Mar 052012
 

Como certamente já viram, a Google prepara-se para alterar as suas politicas de privacidade, unificando as 60 politicas dos seus diversos softwares numa política única aplicável a partir de 1 de Março.

No entanto os reguladores Europeus pediram uma suspensão dessa data para analisar toda a situação – algo que a Google não aceitou – referido que o regulador Francês, a CNIL, fez uma pré análise às politicas da Google e referiu que a mesma “levanta sérias preocupações” e que não cumpre com as necessidades da Directiva Europeia de protecção de dados.

Como resposta estas entidades referiram:

A CNIL e as autoridades de protecção de dados Europeias lamentam que a Google não tenha aceite o adiar da aplicação das suas novas políticas que levanta procupações legítimas sobre a protecção dos dados pessoais dos cidadãos europeus.

O regulador Francês acrescenta ainda:

Estamos tremendamente preocupados com a combinação de dados espalhados pelos vários serviços e iremos continuar as nossas investigações com os representantes da Google.

A Google afirma apenas que está a melhorar a experiência dos seus utilizadores e a tornar as suas politicas mais simples e fáceis de entender.

Será mesmo assim?

Publicidade

Sorry, the comment form is closed at this time.