O alinhamento de jogos da PSN+ e da Live Gold para este mês de Fevereiro

Fevereiro de 2017 é um mês marcado por uma das melhores ofertas de jogos da PSN+ e do Live Gold

Os videos de baixo mostram o alinhamento de jogos ofertados pela PSN+ no presente mês de Janeiro de 2017. E numa situação rara, temos aqui um jogo apetecível, Little Big Planet 3 para a PS4.

Mas vejam o video para saberem exactamente tudo o que é ofertado este mês!

Nada mau, certo? Um dos melhores alinhamentos de ofertas da PSN+ desde o lançamento da PS4!

LittleBigPlanet 3 e Not a Hero, para PlayStation 4, Breakfall’s Starwhal e a versão extendida de Anna para a PS3 titles, e Ninja Senki DX e TorqueL para a Vita.

Agora vejam o que vai oferecer o Live Gold!

Lovers in a Dangerous Spacetime e Project Cars na One e Mokey Islands 2 Special Edition e Star Wars Force Unleashed na Xbox One.

Apesar de tal ser meramente opinativo, a oferta da Live Gold é, para mim, bastante mais atraente, como aliás tem vindo a ser nos últimos tempos.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (24)

  1. Achei o mes do resident evil remaster melhor. Lbp 3 é o pior da franquia fora os bugs.

  2. Eu ainda não tenho o ps+
    E sinceramente ainda não vou meter…
    O jogo pode ser bom, mas não me puxa para jogar.
    Vou investir antes no horizon zero Dawn 😉

    • Como alguém tem um console da nova geração e não joga online?

      • Ué, pessoas diferentes tem interesses diferentes e formas de pensar sobre isso de forma diferente, nada anormal nisso, sei que vc gosta de jogos online, eu como o.colega acima prefiro off-line, enfim a graça tá nisso, e não me venha dizer que isso é melhorque aquilo pfv.

        • E o que vocês fazem quando terminam um jogo? Vendem?
          Não vou dizer o que é melhor ou pior, mas não vou deixar de dizer que isso é um mentalidade consolista dos anos 90.
          Numa época que m game custa o valor que custa, eu não consigo imaginar pagando o preço cheio do jogo e jogar só a campanha, a não ser que seja um jogo gigante tipo the witcher 3.
          Por exemplo, eu só vim a comprar Quantum Break quando o encontrei em uma big promoção.
          Ja Halo 5 e Gears 4 foi Day One e Halo 5 ainda é um dos meus jogos mais jogados, e provavelmente será até Halo 6.
          Tipo assim, pra mim vocês não aproveitam a geração de verdade, só metade. Mas gosto é gosto.

          • Eu jogo outros jogos e raramente compro jogos em seus lançamentos,sou paciente e espero cair no mínimo 60% do valor pra poder comprar, e como minha preferência é single eu evito jogos com foco no online, jogos com campanha curta demais enfim, gostos e opiniões não se discute né.

            Sobre aproveitar a geração e discordo, acho que eu aproveito ela melhor que vc, pois vc é mono marca e eu multi marca.

          • E como jogas esse jogo quando os servidores fecharem?
            Os single player mesmo passado 10 anos são jogáveis. Não há restrições. Eu como coleciono os jogos que compro, gostando de os rever passado alguns anos, aprecio isso.
            Há vantagens e desvantagens em cada caso. Pessoalmente gosto mais de jogos offline pois após um dia de trabalho competição online não é o que pretendo.
            Mas o meu caso é o meu caso, e não faz uma regra de forma alguma.

          • @Fernando

            Então para ti, quem não joga online, não só não aproveita a geração, como é um antiquado que ficou agarrado ao passado, uma espécie de campónio das consolas.

            Pessoalmente também não jogo online, logo não devo aproveitar esta geração, mesmo tendo para cima de 150 jogos na PS4, alguns compro no lançamento, a maioria compro em promoção, e mesmo não jogando online, acabo por usufruir muito mais desta geração do que tu que pelos vistos só jogas a cultura do online competitivo que a Microsoft tem incutido ao longo dos anos para vender subscrições GOLD, e isso dispenso,

            Na minha opinião, criticar duramente uma consola que se joga ocasionalmente na casa de um primo qualquer, e que ainda por cima tem os melhores exclusivos, é de facto não aproveitar esta geração, eu se tivesse só uma Xbox One, sentia-me como se estivesse toda a época no banco de suplentes, mas isto sou eu, são gostos…

          • Os servidores do primeiro gears of war estão abertos ainda hoje.
            Daqui a 10 anos, eu provavelmene estarei jogando outras coisas.

          • Infelizmente não podes dizer o mesmo dos servidores de outros jogos como o Halo 1 e 2.
            Creio que te posso dar uma lista bem maior de jogos multiplayer agora inúteis do que tu me podes dar de jogos que ainda se mantêm com os servidores abertos.
            Felizmente com os offline, daqui a 10 anos pode-se estar a jogar… o que se quiser!

          • Como você sabe que eu sou monomarca Netto?

            Não é só por que eu acho a maior parte dos exclusivos do PS4 jogos para gamers casuais e não tenho nenhuma paixão pelos outros que eu não jogo vários deles.
            Eu só não vejo graça em uma parte maior do que a parte que me atrai.

      • Eu também prefiro jogos online, na verdade gosto de jogar com os Amigos!!
        Batlefield 1 melhor jogo de 2016 na minha opinião, e The Division um jogo que eu adoro e espero que tenha ano 2 tenho ambos para PS4 e Xbox One!!
        Minha preferencia em jogar online é muito maior!!

        Porem existe alguns jogos excelentes focado no single The Witcher 3, Fallout 4, são perfeitos!!

        Mesmo existindo excelente jogos off, cada vez mais o online vai ser explorado só ver a lista 10 jogos mais vendido 2016 http://newesc.pt/jogos-mais-vendidos-de-2016/ todos com foco no online, Resident Evil 7 estou com muita vontade de jogar mas algumas pessoas já zeraram ele em 3 horas, acho muita grana pra encostar o jogo tão cedo, prefiro ter um jogo online repetido do que um campanha curtinho…..

        Os jogos que estão oferecendo esse mês são de boa qualidade, mas eu gosto de jogo de carro Arcade simulador não é pra mim, queria um novo burnout ….

        E por ultima partir de hoje fiz uma pastinha no meu notbook, o que a mídia sonysta esconde/omite.

        QB eu achei péssimo um puta jogo bosta na minha opinião, mas só se falou que era 720p artigos de vários e vários lugares para deixar claro que jogo corre 720p.

        Quando Xbox Scorpio lançar e começar ter alguns jogos melhores vão dizer, mas não é pra ser melhor e todo o resto do papo se vitimizando e declarando o ódio eterno pela MS

        Nioh é melhor no PS4 pro do que Ps4 base
        Nioh 720 p no ps4 base
        Esse artigo já vai pra pastinha das coisas que mídia esconde/omite, até dezembro vou ter muitas dessas, é só eu ir guardando.

        http://games.tecmundo.com.br/noticias/ps4-pro-vs-ps4-nioh-executado-cada-maquinas-confira_827633.htm

        • Sim, o Online é uma mais valia. Mas daí a o jogo ser só online vai uma diferença.
          Gosto de ter online nos jogos. Mas por norma não compro jogos que sejam só online.
          Quanto à Scorpio, os 4K nativos não serão uma referencia que vais ver muito em muitos sites. Ainda não há mercado 4K, pelo que essa é uma vantagem real, mas que poucos utilizarão.
          Para além do mais, havendo duas consolas no mercado convêm não esquecer isso. O mercado é na PS4 a Pro e a Base, é na Xbox a One e a Scorpio, sendo que em ambos os casos os modelos superiores são secundários face à base instalada.
          Estamos à partida a falar de modelos criados para um mercado elitista, e seria muito, mas mesmo muito mau, se ignorássemos isso e déssemos mais destaque aos modelos superiores criados para essa elite do que aos modelos massificados e base.
          Mas eu sei que muitos fanboys vão querer entrar por aí.
          Com excepção da divulgação de características, nunca coloquei aqui artigos que falassem da PS4 Pro em detrimento da PS4 base. Acho, e já o deixei claro, que estas iterações são aberrações e que alimentar as mesmas é destruir um mercado que sempre se caracterizou pela vida e qualidade do suporte dos produtos.
          Não digo que as pessoas não comprem, o produto existe, é real, e é melhor, sendo um bom negócio por apenas uma diferença de 50 euros, para quem compra uma PS4 Slim com 1 TB, mas não esperem que venha para aqui relevar as vantagens dessa consola, excepto em situações de notícia que devem e tem de ser dadas.
          E o mesmo se passará com a Scorpio. Não alimentarei egos ou sequer tentativas de massificação de lançamentos de consolas anuais, tal como nos telemóveis (e no caso da Xbox isso será literal, com a S em 2016 e a Scorpio em 2017).
          Nioh… Efectivamente verdade. Mas não só não é um jogo publicitado como system seller como foi Quantum Break, como é um jogo com um estilo dedicado a um nicho de mercado que não agrada a todos.
          Daí que, mesmo que sendo notícia só correr a 720p, por ser o primeiro jogo PS4 que o faz (a versão Pro também desce pontualmente a essa resolução, pelo menos de acordo com o que leio), não é comparável a Quantum Break nem em investimento, nem em publicitação, nem em expectativas de vendas.
          Há depois ainda há diferenças. É que os 720p só ocorrem no Action Mode, em que o jogo corre a 60 fps (Quantum Break corria a 30), subindo para os 1080p no modo cinema a 30 fps. E mesmo em Action Mode os 720p não são fixos, mas sim dinâmicos, com os 1280×720 como mínimo e os 1728×972 como máximo na PS4 e os 1280×720 como mínimo e os 1920×1080 como máximo na Pro.
          Em modo cinema a PS4 corre a 1920×1080 30 fps e a Pro corre numa resolução dinâmica entre os 4K (2160p) e os 1440p, igualmente a 30 fps.
          Convém ainda perceber que este jogo, tal como The Last Guardian, tem sérios problemas devido à sua herança e passado. Ele começou a ser feito em 2004 e foi apresentado na Electronic Entertainement Expo em 2005 como exclusivo PS3.
          Desde aí o jogo desapareceu do mapa e reaparece agora para a PS4.

  3. Tenho PCars no PS4 e mesmo assim vou baixá-lo também para o One.

    LBP3 já tenho desde o lançamento.

    Já nem ligo mais para os jogos da Plus, pois sei que a assinatura agora é para permitir as partidas online no PS4(Algo não obrigatório em todos os jogos). Porém mesmo não ligando para os jogos, todo mês eu os coloco na minha biblioteca, vai que um dia dẽ uma vontade de jogá-los.

  4. [OFF] Ao que tudo indica o PS4 terá suporte ao HD externo já na próxima atualização, a 4.5.

    https://blog.eu.playstation.com/2017/02/03/ps4-system-software-4-50-beta-starts-today/

    ** E para os que tem o Pro parece que irão liberar o clock para os jogos sem suporte neste console, sendo o usuário que definirá o clock.

    • Wallpaper entre novas funcionalidades.
      Parece que o One perdeu mais um exclusivo, só falta agora a Sony aderir as pilhas.

      • para isso basta um novo modelo de DS4 em que as baterias sejam removíveis(desde o DS3 já são, mas que sejam trocadas com mais facilidade) e que o local seja compatível com pilhas.

        Embore ainda prefire a bateria.

      • Até que enfim né?
        Nao fim das contas, aqurle papo de que não era para hackearem o console era só desculpas para vagabundagem mesmo.

    • Putz, até q enfim HD externo

    • Mas fico com pé atrás nessa atitude da Sony, por que será que ela decidiu fazer isso agora? Será que foi alguma informação que recebeu?

      Digo isso porque ainda não engoli aquela estória de console com upgrade que o Phil falou meses antes do anúncio do Scorpio. Será que o Scorpio utilizará disso e permitiria também a troca do HD interno? Só saberemos daqui a alguns meses.

      Agora se no Scorpio não for permitida a troca do HD interno aí essa decisão da Sony foi um bom acerto.

Os comentarios estao fechados.