Parceiros da Microsoft nada impressionados com Windows 8.1

A apresentação do Windows 8.1 decepcionou. Quando se esperavam alterações capazes de revolucionar o mercado PC o que se viu foi algo muito tímido.

windows81

Steve Balmer falou sobre o Windows 8.1. E prometeu inundar o mercado de aparelhos com suporte a toque com o Windows 8.1. Referiu ainda que a nova versão do windows possui um “novo botão Start revolucionário que misturará o tradicional desktop com as modernas experiências de computação“.

Mas o certo é que quem viu achou que estava apenas a ver mais do que já tinha apresentado em Outubro. Ou seja algo que a Microsoft anuncia como a oitava maravilha do mundo mas que o mercado não parece partilhar da mesma opinião.

A opinião geral foi de que o windows 8.1 era efectivamente mais amigo do utilizador, mas que “Não revitalizaria a industria dos PCs”. E o Windows 8, visto como a grande esperança para melhorar as vendas dos PCs não impediu o contínuo declínio das mesmas. E assim a ideoa é que que o Windows 8.1 cobre parcialmente a “ferida” as não a estanca e não impedirá a actual tendência de abandono dos PCs em favor de tablets e smartphones.



O certo é que a Microsoft admitiu que cometeu o erro de marketing de criar uma campanha publicitária muito centrada na capacidade de toque, algo que apenas cerca de 2%dos PCs do mercado possuem. Mas a nosso ver esse nem é o problema principal. E esse passa por colocar um interface simplista e dedicado a tablets e a utilizadores casuais em detrimento de ser criada uma plataforma dedicada à produtividade. Diga-se de passagem que no meu Windows 8 todas as funcionalidades Metro estão escondidas e o OS está convertido para aquilo que o OS sempre deveria ter sido: O WINDOWS COMO SEMPRE O CONHECEMOS.

E essa é uma realidade. As empresas que compram novas máquinas com o Windows 8 realizam imediatamente uma primeira acçao. Formatam o PC e instalam o Windows 7. E essa é uma realidade a nível mundial com as empresas a não verem o Windows 8 como uma plataforma de trabalho.

Já os utilizadores tradicionais esses vão mantendo o Windows 8, mas a maior parte como eu. Reactivando as funções do ambiente de trabalho tradicional e colocando o Metro em segundo plano.

E com um Windows 8.1 que apresenta um botão de Start que na realidade nada tem a ver com o botão tradicional mas apenas coloca os icones do Metro sobrepostos sobre o ambiente de trabalho sem sair dele, não se espera que seja esta situação a alterar a realidade das coisas.

Fonte: The Channel



Posts Relacionados