Os pros e contras de meter ficheiros no desktop

O hábito de se ter os ficheiros mais usados no ambiente de trabalho é algo comum em muitos utilizadores. Mas se tal tem vantagens, também tem desvantagens.

icons

O Ambiente de Trabalho pode parecer um local muito cómodo para se guardar ficheiros, e certamente muitos (incluindo eu) possuem muitos documentos no ambiente de trabalho. No entanto este não é o local mais seguro onde os armazenar.

A situação mais percéptivel é a sua visibilidade. Qualquer pessoa que acede á máquina imediatamente tem acessoe visibilidade sobre os mesmos. E pior, um mau uso, seja por crianças ou por empregadas que vem sacudir o pó do teclado, pode acidentalmente apagar conteúdo de forma bastante simplificada.

Depois temos a questão da organização. Podemos separar os ficheiros em grupos, mas o espaço é reduzido e rapidamente tudo se mistura e fica a monte. E pior ainda, com janelas abertas o acesso aos ficheiros fica bloqueado e limitado ou, no mínimo, menos simplificado.



Mas o mais importante é saber-se que os ficheiros ali presentes não ficam protegidos. E por exemplo, um System Restore que retorna o windows ao seu estado anterior, não faz o backup dos ficheiros no ambiente de trabalho, mas apenas as presentes nos Meus Documentos.

E mesmo a maior parte dos programas de Backup não toma, por defeito, em conta esta área, sendo preciso alterar as configurações de backup.

Para impedir esta falha, pode-se sempre adicionar o Desktop à livraria de documentos (afinal ele é tratado como uma pasta), mas isso é algo que não acontece por defeito e que poderá apanhar muitos utilizadores desprevenidos em caso de problemas.



Posts Relacionados