Página de Facebook da Microsoft questiona satisfação sobre Xbox One. E resultados não são animadores.

A Microsoft resolveu questionar os seus fans sobre a Xbox One. E a maior parte não está satisfeita e apresenta grandes argumentos para tal.

Pelo que se pode ver, mesmo os fans da Xbox não estão contentes com o que se sabe sobre a nova consola. E quando questionados na página de Facebook da Microsoft as respostas não foram as melhores. Muitos milhares mostraram decepção e apresentam grandes argumentos para isso.

A principal decepção passa pelas políticas de DRM da Microsoft. Teria a consola de ser forçosamente assim? O que ganha o consumidor com todas estas restrições? Será que as restrições são benéficas para o cliente ou apenas para a Microsoft?

Estas são as principais questões que se colocam ao longo de quase 5 mil comentários e onde grande parte deles critica de uma forma ou outra a consola.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Mas as criticas não estão lá por estar, e os argumentos são muito válidos passando por críticas à desestabilização do mercado de usados (o que pode mesmo colocar em causa milhares de postos de trabalho), pelo uso forçado de um Kinect capaz de detectar ouvir e analisar tudo o que se passa e que precisa de estar ligado quer à corrente, quer à internet, e acima de tudo ao facto de a Microsoft ter transformado aquilo que eles consideravam ser a malhor máquina dedicada a jogos do mercado, numa box de tv por cabo com consola embutida.

Ou seja, as críticas passam basicamente pelo facto de a Microsoft querer mudar todos os modelos e standards que tornaram as consolas um sucesso, entrando por caminhos que restringem os direitos dos consumidores cada vez mais, e os obriga a correr riscos relativos à sua privacidade mais intima apenas porque a Microsoft resolveu que o Kinect tinha de estar sempre activo e ligado à internet. São novos territórios que invadem cada vez mais os direitos dos cidadãos e tudo implementado sem uma justificação coerente do porque.

Mas outras situações são razão de queixa: Necessidade de internet para instalar jogos, de internet para vender jogos, e de internet para poder jogar. Impossibilidade de se vender jogos em leilões, ebay, ou mesmo a amigos, forçado os mesmos a serem vendidos no website dedicado para tal da Microsoft ou em parceiros que possuam o programa cedido pela Microsoft para vendas.

Esta questão dos usados é extremamente limitativa dos direitos do utilizador. E comparemos a mesma com o actual sistema de DVD/BD físico.

Acção

Actual Sistema

Novo Sistema

Compra do jogo

Jogador leva o jogo em formato físico ou digital

Jogador leva ao jogo em formato físico ou digital

Instalação

Introdução do BD/DVD na consola ou Download. Com excepção do
download a Internet é dispensável

Introdução do BD/DVD na consola ou Download. Em ambos os casos
tal só pode ser realizado na presença de internet.

Jogos de jogador único

Necessidade de televisão e electricidade.

Necessidade de Televisão, electricidade e internet.

Jogos de multi jogador

Necessidade de Televisão, electricidade e internet.

Necessidade de Televisão, electricidade e internet.

Desinstalação

Directa

Necessita de internet

Empréstimo de jogos

Livre

Para poder ser jogado um jogo emprestado é necessária internet e
a consola estar com a conta do utilizador proprietário do jogo activa.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Venda de jogos

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Livre

O jogo apenas pode ser vendido a parceiros devidamente
credenciados pela Microsoft

Custo dos usados

Livre entre particulares, mas regulado nas lojas pelas regras da
concorrência e normalmente bastante atractivo face ao novo.

Preço imposto pela Microsoft. Rumores apontam na ordem dos 90%
do custo do novo.

Desactivação da consola

Total

A consola está sempre activa mas em estado de baixo consumo. O
Kinect está sempre ligado e a ouvir tudo o que é dito aguardando comandos de
voz.

Uso do Kinect

Sempre que necessário para o cliente usufruir do mesmo.

A tempo inteiro, mesmo que este não esteja a ser usado o Kinect
verifica o numero de pessoas na sala, detecta e reconhece as mesmas e escuta
tudo o que é dito.

Visualização de filmes

Livre

De acordo com patente da Microsoft, no conteúdo obtido da
Internet o custo pode variar mediante a audiência detectada pelo Kinect. Mais
pessoas levam a alugueres de filmes mais caros. E a entrada súbita de pessoas
na sala pode parar uma exibição e solicitar mais dinheiro.

Instalação de jogos

Opcional

Obrigatória em disco de 500 GB que apenas poderá instalar 10
jogos de Blu-Ray dupla face.

Consequência da venda

Perda do original por entrega do DVD/BD. Sem o DVD/BD não se pode jogar.

Perda do jogo instalado no disco.

As situações marcadas a vermelho representam agravamento para o utilizador, seja por perda de liberdade ou de direitos. No entanto as partes a verde serão talvez as mais importantes, mostrando as situações que se mantém iguais. E são as mais importantes porque uma análise às mesmas mostram que, na realidade, apesar da perda dos direitos por parte dos utilizadores o resultado final acaba por ser idêntico. Ou seja, na realidade tudo não passam de situações que apenas beneficiam a Microsoft, nada trazendo verdadeiramente de interessante para o utilizador.

Assim sendo, não será de estranhar as queixas, quanto mais não seja porque a concorrência oferece um produto semelhante e até mais poderoso sem estas situações.

Num aparte exclusivo da nossa parte, eis a forma como achamos que actualmente as três marcas estão a passar a mensagem sobre os seus produtos. E lembramos que falamos de consolas, isto é, máquinas dedicadas a jogos, e que nesta fase apenas chamam a atenção a um determinado público alvo: Os gamers.

  • Microsoft: Actualmente publicita um sistema de entretenimento caseiro incorporado com a TV e com consola embutida.
  • Sony: Uma consola destinada aos jogadores e criadores
  • Nintendo: Um sistema Nintendo de nova geração.

A aparente mensagem que os utilizadores estão a ouvir vinda das marcas:

  • Microsoft: Adere à internet se é que queres o nosso produto. E o Kinect vai-te vigiar. Joga os nossos jogos e vais ser dono do disco, mas não do que está lá dentro. E ainda vamos cobrar extra pelos serviços e outras coisas das quais ainda nem falamos.
  • Sony: Pedimos desculpa aos criadores pelo hardware dificil de atingir na PS3, mas olhem para o nosso novo controlador e temos muitos e bons jogos numa consola que será vendida a preços acessíveis.
  • Nintendo: Aqui temos os velhos e fortes produtos da Nintendo, e o suporte de terceiros, apesar de ser uma desgraça, até está melhor que antes.

E vocês, o que pensam sobre o assunto? Seria interessante ouvir as vossas opiniões.

Publicidade

Posts Relacionados