Os sacrificios necessários para colocar Wolfenstein II numa Switch

A Eurogamer fez uma análise muito interessante sobre os sacrificios que foram necessários para se colocar Wolfentein II jogavel numa Switch em modo portátil. E acreditem… apesar de um aspecto visual interessante, eles são muitos.

Se dissermos que Wolfenstein II usa todos os truques possíveis e imaginários para aldrabar o processamento, mantendo um visual semelhante ao original, não estaremos a brincar.

Os sacrificios são enormes, e não são apenas na resolução ou qualidade das texturas. Hámui, mas mesmo muito mais onde se teve de cortar.

Felizmente para a Switch, o seu CPU portou-se bastante bem e aguentou com o jogo com os cortes (apesar de tudo o CPU é a parte que menor diferença tem para as consolas de mesa), mas mesmo o corte de fps para 30 deu-lhe uma margem que foi necessária para o jogo funcionar.

Já no GPU o corte nos fps não foi suficiente. Há resolução dinâmica que atinge valores pontuais muito baixos, havendo inclusive a possibilidade de se usar reconstrução de imagem, e mesmo assim há zonas onde foram realizadas ligeiras alterações muito inteligentes aos cenários para se reduzir o processamento, sem no entanto se alterar a sua estrutura. O resultado não é o melhor numa Tv de grandes dimensões, mas extraordinário no pequeno ecrã da Switch.



Seja como for, o resultado final está muito bom… apesar de o jogo sofrer em certas zonas mais pesadas, o resultado global é muito bom e em tudo semelhante ao das consolas de mesa. Vejam o video da Eurogamer que explica tudo.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Edson Nill
Visitante
Edson Nill

O pequeno notável surpreendeu muita gente! Um belo trabalho da panic Button.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

A Nintendo está de parabéns pelo Switch, a idéia em si e tal, mas, infelizmente ainda está devendo muito pra que eu possa desembolsar essa grana no aparelho, sendo que só tem um jogo que eu realmente gostaria de jogar nele atualmente dos já disponíveis, que é o Donkey Kong tropical freeze, que tem até pro Wii U… Infelizmente o Switch não é pra mim, as propagandas me formaram uma idéia errada, a prática está bem diferente.
Tomara que a Sony ou até Microsoft lancem um portátil mais pro meu perfil, e muito importante, com um bom suporte para o Brasil.
Mas depois de Vita e Switch eu tô praticamente sem esperanças de um bom portátil.
Engraçado que no smartphone a gente roda até PUBG, era pra um console portátil fazer muito mais, não me levem a mal, não estou criticando o aparelho, estou mais chateado é que ele não me atraía.

Edson Nill
Visitante
Edson Nill

Carlos, se o seu perfil são jogos de mundo aberto, gráficos poderosos, realmente o Switch não vai te agradar tanto. Eu o tenho desde o começo, vejo a crescente da loja eshop, tanto em organização como em conteúdo. Hj o aparelho contém uns 800 games na loja, sendo a predominância indies, clássicos SNK, alguns games da era arcade da Nintendo, exclusivos Nintendo onde alguns ports são do wiiu com algumas vantagens, além dos triplo As das thirds. O console quer cativar, creio eu, um público de jovens e crianças e tb dos mais velhos, que beiram entre 35 aos 50 anos. A ideia da Nintendo é fazer uma biblioteca diversificada, porém de jogos minimalistas e com cara dos anos 80 e 90. O conceito do console é mágico, ele é confortável a ponto de me deixar mal acostumado, pois costumo jogar deitado, relaxado.rs Não vou mentir quanto a uma coisa que talvez não tenha percebido. O Switch está no mercado para coexistir com os outros consoles, coincidentemente é um console que vende muito bem e que continuará vendendo até msm depois dos lançamentos da próxima geração, até pq, ele é um console “auxiliar”, ou seja, segundo console de todos, por isso que vai agradar basicamente aos que já possuem um PlayStation 4 e um one. Obviamente aos fãs da Nintendo e de seus jogos. A biblioteca dos games da Nintendo no Switch é diversificada, contando com jogos como splatoon 2, Mário Odyssey, indo até propriedades intelectuais novas como Arms e Bayonetta 1 e 2, mas… Se não gosta de jogos da Nintendo, dificilmente irá gostar do aparelho. Acredite: O console terá uma boa quantidade de games triplo A das thirds, tendo a demora dos kits de programação aos desenvolvedores, porém estúdios como a panic Button que está fazendo ports de vários jogos, alega que a carga de trabalho deles é grande e novos jogos chegarão. O que dá a entender é que as thirds queriam ver duas coisas antes de portarem jogos para o console: A primeira é se o console venderia bem e a segunda é: Se de fato os jogadores iriam comprar seus jogos, pois o temor deles seria se o Switch é comprado por jogadores do Wii ou se não. A resposta é que o Switch é comprado majoritariamente por jogadores hardcores e que estão dispostos a investirem em jogos, a ponto das empresas depois da primeira empreitada, continuarem a investir no console como a EA com o FIFA, a Bethesda com Doom e Wolfenstein 2 onde até msm a Take two fala recentemente que estão felizes com a recepção de seus jogos no híbrido e que continuarão a colocar jogos nele, o de eu chutaria gta5. Abraços, Carlos!

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Edson, muito bacana essas coisas que comentou, de fato o Switch deve ser mágico pra quem gostou, eu ainda não descartei totalmente, vamos ver o que acontecerá no futuro, espero que as desenvolvedoras invistam em peso nele.
Eu sempre quis um portátil que atende-se minhas “necessidades”, e pode até ser o próprio Switch caso ele ganhe todos os recursos que merece.
Uma coisa ótima seria se a Sony, Microsoft ou até outra empresa, resolvesse investir em algo com proposta de portabilidade também, que é a grande feature do Switch.
Abraço.

Mattyzzster
Visitante
Mattyzzster

Quando você publicou seu artigo de análise do hardware do Nintendo Switch você comentou que um bom corte na geometria dos ports poderia ser necessário. Naquela ocasião Doom e Wolfenstein II não tinham sido anunciados ainda. Em ambos os ports a geometria foi muito bem preservada, nenhuma parte do jogo foi suprimida, todos os ambientes estão lá, surpreendente para um videogame que consome de 9 a 12 watts de energia. Como você analisa a geometria neste jogo? O que o Switch faz para manter toda essa musculatura em pé? Por que o Wii não teve a mesma sorte quando recebeu os ports de Call of Duty há 9 anos atrás? As engines são a resposta?

Carlos
Visitante
Carlos

Não concordo com: Resultado muito bom.

Nao segura nem 30fps, chega a cair pra 22
Settings gráficos se duvidar 99% deles abaixo do low do pc
360p “voltamos para 1994”
Mesmo preço das outras versões
Console carissimo pelo q oferece

Vejo q muitos tem medo de criticar a nintendo, mas o switch é isso ai, um smartphone de 3 anos atrás maquiado, q deveria custar 150 dolares e n o dobro.

Se fosse o xbox one apenas 5fps abaixo do desempenho do ps4 o titulo das materias seriam assim:

Preocupante, teria a Microsoft forças para suportar tamanha inferioridade técnica do xone comparada ao ps4?

Mattyzzster
Visitante
Mattyzzster

Quando as empresas lançam atualizações, os patches, elas corrigem problemas na taxa de quadros. O patch do Doom aumentou em 2 fps o desempenho, o que não é muito, mas foi o necessário para resolver situações caóticas em cenas com muitos inimigos e muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo. Em Zelda Breath of the Wild o patch corrigiu problemas de congelamento constantes quando Link enfrenta algum inimigo e também áreas pesadas em florestas. Deve-se considerar que é a primeira vez que um videogame híbrido é feito desde o Nomad dos anos 90. Acredito que o Switch 2 será bem avançado e a Nintendo não voltará mais a produzir hardware da maneira que produzia antes do Switch.

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Aos que estão em dúvida sobre a aquisição do Switch,eu digo que o console vale a pena,o console já chega com dois dos melhores jogos de sua respectiva franquia: Mario Odyssey e Zelda Breath of the wild,além disso a versatilidade reina neste console já que ele já vem com dois controles e sua portabilidade vc pode levar nas viagens e jogar de duas pessoas onde e quando quiser,a magia da Nintendo transborda neste console,se vc busca jogos únicos com diversão e qualidade pode pegar o Switch sem medo 😉