Nvidia Geforce Titan V faz contas com erros

A placa custa 3000 dólares e é acima de tudo destinada a cálculo científico. Algo que se revela um problema pois quando questionada quanto são 2+2, a resposta pode ser… 4.3!

 Titan V é a nova Topo de Gama vendida ao público, mas apesar do seu preço de 3000 dólares, a placa não parece estar livre de bugs que fazem com que cálculos complexos, quando repetidos, apresentem resultados diferentes.

A Titan V é criada em torno da arquitectura Volt,a e foi concebida com o intuito de ser usada para cálculo científico intenso, sendo que, apesar de poder ser usada para jogos, não é esse o seu mercado principal.

Curiosamente, perante os testes efectuados, a placa parece inútil para cálculos científicos, ficando assim uma mera placa de jogos, local onde os erros não se revelam tão relevantes, a 3000 euros.

Segundo o The Register um cálculo de simulação de interacção entre uma proteina e uma enzima executado na Titan V deu resultados diferentes sempre que era repetido. O teste foi efectuado em 4 placas diferentes e todas elas davam erros com variação até 10%. E a realidade é que os resultados deveriam ser fixos e constantes, algo que pode ser constatado ao ser executado o cálculo em qualquer placa atualmente existente.



Mas a situação não se ficou por aqui pois em cálculo de interacção de moléculas usando equações newtonianas para prever o estado de um sistema a qualquer momento, e onde é necessário calcular a posição das partículas após as colisões, uma simulação no mesmo ambiente e com as mesmas condições, que deveria igualmente dar os mesmos resultados sempre, deram resultados constantemente diferentes quando se usou a Titan V.

Segundo um veterano da industria, o problema é com a memória, e o facto de esta poder estar puxada ao limite ou até em overclock na Titan V, o que pode estar a levar a erros de cálculo. Esta explicação, apesar de não se saber se efectiva, seria o menor dos males, pois a alternativa seria acreditar num erro no silicone que tornaria a placa num flop sem correcção.

A ideia de que o problema é efectivamente esse é reforçada com a análise de casos passados onde problemas semelhantes existiram devido a isso, nomeadamente com a Titan X.

A questão é que por 3000 euros comprar um GPU que não sabe fazer contas é preocupante. E daí que não seja de admirar que com uma empresa que cria GPUs a este preço que possuem problemas destes, não é de admirar que haja interesse em se remover a concorrência da equação.

Aguarda-se por isso um patch qualquer que possa resolver o problema sem penalizar as performances prometidas.

A Nvidia quando contactada sobre o assunto, não respondeu. Respondeu posteriormente apenas referindo que “A nossa linha Telas, com ECC[memória com correcção de erros], está desenhada para este tipo de simulações em larga escada e elevada performance. Quem tiver problemas de entrar em contacto para support@nvidia.com.”

Ou por outras palavras… a Nvidia não diz nada…



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Brunoab
Visitante
Brunoab

Dede da Geforce FX 5900, que a NVidia botou cheat no driver para aumentar a pontuação no 3dmark, eu não comprou placa deles.

Desde as tretas do meltdown, que a intel sabia a seculos e não corrigiu, eu não compro mais Intel.

Desde que comprei um Lumia 930, não compro mais hardware da MS.

E assim vai aqui, e vai muito bem.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Tá dando raiva da NVIDIA e Intel mesmo. Esse Gameworks é criminoso. Mas quando eu vejo a GTX 1070 ou a 1080 Ti meu coração esmorece… hahahaa