Patch com efeitos dinâmicos de tempo em Driveclub mostram a qualidade gráfica do jogo.

Driveclub foi marcado por sérios problemas com os servidores. Mas isso não quer dizer que o jogo seja mau! Nunca o foi. E agora com o novo patch e com os problemas resolvidos, DriveClub está melhor que nunca.

Drivelub_weather

Independentemente de Driveclub poder ser ou não ser um grande jogo de carros (subjectivo), o mesmo foi concebido para surpreender graficamente e para ser um jogo social.

Infelizmente quando foi lançado não conseguiu fazer nenhuma das duas coisas. Os efeitos de tempo que tanto abismavam, e que muitos chegaram mesmo aqui na PCManias a chamar de aldrabice e CGI, não estavam presentes, o Photo mode não estava presente, e os servidores possuiam problemas que impediam a vertente social de vir ao de cima. Por outras palavras, o lançamento de DriveClub foi um fiasco.

Mas actualmente a situação é diferente. Os problemas com os servidores parecem resolvidos e o Photo Mode e as condições climatéricas dinâmicas estão disponibilizadas. E finalmente Driveclub é o jogo que deveria ter sido no seu lançamento.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

O patch de tempo é de 1,4 GB, e com ele temos as condições de tempo totalmente configuráveis. Podemos mesmo acertar a luz e a quantidade de precipitação, ou então, deixar o jogo geria a coisa de forma dinâmica onde vemos a transição do estado do tempo a ocorrer.

A nível gráfico não se pode deixar de chamar a atenção de as gotas serem calculadas de forma individual. Ao contrário do que acontece em outros jogos, onde a chuva é uma textura transparente, aqui não há apenas uma série de linhas desenhadas no ecrã. na realidade cada gota de água está lá fisicamente e reflecte toda a luz que incide sobre ela, tornando o efeito ultra-realista. O efeito é levado ao extremo com a neve!

Igualmente de nota é que a quantidade de chuva tem implicação na dimensão das poças e reflexos. Mais água ou menos água na poça afecta a qualidade do que ali é reflectido, tal como na vida real.

Igualmente afectada pela água temos os objectos do cenário. As folhas, as barreiras, a terra, as pedras, etc, todas se ajustam para reflectir a realidade da chuva. E cada uma delas tem reflexos diferentes de acordo com as propriedades do material.

Fantástica é a forma como a chuva interage com os objectos, e o carro, particularmente o vidro frontal. Como já referido as gotas são tri dimensionais, e com isso criam correntes de água sobre o chassis e vidro que reagem à velocidade e direcção. Com o carro parado as gotas escorrem para baixo, mas começando a andar elas movem-se lateralmente impelidas pela força do vento. O efeito é ultra-realista. Noutros jogos o efeito é o de uma simples textura que não é afectada pelo vento e no caso do vidro é removida com o passar das escovas.

E naturalmente, aqui, ao contrário de outros jogos, as escovas não se limitam a estar ligadas ou desligadas, e mudam de intensidade com a intensidade da chuva.

O que é preciso perceber é que Driveclub não se limitou a acrescentar um efeito visual de chuva e neve. Na realidade há todo um sistema de física que gere os mesmos de acordo com as leis da física, aceleração e movimento.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Por exemplo, quando o carro está parado a chuva cai a um determinado ângulo que atinge o carro basicamente todo por igual. Mas com o aumento da velocidade, o angulo a que a chuva bate no carro aumenta. Basicamente a chuva continua a cair no mesmo angulo, mas o carro move-se na direcção da mesma. É como se a chuva tivesse uma componente adicional horizontal. Isto faz com que o vidro da frente seja mais massacrado pela chuva, ao passo que o vidro traseiro praticamente não apanha grande água. Tal como na realidade. É uma simulação perfeitamente fantástica como nunca nenhum outro jogo alguma vez implementou.

driveclub-ps4-rain-physics

A neve que cai sob a forma de flocos derrete ao bater no vidro. O resultado é uma acumulação de água superior à da chuva, e naturalmente os limpa vidros possuem mais dificuldade em retirar água com a neve do que com a chuva (excepto se muito intensa).

A cereja no topo do bolo é a trovada e a iluminação da mesma. O ecrã é todo iluminado por ele, e no escuro o efeito é fantástico. E o reflexo na superfície da estrada é o toque de perfeição final.

É uma pena que Driveclub tenha sido lançado como foi. Independentemente de poder ser ou não um dos melhores jogos de carros existentes, o jogo possui qualidade suficiente para ser considerado um bom jogo. E graficamente possui pormenores sem paralelo.

Deixo-vos com um video da Digital Foundry sobre o jogo. Infelizmente não é o ideal pois ele foi usado para teste aos fotogramas, mas é o video que encontrei que mais condições climatéricas demonstra, e com tal, optei por ele.

Driveclub poderá não ser o melhor jogo de carros do mundo (não o é de certeza), e possui aqui e ali situações que a nível gráfico não estão ao nível do resto do jogo. Mas no global, é graficamente o jogo de carros mais impressionante que já vi, e a atenção ao pormenor é pura e simplesmente fantástica. Faltava-lhe o Photo Mode e os efeitos de chuva para mostrar o seu potencial, mas eis que ele chegou.

Pena que agora o jogo está marcado pelos problemas de lançamento, daí o atrasar da versão gratuita e limitada da PSN+. Quando sair, essa versão terá de mostrar o jogo completo e sem problemas para que não haja decepções. E nessa altura aqueles que ainda estão na dúvida, poderão testar e ver o jogo em todo o seu potencial e esplendor e nessa altura, decidir.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

PS: Já tinham visto que o piloto sua e que a T-shirt fica molhada nos sovacos? É apenas mais um pormenor de classe do jogo. E na segunda imagem, prestem atenção aos pontos de solda. Fantástico!

NOTA: Devido à dimensão das imagens as mesmas estão alojadas fora do website, pelo que não podemos controlar se as mesmas se mantêm disponibilizadas ou não!

Publicidade

Posts Relacionados