ter de anormal! Pura e simplesmente porque olhando para o passado o que vemos é que ainda não é altura deles aparecerem.

Note-se com isto que não se pretende estar aqui a dar qualquer credibilidade a 2019 sobre 2020, mas apenas a re-afirmar que na realidade não houve nada que alterasse o quadro anterior, excepto pessoas ansiosas que não vendo nada a surgir, mudam de ideia. No entanto algo que é consensual nas discussões sobre este assunto, é que as atitudes da Sony apontam efectivamente que 2019 poderá ser uma data viável, e que são apenas factores externos relacionados acima de tudo com falta de informações que levam a que se aponte para 2020.

2019 ou 2020 são ambos hipótese, sendo que não há neste momento dados concretos para se saber qual dos dois será a data escolhida. O que se sabe é que neste momento ambas as possibilidade estão em aberto e com igual possibilidade.

Mas a fazer-se fé em um outro rumor, dentro de algumas semanas devemos ter uma entrada de novos rumores em força, sobre a data final, pois este afirmam que os devkits estão por esta altura preste a ser distribuídos, o que a ser verdade, levará certamente a novos dados em breve. Curiosamente a PS4 teve a segunda versão dos devkits entregue tambem por esta altura, o que implica que se esta distribuição existir, o rumor de 2019 ganha força.

Vamos aguardar para ver que dados palpáveis surgem. Da nossa parte vemos o ano fiscal de 2020 como data máxima, mas, pelos dados que há, continuamos a não pôr de parte um lançamento no ano fiscal de 2019 (até inicio de Abril de 2020).



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

Eu apostava em 2019 para a saída…mas existem muitos motivos para um adiamento…mudança de hardware, mudança de filosofia de funcionamento (a Sony pode ter mudado de ideias e querer lançar uma consola mais virada para a nuvem…muita coisa pode estar a acontecer nos bastidores

José Galvão
Visitante
José Galvão

Eu só acredito numa PS5 em 2019 caso a Sony lance Ghost of Tsushima, Death Stranding, TLOU2, Nioh 2, etc. até meados de Agosto de 2019, o que não me parece, seria uma autêntica canibalização de si própria.

Acredito que enquanto as luzes da ribalta estiverem na PS4, a Sony continue a aprimorar a PS5, e já que se fala de historial, porque não recordar o que saiu na PS3 antes do lançamento da PS4.

bruno
Visitante
bruno

@Galvao Exatamente.

Carlos Zidane
Visitante
Rafael
Visitante
Rafael

Entendo que é totalmente possível o lançamento do PS5 em 2019, visto que mantendo compatibilidade com a PS4 e sistema baseado em x86, não é preciso muito tempo antecipado para entrega dos devkits. Porém acredito que 2020 seja mais viável, seja pela redução de custo do novo hardware, pela necessidade de mostrar algo bem melhor do que existe no PS4 pro e Xbox X e tendo sido estes lançados a pouco tempo, e até mesmo pela altura de lançamento de jogos triplo A. Acredito que a compatibilidade de títulos PS4 fará muito bem para a PS5, pois o console já nasce com boa biblioteca de jogos. Já não concordo com streaming sendo um fator relevante para a Sony tomar suas decisões atuais para o lançamento do próximo console. Até ser viável vai muitos anos, pode até existir um PS6 ainda baseado nesse modelo de negócio.