Pela primeira vez em 15 anos, a Apple teve quebras nas receitas

Apple_Logo

Os últimos três meses trouxeram à Apple consideravelmente menos receitas e menos lucro do foi conseguido em igual período do passado. E isto é uma novidade em 15 anos, sendo que o o iPhone é o principal “suspeito” da situação.

Os lucros da Apple já tinham caído nos primeiros dois trimestres de 2016, mas agora com este terceiro não só os valores caíram, como desceram abaixo dos obtidos em igual período do ano anterior. E essa foi uma novidade digna de registo uma vez que tal já não acontecia à 15 anos. Em 2016 a empresa registou receitas 46,9 mil milhões de dólares, tendo em 2015 registado 51,5 mil milhões. No que toca aos lucros, esses foram de 9 mil milhões em 2016 face aos 11 mil milhões de 1015. Uma quebra de 14,4% face ao ano anterior.

 O grande suspeito das quebras de receitas é o iPhone. Este vendeu 45,5 milhões de unidades, o que implica uma quebra de vendas de 5%, com uma descida das receitas de 13%. O iPad tambem foi pelo mesmo caminho, com menos 6% de vendas, vendendo 9,2 milhões de unidades. Curiosamente o volume de receitas com este produto não desceu!

A explicação para as diferenças deve-se aos volumes de vendas, com o modelo SE a tomar protagonismo nas vendas, mas pelo se menor preço, desce as receitas num valor superior à quebra de vendas. Já nos iPads a justificação para a manutenção das receitas tem a ver com as preferências pelas versões mais recentes e mais caras.

Os MAC também não ajudaram, com uma quebra de vendas de 14%, vendendo 4,8 milhões de unidades.

Publicidade

Posts Relacionados