Perito diz em tribunal que Samsung roubou ideias da Apple nas alturas cruciais

Um professor de economia do MIT referiu em tribunal que a Samsung roubou as ideias na Apple nas alturas mais cruciais.

Para convencer o juri a conceder-lhe os dois mil milhões de indemnização pedidos à Samsung, a Apple teve um professor de economia do Massachusets Institute of Technology a falar a seu favor.

De acordo com este economista, de nome Chris Vellturo, este refere que a violação das patentes, para além da situação em si, foi efectuada numa altura em que o mercado ainda tinha muitos clientes a decidir qual seria o seu primeiro smartphone. E dado que a primeira escolha pode ser essencial para o futuro, bem como um factor de igual peso na escolha de um tablet (normalmente opta-se por algo com o mesmo tipo de sistema operativo), vellturo explica que a violação teve grandes custos para a Apple que não podem ser calculados apenas pelo pagamento das royalties das patentes.

Vellturo refere igualmente que ele e a sua firma perderam centenas de horas a estudar o mercado e as patentes em questão, e que ele pr´óprio perdeu mais de 800 horas, mostrando os seus resultados que mostram o valor das patentes.



O certo é que nos EUA cada parte tem direito a falar 25 horas perante o Juri, e a Apple já falou 11 horas 1 14 minutos, sendo que a Samsung apenas usou 6 horas e 29 minutos. E se neste momento a coisa parece estar a tender para o lado da Apple, caso os seus advogados não se contenham um pouco no final a Samsung vai ficar a falar sozinha e sem a Apple se poder defender.



Posts Relacionados