O pormenor de Star Citizen

Star Citizen é um dos jogos mais ansiados de sempre para todos os fans de Chris Roberts. E a equipa entra em todos os pormenores possíveis

Chris Roberts refere estar a criar um jogo que explorará os PCs… E já não era sem tempo! A atenção ao pormenor parece extrema.

Uma descrição do jogo bem recente deixa antever que finalmente poderemos ter um jogo que explora totalmente o hardware dos PCs. Vejamos:

M50_AHjpg

A nave de cima é a M-50. Uma das muitas naves fenomenalmente criadas para aquele que é um jogo visualmente deslumbrante, e que foi descrita por Dan Tracy, Designer técnico da Cloud Imperium Games.



Segundo Tracy, os detalhes realistas da M-50 são conseguidos com a colocação de 12 texturas com uma resolução de 4096*4096 cada e sobrepostas umas sobre as outras no modelo que possui 100 mil polígonos, um valor que não é enorme,  mas que é compensado pelo uso de normal maps com uma resolução igualmente de 4096 pixels para aumentar a sua qualidade.

Naturalmente o jogo, para o detalhe máximo irá ser exigente, e estas texturas não são algo que possa ser feito em qualquer computador, necessitando-se de especificações de topo.

No entanto o jogo prevê descidas de resolução para máquinas menos potentes com texturas de 2048 pixels e mesmo de 1024 pixels.

Mas mais ainda os danos que se fizerem na nave serão guardados. Riscos e amassadelas irão acumulando e a nave ficará sempre com esses dados guardados. Assim como as partes destruídas ou danificadas. Há claro a opção de se pintar a nave e mesmo de reparar ou substituir peças, mas isso não será algo imediato e a nave terá de ficar na oficina para tal.

É curioso que numa altura em que tanto se discute os 1080p ou os 4k as pessoas não tenham em mente que um processamento nativo é mais do que uma mera questão de resolução. Tal implica que as texturas usadas sejam igualmente de alta definição e que todo o processamento interno de física e partículas ocorra igualmente nessa resolução. Algo que por muito que se queira é normalmente em muitos jogos atalhado para se poupar processamento. E aqui em Star Citizen, como se vê, não se parece cortar absolutamente em nada.

Vejam a apresentação da M50 e a explicação sobre os seus detalhes:




Posts Relacionados