Os Benchmarks da RX 480

radeon-rx-480-orig

O que vale a RX 480? Bem, pelo preço é pura e simplesmente imbatível.

Os preços oficiais para a Europa da RX 480 foram anunciados e são um pouco acima do que custará nos EUA. Assim a placa será vendida em Portugal ao preço de 220 euros na versão 4 GB e 265 euros na versão 8GB. Mas o que vale face a GTX 970 (300 euros), uma GTX 980 (400 euros), uma GTX 980 Ti (500 euros), uma GTX 1070 (510 euros), e uma GTX 1080 (750 euros)?

Chegou a altura de tirarmos a limpo! Vamos ver alguns benchmarks a 1080p, a resolução que mais nos interessa atualmente, com e sem Crossfire. Recorde-se que estas são as primeiras drivers para a placa e que nem todos os jogos suportam Crossfire pelo que nos limitaremos a jogos que o fazem. Note-se igualmente  que nem todos os jogos usam crossfire, e que nesses casos a ativação do mesmo pode prejudicar as performances.

Os testes da Techpowerup que mostraremos aqui, usam duas RX-480 de 8 GB, e o CPU é um Intel Core i7-6700K.

Assassins Creed: Syndicate

AC-syndicate

Tal como prometido, a RX-480 em Crossfire (530 euros) apresenta dados ao nível da Nvidia GTX 1080 (750 euros), superando a 1070 (510 euros) e todos os modelos abaixo. No entanto, uma única placa (265 euros) fica abaixo da GTX 970 (300 euros).

Battlefield 3

Battlefield3

Mais uma vez a RX-480 em Crossfire (530 euros) iguala, tal como prometido os valores da GTX 1080 (750 euros). Uma única placa (265 euros) situa-se entre a GTX 970 (300 euros) e a GTX 980 (400 euros), tal como esperado.

Battlefield 4

Battlefield4

Mais uma vez, uma RX 480 (265 euros) fica atrás de uma 970 (300 euros) . Duas RX-480 (530 euros) ficam perto de uma GTX 1070 (510 euros).

Call of Duty: Black Ops 3

COD-BOps

Em Crossfire a RX-480 (530 euros) atinge a primeira posição, superando a GTX 1080 (750 euros). Uma única placa (265 euros) supera a GTX 980 (400 euros).

Crysis 3

Crysis3

Uma RX-480 (265 euros) fica abaixo da GTX 970 (300 euros), mas duas RX 480 (530 euros) superam a GTX 1070 (510 euros), ficando a meio caminho entre esta e a GTX 1080 (750 euros).

Far Cry: Primal

FarCry_primal


Uma RX 480 (265 euros) bate a GTX 970 (300 euros). Duas delas (530 euros) ficam abaixo da GTX 1070 (510 euros).

GTA V

GTA-V

Uma RX 480 (220 euros), bate a GTX 970 (300 euros). Duas RX-480 em crossfire (530 euros), ficam abaixo da GTX 1070 (510 euros).

World of Warcraft

World-of-Warcraft

Uma RX 480 (220 euros), fica abaixo da GTX 970 (300 euros). Duas RX-480 em crossfire (530 euros), ficam abaixo da GTX 1070 (510 euros).

Conclusões

Para vermos o que vale a pena comprar não basta olhar para os benchmarks de cima. Umas vezes temos uns resultados, outras outros. Há que se fazer um apanhado de todos os benchmarks feitos (com e sem crossfire e a todas as resoluções – Aqui apresentamos 1080p). E foi isso que a Techpowerup fez.

Caso visitem o website em causa, poderão ver que com o aumento das resoluções a RX 480 tem tendência a subir nas tabelas e a a aproximar-se mais das placas de topo.

Mas mais ainda, há que associar a performance média ao valor pago, obtendo-se assim o custo por fps. E para resumir isso a Techpowerup apresentou a seguinte tabela.

performancepelodinheiro

O que se torna claro é que a AMD acertou em cheio no Jackpot. Apesar de, mesmo que mais caro, valer mais a pena investir em muitas outras placas do que em uma única RX-480, duas RX-480 oferecem uma relação preço/performance imbatível. A opção Crossfire peca e cai na tabela uma vez que nem todos os jogos a suportam e nesses o investimento revela-se de zero interesse).

Mas em qualquer dos casos, olhando apenas para os preços por 220 euros o que a RX-480 oferece a nível de performances é algo até hoje impensável.

E as promessas de que duas destas placas oferecerão uma relação qualidade preço imbatível oferecendo valores que competem com as GTX 1080 da Nvidia parecem confirmar-se, apesar de tal não ser uma realidade em todos os jogos.

No entanto recorde-se que os jogos correram em uma versão standard e não optimizada da driver e que nenhum dos jogos testados recorre ao uso de computação assincrona, o ponto onde as placas da AMD brilham.

Igualmente como nota importante a placa testada é uma RX 480 8 GB com velocidades de relógio standard, ou seja 1266 Mhz. No entanto é já conhecido que, entre outros fabricantes, a XFX vai lançar uma versão da placa a 1328 Mhz. Estamos a falar de  uma passagem de 5,83 para 6,11 Tflops de performance!

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (19)

  1. Valerio Fernandes 2 de Julho de 2016 @ 11:16

    @ Mario
    Não sei onde foste buscar esses preços mas cá em portugal não são esses certamente!!!
    Em todos os sites que tenho visto ela custa mais de 300€ o modelo de 8gb, não sendo ainda o modelo de 4gb ainda comercializado em portugal.
    Uma grafica que sai 2 anos depois e fica-se pela performance de uma GTX 970 ainda por cima com 5.8 teraflops acho um grande falhanço…
    Para não falar das falsas promessas antes da apresentação da RX 480! (Titan Killer) mas chegaram á conclusão que ja não querem lançar modelos de high-end no chipset polaris, mudaram as suas promessas para o “VEGA”…
    Sem esquecer que neste mês sai a GTX 1060 prometendo ter melhores performances pelo mesmo preço, performances essas a igualar a GTX 980 por 200-250 dólares…

    • Os preços são oficiais da AMD para as placas de referência! Depois cada comerciante faz o que quer, mas nesta fase não posso ter uma ideia, até porque os preços que refiro para as Nvidia tambem são os mais baratos que encontrei, mas a média de custo real é superior!
      Neste momento as placas estão efectivamente a perto de 300 euros no KuantoKusta, mas esses preços devem ser por ser novidade. Atualmente, se procurares como deve de ser, encontras a 269 euros a versão da Saphire.
      Quanto às performances da 970, o que vês de mal nisso? Pode ter as mesmas performances, mas é mais barata! 🙂 E quando duas vão onde vão… nada a dizer!
      Percebo que és um amante da Nvidia (eu tambem era, até perceber que se fosse por eles as placas custavam todas 1200 euros)… mas não te esqueças que a computação assincrona deve entrar em força e que as Nvidia dão-se mal com ela. Daí que estes benchs no futuro só tem tendência a melhorar para o lado da AMD. E a 1060 não altera isso!
      De resto a RX 480 é o que é… não é uma supra sumo… longe disso! Mas é, na relação qualidade preço… imbatível.

  2. Valerio Fernandes 2 de Julho de 2016 @ 11:25

    @ Mario
    Ah gostava de perceber uma coisa já que falam tanto em tflops em relação à Scorpio porque razão a GTX 980Ti com apenas 6Tflops consegue igualar um crossfire de RX480 de quase 12 tflops, ficando a 980Ti atras por meros 5-15fps?
    Acredito que as consolas conseguem-se fazer coisas maravilhosas, mas supondo que a scorpio é baseada na RX 480 com apenas mais CU´s, ela para mim é desde já um falhanço, para não falar do preço (500-600€) que muito pessoal acredita que a consola vá a custar, essas falsas promessas de 4K vão desde já rio abaixo…

    • Por um motivo 🙂
      É um Crossfire! 🙂
      Não é o DX 12 multi adapter, mas um Crossfire, e como tal duas placas não dão o dobro. Mas com o multi adapter do DX 12 duas placas debitarão quase o dobro, melhorando em muito o crossfire ou o Sli!
      O Crossfire necessita de implementação dedicada, e pode ser bem ou mal feito. Aliás se o jogo não o suportar e o activares, até perdes fps!
      Lembra-te é que nenhum dos jogos implementa multi adapter do DX 12 e que nenhum usa computação assincrona, bem como a driver usada ainda é beta!

  3. Mário , no teste da digitalfoundry teve vários jogos que rodaram melhor na rx 480 do que na gtx 970, e vi em um teste do tecmundo que teve um jogo ( não me lembro qual foi) que a 480 teve 10 fps a mais e olha que nem saiu os drivers

    • É isso que eu refiro. Com jogos optimizados ao estilo Nvidia (agora a AMD tem um programa para combater o Gameworks), com drivers finais e melhoradas e com computação assíncrona, as performances só tendem a melhorar.
      A GTX 1080 pode ainda ter igualmente melhorias, mas a 970 e 980 já não melhoram muito mais, e como tal a relação qualidade preço é aplaudida por quase todos.
      Este tipo analisou e refere o mesmo. Que com os jogos DX 12 os ganhos são enormes, e com o assync compute… vai disparar.
      Ele refere ainda que o que se nota é que a Nvidia tem os ganhos a nível de drivers e não de hardware, pois com o DX 12 a AMD melhora.
      https://www.youtube.com/watch?v=nZYHx_tad3U
      Nota que ele só analisa uma placa e não duas. Caso esse suporte se torne standard e com o DX 12 multi adapter…
      Seja como for, eis alguns jogos onde a AMD cumpre o prometido (isto com a atual driver):
      http://i.imgur.com/oAaJa8P.png
      http://i.imgur.com/EwMQIMV.png
      http://i.imgur.com/MwlQYF7.png
      http://i.imgur.com/XZmg3Pt.png

      • Valerio Fernandes 3 de Julho de 2016 @ 18:05

        @ Mario
        A RX 480 não deixa de ser Tecnologia nova, claro que a GTX 970 não melhora pois é tecnologia “velha”, o que foi que aconteceu com o meu modelo na altura (AMD HD 7970) quando eles lançaram a R9 280X? É inevitavel saem modelos novos as empresas focam-se nesses modelos novos!
        É um ciclo inevitável seja por parte da AMD seja por parte da Nvidia…
        Agora a AMD a lançar a carroça a frente dos bois em relação a sua Rx480 é que eu não entendo pois comparam-na com uma gráfica de 2 anos (GTX 970), o que menos me agrada é o factor do preço da gráfica, pelo menos a mim importa-me o preço em portugal! Quero lá saber se nos EUA custa 200-220$ interessa-me a minha realidade!
        E a realidade em portugal é que ambas estão taco a taco, tanto em preço como performance!
        Se fosse escolher actualmente entre a GTX 970 e a RX480 escolhia a RX480 pois claro porque é recente e pode evoluir, mas sendo mais inteligente esperava pela GTX 1060 que está ai a porta!
        Este mês sai a GTX 1060 alcançando esta performance superior e preços equivalentes à RX480 sem margem para duvidas, esta é realidade só não vê quem quer…
        Já lá vão os anos em a AMD era mesmo boa em preço-qualidade! Não percebo é porque criticam tanto a Nvidia em relação aos preços das High-End, Titan´s,Ti´s, etc…
        Só compra quem quer!!!
        Agora é inevitavel questionar a sua performance! Já o custo por frame sim! Mas isso é coisa de entusiastas que querem o melhor não olham ao preço!
        Por exemplo a AMD com a sua Fury X prometeu matar a TITAN X, mas só roçou 1% dos jogos do mercado em relação as Nvidia, apenas os “AMD POWERED” é que são melhores “HITMAN” e “Ashes Of singularity”…
        Razão? Async Shaders? Porque razão não estao estes implementados no “Rise Of Tomb Raider”, “Total War Warhammer”,”Forza 6 Apex”, Gears Of War Ultmate”, não entendo mesmo porque a maioria DX12 corre melhor nas Nvidia! Não são elas “Async Compute”? Que raio diferença isso traz? Magia? É que para mim o DX12 desde já não é aquilo que prometeu! Ah e tal Graficas antigas (HD Series-R7-GTX 6XX-etc) vão ganhar boost´s de 20-50%! Anedota: É necessario graficas DX12 compativeis recentes (R9-GTX9XX-GTX10XX-RX4XX)! Conclusão: Tem ganhos de 5-10% de performance, em certos jogos tem até percas! Eu só chego a uma conclusão final tanto a microsoft como a AMD andam brincar com os clientes!

        • Torna-se dificil argumentar, mas a 1060 é certamente uma carta fora do baralho. Basta ver as performances da 960 para se perceber isso.
          De resto a 970 é outra carta fora do baralho. É uma placa com 3.5GB rápidos mais 512 MB lentos. Não tem jeito nenhum.
          Mais ainda os feature levels para o DX 12 não se comparam, com a 480 a oferecer o suporte completo ao passo que a outra nem sei bem onde a enquadrar pois o assync compute nas nvidia só existe porque funciona. Mas ganhos com ele… É que não existem.
          A nível de preços e performance sim, uma 480 é parecida com uma 970. Não vejo problemas nisso. A 1060 até pode ser melhor, mas não será mais barata.
          Mas é nas duas 480 que vejo valor. Consumos reduzidos, performance elevada. Uma relação qualidade preço imbatível.
          Depois é esperar que o assync compute arranque. É algo complexo, que requer conhecimentos novos e avançados e onde a experiência na programação tradicional de nada vale, mas que já demonstrou o seu valor. Há jogos que não a usam, mas nós gamers deveriamos ser os primeiros a mostrar desagrado com isso. O assync compute é algo que trabalha de forma a garantir que a performance da gráfica está sempre no máximo. E sub aproveitamento de gráficas para venda de novas certemente não é nada que interesse quando há tanta potência sub aproveitada.
          Quanto aos ganhos do DX 12 eles são em 90% no CPU pelo que notas pouco nos PCs onde os CPUs das maquinas de jogos são em média mais equilibrados que os GPUs.
          Mas não precisas de gráficas recentes. Qualquer gráfica suportada pelo API traz esses ganhos ao CPU. Agora testa isso num i7 topo de gama e não vez nada. Mete a mesma gráfica num i3 e vez se não ganhas.
          O problema dos gamers Pc é que estão tão habituados a gastar dinheiro e são tão obcecados pela performance que caem nas cenouras da Nvidia. Mas a única que está a fazer algo por um mercado mais equilibrado é a AMD. Mas como fazer ver isso se o mercado é Nvidia e a Nvidia até paga para ter código optimizado para si?

          • Valerio Fernandes 3 de Julho de 2016 @ 20:23

            @ Mario
            Quando te referes a “Nvidia é Nvidia e até paga para ter código optimizado” é o gameworks certo? Ou a Nvidia é que manda no mercado e diz ou não o que as produtoras devem fazer?
            Isso é um “bocadinho” teoria da conspiração, mas em relação ao GameWorks estou 100% de acordo contigo, até porque pouco acrescenta! Na minha opinião os “efeitos” nos jogos devia caber as produtoras e não aos fabricantes das placas gráficas!
            O DX12 então pelo que estou a ver até agora serviu para acabar com os “bottlenecks” no processador apenas, o Async Compute ainda não esta a funcionar a 100% ?
            O async compute para mim até agora é um mito, espero que no futuro isso tenha grande impacto nos gpu´s e vejamos saltos gigantescos graficamente…

          • O Gameworks é algo incorrecto. Basicamente qualquer jogo nessas condições passa a ter código optimizado Nvidia, mas esse código não é partilhado com terceiros de forma a estes optimizarem para as suas placas fornecendo código alternativo. Basicamente são optimizações exclusivas e pagas e a AMD tem vindo a protestar sobre isso.
            Quando Tomb Raider saiu utilizava o Tress FX para os cabelos, e as placas Nvidia corriam aquilo terrivelmente mal. A AMD cedeu o código à Nvidia e eles optimizaram e resolveram o problema.
            Mas depois a Nvidia criou o Hairworks… uma alternativa sua ao Stress FX, e que paga para implementar nos jogos, sendo que corre menos bem nas AMD. Mas a Nvidia cedeu o código?
            É o cedes…

  4. Não entendo porque a amd não lança uma polaris rx 490 pra competir com a 1080 ou 1070

    • A questão é que ela já existe. 🙂
      São duas RX 480! 🙂
      Basicamente a AMD tem com uma única placa o melhor dos dois mundos. É uma boa jogada especialmente no que toca ao custo de produção!

  5. Mário, existe um erro no artigo, você colocou o mesmo gráfico de Far cry primal no GTA 5…

  6. http://www.eurogamer.net/articles/digitalfoundry-2016-doom-vulkan-patch-shows-game-changing-performance-gains

    Para quem é cético sobre as performances das placas AMD, fica evidente que sem DirectX 11 e opengl, as nvidias perdem bastante em desempenho para os equivalentes da AMD.

    • A vantagem da programação dedicada e não duvido nada que tenha sido graças às consolas. E é o que tem safo a nVidia até agora – não acho que seja eficiencia da arquitetura, mas maior conhecimento da mesma devido ao Gameworks e ao domínio do mercado.

      O que me está a deixar espantado é o DX12 não vir com essas melhorias. Pensei que seria com ele que as coisas começariam a mudar. Tendo em conta a Xbox ONE e tudo resto.

      Analisando, se verifica que falando estritamente em termos de hardware a AMD coloca o dobro numa placa sua que o que a nVidia coloca.

      Repara:

      RX 480 tem 2304 SPs.

      GTX 1080 tem 1280 Cuda Cores.

      Não admira que aqueçam muito mais!

      Mas contudo não se pode dizer que tenha sido um lançamento limpo. Desde os problemas com o excesso de consumo energético ao facto de andar a vender placas de 4gb, com 8 gb, realmente chega-se ao fim sem se saber muito bem com o que se está a lidar.

      • Cuda Cores e Stream Processors não podem ser comparados assim.
        Apesar de serem basicamente semelhantes em função as arquitecturas onde estão inseridos são radicalmente diferentes e com funcionamento igualmente diferente.
        Colocar o dobro do hardware só poderiamos dizer que seria verdade se o número de transístores nos GPUs AMD for o dobro dos da Nvidia. De resto a comparação não faz verdadeiro sentido.

      • Bruno, não entendi essa do Directx 12. Ele tem todas as melhorias do Vulkan. A questão é que o jogo precisa usa-las, e foi o que a ID fez no Doom usando computação, mas baseado no Vulkan. O bom do Vulkan, é que pode usa-lo até no Windows 7.

        Mas sobre o Directx 12, os unico jogo do PC que o utiliza nativamente é Quantum Break, as placas AMD levam a vantagem sobre a NVidia, mas a Microsoft não tem se dedicado tanto nas versões PC de alguns jogos, talvez para não afasta-los tanto do console, e games como Gears of War e Forza 6 Apex não apresentam grandes disparidades, apesar do bom desempenho no Xbox.
        Acredito que as diferenças maiores de AMD e Nvidia apareçam em games multis mesmo, já que a Ms faz a politica da boa vizinha entre Xbox E PC.

Os comentarios estao fechados.