O novo navio furtivo da marinha norte americana… é furtivo demais!

151207-N-ZZ999-435

Navios furtivos são de todo o interesse para o exército. Mas o mais recente navio Norte Americano é tão furtivo que pode colocar em causa a segurança da frota em que está inserido.

Os navios “stealth” ou furtivos são uma mais valia para os exércitos onde se inserem. E quem gasta 4 mil milhões no desenvolvimento de um navio “stealth” só pode esperar que ele seja verdadeiramente “stealth”.

A questão é que novo navio norte americano produz um rasto de radar tão pequeno que pode, inadvertidamente, causar uma situação de colisão com outros navios da frota.

Os novos destroyers da classe Zumwalt vem substituir os Arleigh Burke e são completamente diferentes visualmente, de forma a melhorar a furtividade aos radares. E como se não bastasse, está armado com dezenas de misseis e um sistema de armamento avançado que pode marcar alvos a mais de 115 km de distância.

O seu casco possui cerca de 186 metros de comprimento, sendo 20% maior que os Arleigh Burke. Mas no entanto quando detectado no radar o seu rastro mostra um barco com apenas 12 a 18 metros de comprimento. Não maior que um barco de pesca!

Ora num cenário de guerra tal pode ser o ideal, mas quando temos o barco a navegar em tempo de paz e em águas territoriais americanas o que temos aqui é um risco enorme à navegação, especialmente em mau tempo.

Zumwalt

Ora a Marinha acredita que este rastro ainda pode ser minimizado pois os atuais navios ainda possuem muito equipamento de teste que será removido da versão final e que deverá melhorar a furtividade do barco.
Para resolver isso a Marinha está a testar a criação de painéis refletores que possam ser recolhidos de forma a dar ao navio um perfil normal em tempo de paz, apenas criando a furtividade em tempo de guerra.
Publicidade

Posts Relacionados

Comentarios dos Leitores (1)

Os comentarios estao fechados.